Este verso prova que todas as pessoas serão salvas, conforme alegam os universalistas? Salmos 110.1

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Davi disse (e Cristo repetiu essas palavras): "Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés" (Sl 110.1; confira Mt 22.44). Alguns liberais e universalistas citam esse verso para dar suporte à sua crença de que ao final todas as pessoas serão salvas. Essa é a maneira apropriada de se utilizar esse verso?

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: As mes­mas objeções feitas ao universalismo citadas na discussão de 1 Coríntios 15.25-28 são aplicáveis a essa situação. Além do mais, os indivíduos aqui sendo descritos como "inimigos" que são "subjugados" (e não salvos) são cha­mados de "escabelo dos pés" de Deus — dificilmente uma descrição apropriada de santos que são co-herdeiros com Cristo e que possuem todas as bênçãos nos lu­gares celestiais em Cristo (Rm 8.17; Ef 1.3).

Nesse contexto, Davi não está falando a respeito da salvação dos perdidos. Antes, está se referindo explicita­mente à ira de Deus sobre os seus inimigos (Sl 110.1-5), e não às suas bênçãos sobre o seu povo.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este verso indica que certos homens chamados por Deus estão além do alcance da censura e dos julgamentos, conforme sugerem os ensinadores da seita Palavra da Fé? Salmos 105.15

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Salmos 105.15 diz: "Não toqueis nos meus ungidos, e não maltrateis os meus pro­fetas". Alguns ensinadores da seita Palavra da Fé citam esse verso argumentando que eles foram especialmente ungidos por Deus, e por isso não devem ser criticados por seus ensinos. Indicam em suas palavras e atitudes que o ato de desafiar os seus ensinos significa desafiar o pró­prio Deus.

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: A ex­pressão "ungidos do Senhor" é utilizada nas Escrituras, no Antigo Testamento, referindo-se aos reis de Israel (veja 1 Sm 12.3,5; 24.6,10; 26.9,11,16,23; 2 Sm 1.14,16; 19.21; Sl 20.6; Lm 4.20). Nesse contexto, a Palavra não pode ser interpretada como referindo-se aos atuais ensinadores na igreja. Além disso, a palavra "profetas", nesse contex­to, pode se referir apenas a profetas do Antigo Testamen­to, e não aos atuais líderes da igreja. Nenhuma dessas designações pode ser interpretada com referência aos ensinadores da igreja da atualidade.

Mesmo que permitíssemos que esse verso pudesse se referir livremente aos atuais líderes da igreja, a advertên­cia seria acerca de danos físicos praticados contra eles. Não teria nada a ver com o ato de colocar à prova os seus ensinos. Nos tempos do Antigo Testamento, os pro­fetas e reis corriam um risco muito grande de sofrer danos físicos — e daí a advertência.

As próprias Escrituras nos instruem a provar todos os ensinamentos pela Palavra de Deus (1 Ts 5.21). Como os antigos bereanos, devemos fazer das Escrituras o nosso padrão de medida da verdade (At 17.11). A eles foi reco­mendado que comparassem os ensinos do apóstolo Pau­lo com as Escrituras. Paulo afirmou em outra passagem: "Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamen­te instruído para toda boa obra" (2 Tm 3.16,17, as ênfa­ses foram adicionadas) Todos nós devemos estar em cons­tante guarda contra os falsos ensinos (Rm 16.17,18; con­fira 1 Tm 1.3,4; 4.16; 2Tm 1.13,14;Tt 1.9; 2.1).

Existe uma opinião na qual cada crente em Cristo é "ungido" (veja 1 Jo 2.20). Em vista disso, nenhum líder cristão pode reivindicar para si uma posição especial, acima de outros ou além da crítica doutrinária.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Esta é uma oração dirigida aos mortos, como alegam alguns estudiosos católicos romanos? Salmos 103.20,21

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Os católicos romanos ape­lam para esse texto buscando argumento para o dogma de orar aos mortos. O texto de Salmos 103.20,21 diz: "Bendizei ao Senhor, anjos seus... Bendizei ao Senhor, todos os seus exércitos".

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Essa não é uma oração para anjos e santos, mas um apelo poético semelhante à doxologia cantada pelos protestantes: "Louvai-o nas alturas, vós hostes celestiais". Tanto a na­tureza poética do livro de Salmos, como o seu contexto, indicam que o salmista está simplesmente utilizando um recurso literário como apelo para que toda a criação louve a Deus.

O objetivo dessa passagem é exaltar a Deus. A sua utilização como um texto que prove a doutrina de orar a anjos ou a santos já falecidos é totalmente estranha ao sentido claramente expresso dessa passagem.

A Bíblia fala fortemente contra a prática de orar a quaisquer criaturas, insistindo que Deus sozinho deve ser o objeto de toda a devoção religiosa em oração (Êx 20.2-4; Dt 6.13). Inquestionavelmente, não existe nas Escrituras nem um exemplo sequer de oração que seja dirigida a alguém, a não ser a Deus.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este verso ensina que todas as terapias físicas são inúteis, como alega a seita Ciên­cia Cristã? Salmos 103.3

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Os cientistas cristãos apontam para essa promessa do Senhor de "sarar todas as tuas enfermidades", para apoiar a crença deles de que "remédios, higiene e tratamentos médicos" são inúteis (Eddy, 4).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Nada está dito no texto que diga respeito à inutilidade da me­dicina. O texto simplesmente diz que Deus sara todas as nossas enfermidades.

É literalmente verdadeiro que Deus é quem nos cura, mesmo que utilizemos medicamentos. O melhor que a medicina é capaz de fazer é ajudar no processo natural de cura que Deus criou no corpo humano. E nos casos em que a cura se constitui um ato especial da providên­cia de Deus ou no resultado de uma intervenção direta, ela também vem de Deus. Até mesmo a cura de doenças legitimamente psicossomáticas (nas quais as crenças e ou atitudes da pessoa afetam as funções de seu organis­mo) são parte do maravilhoso processo que Deus criou. Então, seja a cura natural, psicológica, providencial ou sobrenatural, ela sempre pertence a Deus.

A Bíblia não declara que a medicina é inútil, mas re­comenda a sua utilização (veja os comentários a respeito de 2 Cr 16.12).

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

O fato de que os ímpios perece­rão significa que eles serão aniquilados? Salmos 99.10

Veja neste blog os nossos comentários a respeito de Sal­mos 37.20 e 2 Tessalonicenses 1.9.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este verso não implica a existên­cia de muitos deuses? Salmos 97.7

A MÁ INTERPRETAÇÃO: O salmista ordena: "Prostrai-vos diante dele todos os deuses". Contudo, a Bíblia nas demais passagens afirma que existe apenas um Deus (Dt 6.4). Salmos 97.7 indica que existe mais do que um Deus, como acreditam os mórmons (Smith, 1977, 370)?

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Não existe outro Deus, mas existem muitos deuses. Existe apenas um Deus verdadeiro, mas existem muitos falsos deuses. Paulo declara que existem demônios por trás de falsos deuses (1 Co 10.20). E um dia até mesmo os de­mônios se prostrarão diante do Deus vivo e verdadeiro, e confessarão que Ele é o Senhor (Fp 2.10).

Além do mais, anjos bons algumas vezes são chama­dos de "deuses" (elohim) na Bíblia (Sl 8.5; confira Hb 2.7). Esse verso (Sl 97.7) poderia ser um mandamento dirigido a anjos para que adorem a Deus, assim como lhes é ordenado em Salmos 148.2: "Louvai-o, todos os seus anjos".

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Os mortos possuem a lembrança de algo? Salmos 88.11


Veja os comentários feitos a respeito de Eclesiastes 9.5.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este verso quer dizer que seres humanos são capazes de tornarem-se deuses? Salmos 82.6

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Salmos 82.6 diz: "Eu disse: Vós sois deuses, e vós outros sois todos filhos do Altíssimo". Os mórmons acreditam que esse verso dá suporte à idéia de que os seres humanos podem se tor­nar deuses (McConkie, 1966, 321).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Não existe qualquer evidência nesse verso que dê suporte à crença politeísta mórmon de que homens são deuses. Diferentemente do termo utilizado para Senhor (Yahweh) que sempre significa Deus, o termo utilizado para "deu­ses" (elohim) pode ser utilizado para Deus (Gn 1.1), para anjos (Sl 8.4-6; Hb 2.7), ou para seres humanos (como nessa passagem).

Esse salmo tem como foco um grupo de juizes israelitas que, pelo fato de tomarem decisões de vida ou morte sobre o povo, eram livremente chamados de "deuses". Mas tais juizes se tornaram corruptos e eram injustos. Então Asafe, o autor desse salmo, disse que, mesmo sen­do esses juizes popularmente chamados de deuses, mor­reriam como homens que realmente eram (v.7).

Asafe provavelmente deve ter falado com ironia quan­do chamou esses juizes malignos de "deuses". Se assim foi, então não existe qualquer justificativa para chamá-los de "deuses" em qualquer sentido sério. Seja qual for o caso, a reivindicação politeísta não se justifica, uma vez que tal verso é expresso no contexto do judaísmo monoteísta, no qual é uma blasfêmia qualquer ser hu­mano comum ser chamado de Deus, no sentido divino (veja os comentários referentes a João 10.34).
Além disso em Isaías 44.8, o próprio Deus pergunta: "Há outro Deus além de mim? Não! Não há outra Ro­cha que eu conheça". Do mesmo modo, Isaías 43.10 retrata Deus dizendo: "Antes de mim Deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá". Está claro que seres humanos não podem se tornar deuses.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este verso indica que seres hu­manos são capazes de se tornarem Deus, como alega Maharishi Mahesh Yogi? Salmos 46.10

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Em Salmos 46.10, Deus diz: "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus". Maharishi Mahesh Yogi, fundador da seita Meditação Transcendental, interpreta esse verso da seguinte maneira: "'Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus'. Aquietem-se e saibam que vocês são Deus, e quando tiverem consciência de que são Deus, começarão a viver a Divindade, e vivendo a Divindade não existe razão para sofrer" (Meditações de Maharishi Mahesh Yogi, pág. 178). É possível que esse ver­so, compreendido de forma correta, signifique que os seres humanos podem tornar-se Deus?

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Esse é um salmo hebraico, e entre os judeus, a idéia de que um ser humano possa tornar-se um deus é a mais alta blasfê­mia. Tal idéia não se encontra em lugar algum desse sal­mo, sem mencionar que tampouco em qualquer outra passagem da Bíblia.

Mesmo um olhar de relance para o restante desse salmo indica que um Deus verdadeiro está sendo retra­tado como distinto e exaltado acima da terra criada (e também do homem). Por exemplo, nos versos 10 e 11 lemos: "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre as nações; serei exaltado sobre a terra. O Senhor dos Exércitos está conosco; O Deus de Jacó é o nosso refúgio".

O consistente testemunho das Escrituras é que exis­te apenas um único Deus verdadeiro, e que a humani­dade não é no presente e jamais se tornará Deus (veja Dt 6.4; 32.39; 2 Sm 7.22; 1 Rs 8.60; Sl 86.10; Is 44.6; Jl 2.27; 1 Tm 2.5; Tg 2.19). Veja a discussão referente a Gênesis 1.26 para argumentação bíblica con­tra a idéia de que um ser humano é capaz de tornar-se um deus.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este texto é uma predição a respeito de Maomé? Salmos 45.3-5

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Tendo em vista que esses versos falam de alguém que vem com a "espada" para subjugar os seus inimigos, os muçulmanos às vezes ci­tam-nos como uma predição a respeito de seu profeta, Maomé, que era conhecido como "o profeta da espada". Eles insistem que esses versos não podem se referir a Jesus, uma vez que Ele jamais veio com uma espada (Mt 26.52).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: O pró­prio verso seguinte (v. 6) identifica que a pessoa de quem se está falando é Deus, que Jesus declarou ser (Jo 8.58; 10.30). Maomé negou que ele mesmo fosse Deus, di­zendo que era apenas um profeta humano. O Novo Tes­tamento afirma que essa passagem refere-se a Cristo (Hb 1.8). Embora Jesus não tenha vindo na primeira vez com uma espada, Ele a trará em sua segunda vinda (confira Ap 19.11-16).

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

O fato de que os ímpios perece­rão significa que perderão a consciência, como rei­vindicam os aniquilacionistas? Salmos 37.20

A MÁ INTERPRETAÇÃO: O Antigo Testamento re­petidamente menciona o perecimento dos ímpios. O salmista escreveu: "Mas os ímpios perecerão, e os ini­migos do Senhor serão como a gordura dos cordeiros; desaparecerão e em fumaça se desfarão" (Sl 37.20; con­fira 68.2; 112.10; Pv 11.10). Os aniquilacionistas insis­tem que perecer implica alguém passar a um estado em que não existe absolutamente nada. As Testemunhas de Jeová acreditam nisso (Mankind's search for God, 1990, pág.128).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Quan­do compreendida de forma correta em seu contexto, a palavra "perecer" não dá suporte ao aniquilacionismo.

Em primeiro lugar, o mesmo termo utilizado para des­crever o perecimento do ímpio no Antigo Testamento (abad) é utilizado para descrever o perecimento do justo (veja Is 57.1; Mq 7.2). Mas os próprios aniquilacionistas admitem que os justos não terão a sua existência apagada como uma vela cujo pavio é cortado. Se esse fosse o caso, não haveria razão para que concluíssem o mesmo a res­peito do ímpio. O termo abad é utilizado para descrever coisas que estão meramente perdidas, mas são encontradas mais tarde (Dt 22.3). Esse fato prova que "perecer" não significa "deixar completamente de existir".

A Bíblia faz referências claras ao perdido que está, de forma consciente, em tormentos e enfrentando a puni­ção após a sua morte. Esse fato é verdadeiro tanto para seres humanos (Lc 16.19-31; Ap 19.20) como para o diabo (Ap 20.10).

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Os 10 Mandamentos para Adventistas


I. Não dividirás a primeira aliança em leis morais e cerimoniais!

II. Não mudarás arbitrariamente a definição de termos como "mandamentos" e "Lei" nas passagens para evitar contradições com a sua própria teologia.

III. Perceberás que no livro de Gênesis não consta a palavra "Sábado" e que em nenhum lugar do Novo Testamento é dado um mandamento para guarda do Sábado, em vez disso, ele diz que o sábado foi abolido!

IV. Jamais deverás citar erroneamente o texto de Mateus 5:17 (jota ou til) como uma prova para a guarda do Sábado.

V. Não farás da guarda de dia (Sábado) uma lei moral, quando é claramente uma lei cerimonial.

VI. Não ensinarás que, se os Dez Mandamentos foram abolidas, podemos roubar e cometer adultério.

VII. Embora você possa não gostar disso, saberás que a atual e histórica "posição oficial" da Igreja Adventista do Sétimo Dia e mais outras igrejas sabatistas é que o culto de domingo é a marca da Besta.

VIII. Lembra-te que os dois maiores mandamentos não eram os Dez Mandamentos.

IX. Pararás de deturpar a história, ignorando o fato de que os primeiros cristãos sempre adoraram no primeiro dia (Domingo) e nunca guardaram o Sábado!

X. Não dirás que Ellen G. White foi uma profetisa inspirada, quando na verdade ela plagiou (copiou) a maioria de seus principais livros da biblioteca local, incluindo muitos do que ela disse serem visões de Deus!


Quer saber mais sobre o assunto? Visite:

ADVENTISMO NA MIRA DA VERDADE!

Estes versos provam que algumas pessoas que fazem parte do povo de Deus não irão para o céu, mas viverão para sempre na terra? Salmos 37.9,11, 29

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Salmos 37.9 diz: "Porque os malfeitores serão desarraigados; mas aqueles que es­peram no Senhor herdarão a terra". O verso 11 afirma: "Mas os mansos herdarão a terra e se deleitarão na abun­dância de paz". O verso 29 declara: "Os justos herdarão a terra e habitarão nela para sempre". As Testemunhas de Jeová pensam que esses versos dizem que nem todas as boas pessoas irão para o céu. Pensam que algumas vive­rão na terra por toda a eternidade (Reasoníng from the Scriptures, 1989, pág. 163).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Essa pas­sagem das Escrituras não está tratando de um futuro escatológico distante, no qual Deus destruirá os ímpios e criará um paraíso na terra para os justos. Ao invés disso, essa passagem está tratando de circunstâncias presentes e de um futuro próximo envolvendo os israelitas que vivi­am naquela ocasião na terra prometida.

Podemos observar que o termo hebraico traduzido como "terra" é empregado freqüentemente no Antigo Testamento quando se refere à terra prometida (veja Dt 4.38). As evidências indicam que aqui se trata desse caso.

O termo hebraico empregado significando "para sem­pre" possui uma ampla gama de representações, que vai desde "um grande período de tempo" até "pela eterni­dade" (Ec 3.11). Nesse contexto, esse termo parece car­regar consigo o significado de "um futuro impossível de ser previsto". O salmista dá a entender que está se refe­rindo às futuras gerações de israelitas justos, que conti­nuariam a habitar na terra adentrando um futuro impos­sível de ser previsto. Assim sendo, a essência dessa passa­gem é que o povo ímpio que viveu nos dias do salmista seria destruído, enquanto que os seus contemporâneos justos experimentariam bênçãos.

Ainda que o texto estivesse se referindo à condição eterna, a conclusão das Testemunhas de Jeová — de que nem todas as boas pessoas irão para o céu — não seria de modo algum justificável. Todos aqueles que crêem em Jesus Cristo podem ter o anelo de seguir em direção ao seu destino celestial, e não apenas um seleto grupo de 144.000 (veja Ef 2.19; Fp 3.20; Cl 3.1; Hb 3.1; 12.22; 2 Pe 1.10,11). Jesus afirmou que todos os que nEle crêem estarão juntos em "um só rebanho" e terão "um só pas­tor" (Jo 10.16). Não haverá dois "rebanhos" — um na terra e outro céu.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Quando os ímpios forem ex­terminados, serão aniquilados? Salmos 37.9, 34

A MÁ INTERPRETAÇÃO: O salmista afirma que "Os malfeitores serão desarraigados". Em outras passagens (Sl 73.27; Pv 21.28), as Escrituras dizem que eles perecerão (veja comentários sobre 2 Ts 1.9). Será que "ser exter­minado para sempre" significa que os malfeitores serão aniquilados, como crêem muitas seitas (como por exem­plo, as Testemunhas de Jeová) e outros grupos que se constituem verdadeiras aberrações (Reasoning from the Scriptures, 1989, pág. 162) ?

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Ser "ex­terminado" não significa ser aniquilado. Se significasse, então o próprio Messias teria sido aniquilado quando morreu, uma vez que o mesmo termo hebraico karath é empregado referindo-se à morte do Messias (Dn 9.26). Mas sabemos que Cristo não foi de maneira alguma ani­quilado; Ele está vivo por todo o sempre após a sua mor­te (Ap 1.18).Veja também 2 Tessalonicenses 1.9.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Este versículo significa que Jesus nasceu como um espírito gerado por pais celestiais? Salmos 2.7

A MÁ INTERPRETAÇÃO: O Salmo 2.7 diz: "Recita­rei o decreto: O Senhor me disse: Tu és meu Filho; eu hoje te gerei". Os mórmons pensam que esse verso dá suporte à idéia de que Jesus nasceu como um espírito infante (por procriação), como descendente de pais celestiais (Gospel principies, 1986, pág.9).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: A visão que os mórmons têm sobre essa Escritura não tem o apoio nem do próprio texto nem das demais passagens da Bí­blia. Duas coisas precisam ser mantidas em mente: a pri­meira é que o contexto aqui não está falando a respeito de um espírito que está nascendo no mundo espiritual, mas dos "reis da terra" que "conspirariam" contra o "Ungido" de Deus (o Messias) para livrarem-se dEle (isto é, para o matarem). Daí o sentido mais natural de Ele ter sido "ge­rado" por Deus para reinar sobre as nações (w.7,8) é que Ele foi ressuscitado dentre os mortos.

A segunda é um princípio básico de interpretação bíblica que ensina que o Antigo Testamento deve ser interpretado de acordo com a luz maior do Novo Testa­mento. Atos 13.33,34 indica que o ato de ressurreição dentre os mortos que o Pai praticou para com Jesus é o cumprimento da declaração feita em Salmos 2.7: "Tu és meu Filho; eu hoje te gerei". Dessa maneira o verso não tem nada a ver com a suposta procriação de Cristo, con­forme eles alegam.

Outras passagens das Escrituras deixam claro que Cris­to jamais veio à existência em determinada ocasião no tempo, mas que Ele verdadeiramente é um ser eterno. Jesus é tão eterno quanto Deus o Pai (Jo 1.1) e sempre existiu como o eterno "Eu Sou" (confira Êx 3.14), antes mesmo de Abraão (Jo 8.58). Ele não foi "nascido" em forma de espírito em determinado instante. Ele apenas nasceu como homem em Belém, mesmo sendo eterno (confira Mq 5.2).

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por Email

Irmãos

Marcadores

dificuldades bíblicas (952) Norman Geisler (837) Thomas Howe (770) Deus (204) Testemunhas de Jeová (171) Bíblia (137) Catolicismo (110) Don Stewart (107) Salvação (99) Jesus Cristo (92) Mateus (91) Evangelismo (90) Gênesis (87) Adventismo (80) David A. Reed (71) Ron Rhodes (67) João (64) divindade de Jesus (64) Atributos de Deus (60) Apologética (49) idolatria (47) Êxodo (47) Salmos (46) mariolatria (44) Deuteronômio (42) pecado (42) trindade (42) ressurreição (40) Espiritismo (38) Lucas (38) Mario Persona (38) Moisés (37) Islamismo (34) sono da alma (34) 1 Samuel (33) profecias (33) sábado (33) 1 Coríntios (32) Números (32) seitas orientais (32) videos (31) seitas e heresias (30) HQ (29) Paulo (29) tradução do novo mundo (29) Maria (28) céu (27) Mormonismo (26) Atos (25) Isaías (25) ciência (25) história (25) inferno (25) aniquilacionismo (24) 2 Reis (23) Davi (23) escatologia (23) reencarnação (23) Espírito Santo (22) Videos Evangelismo (22) mal (22) oração (22) Hebreus (21) existência de Deus (21) mandamentos (21) apocalipse (20) imortalidade da alma (20) 2 Samuel (19) (19) Marcos (19) Romanos (19) morte (19) Abraão (18) Eclesiastes (18) Ateísmo (17) Israel (17) Josué (17) Lei (17) Provérbios (17) boas obras (17) 1 Reis (16) Discipulado (16) Evolucionismo (16) Levítico (16) falsos profetas (16) 2 Crônicas (15) Homossexualismo (15) Matt Slick (15) Ufologia (15) evangelho (15) imagens (15) vinda de Cristo (15) Ezequiel (14) Jeremias (14) Juízes (14) alma (14) apócrifos (14) Salomão (13) milagres (13) sociedade torre de vigia (13) Adão (12) (12) Homem (12) Satanás (12) anjos (12) corpo (12) força ativa (12) igreja (12) tradição (12) 1 Crônicas (11) Maomé (11) Messias (11) criação (11) 144 mil (10) Colossenses (10) Daniel (10) arqueologia (10) arrebatamento (10) consulta aos mortos (10) dinheiro (10) nova era (10) paraíso terrestre (10) universalismo (10) At (9) Ellen G. White (9) Jacó (9) Pai (9) Teologia da Prosperidade (9) Tiago (9) eleição (9) nome Jeová (9) Elias (8) Hinduísmo (8) Judaísmo (8) ceia do Senhor (8) crucificação (8) diabo (8) graça (8) macumba (8) predestinação (8) teodicéia (8) transfusão de sangue (8) 1 Pedro (7) 1 Ti­móteo (7) Budismo (7) Bíblia Apologética (7) Efésios (7) Eva (7) Israel x Igreja (7) Papa (7) Pedro (7) Verdade (7) aborto (7) certeza (7) meditação transcendental (7) mentira (7) pacto (7) parábolas (7) purgatório (7) quimbanda (7) umbanda (7) 1 João (6) Palavra da Fé (6) arca de Noé (6) demônios (6) espírito (6) eucaristia (6) filhos de Deus (6) fé x razão (6) genealogia (6) juízo investigativo (6) nascer de novo (6) não-crentes (6) perdão (6) religiões (6) sacri­fício (6) sola scriptura (6) vida eterna (6) Caim (5) Ciência Cristã (5) Cântico dos Cânticos (5) Dia do Senhor (5) Downloads (5) Eliseu (5) Esdras (5) Ester (5) Filipenses (5) Kirk Cameron (5) Missões (5) Mitologia (5) NT (5) Ray Comfort (5) Saul (5) Testemunhos (5) adoração (5) arcanjo Miguel (5) ascensão (5) casamento (5) orixás (5) perder (5) poligamia (5) politeísmo (5) seitas diversas (5) sofrimento (5) templo (5) traduções (5) Alcorão (4) Criacionismo (4) Gálatas (4) Joel (4) Jonas (4) João Batista (4) Judas irmão de Tiago (4) Livros (4) Neemias (4) arrependimento (4) divórcio (4) fim do mundo (4) galardão (4) indulgências (4) novo nascimento (4) ocultismo (4) santos (4) suicídio (4) 1 Tessalonicenses (3) 2 Coríntios (3) 2 Pedro (3) Alá (3) Filemom (3) Isaque (3) Judas Iscariotes (3) Justificação (3) Melquisedeque (3) Oséias (3) Paulo Sérgio de Araújo (3) Pentecostes (3) Sacramentos (3) Tito (3) agnosticismo (3) batismo pelos mortos (3) benção (3) besta (3) bramanismo (3) carne (3) cristianismo (3) dons (3) ecumenismo (3) escravidão (3) exclusivismo (3) feitiçaria (3) filosofia (3) livre arbítrio (3) meninos de Deus (3) oração pelos mortos (3) pan­teísmo (3) pena capital (3) pentecostalismo (3) politeísta (3) refeição noturna (3) regeneração (3) relíquias (3) santuário celestial (3) segurança (3) sexo (3) taoísmo (3) testemunho Adventista (3) videos testemunhas de Jeová (3) 2 João (2) 2 Tessalonicenses (2) Ageu (2) Amós (2) Autor (2) C. S. Lewis (2) Egito (2) Enoque (2) Golias (2) Habacuque (2) Humor (2) ICP (2) King James (2) Lázaro (2) Lúcifer (2) Malaquias (2) Obadias (2) Paul Washer (2) Paz (2) Pergunta do Leitor (2) Páscoa (2) Rute (2) Sansão (2) São Jorge (2) Tim Conway (2) Unidade Pentecostal (2) William Lane Craig (2) adultério (2) amigos (2) apóstolos (2) arca da aliança (2) astrologia (2) batismo (2) bebidas alcoólicas (2) charlatão (2) comunismo (2) conversão (2) crianças (2) cristãos (2) curar (2) dispensação (2) estaca (2) estado intermediário (2) extrema-unção (2) família (2) grande tribulação (2) hare krishina (2) hedonismo (2) igreja messiânica mundial (2) incesto (2) jejum (2) línguas (2) maldição (2) maçonaria (2) missa (2) mulher (2) onipresença (2) onisciência (2) paganismo (2) primogênito (2) teologia (2) testemunho TJ (2) transubstanciação (2) unicismo (2) vidente (2) 2 Ti­móteo (1) 3 João (1) Abba (1) Adolf Hitler (1) Anjo do Senhor (1) Anticristo (1) Antigo Testamento (1) Arminianismo (1) Benny Hinn (1) Biblia na Linguagem de Hoje (1) Bruxaria (1) Cabala (1) Ceticismo (1) Charles Haddon Spurgeon (1) Congregação Cristã no Brasil (CCB) (1) Código Da Vinci (1) Dalai Lama (1) Debates (1) Dia da Expiação (1) Eli (1) Estêvão (1) Festa dos Tabernáculos (1) Freud (1) Gamaliel (1) Hiper-Calvinismo (1) Igreja da Unificação (1) J. G. Bellet (1) J. H. Smith (1) Jerusalém (1) John Piper (1) Josefo (1) Labão (1) Lamentações (1) Leviatã (1) Lutero (1) Manuscritos do Mar Morto (1) Mardoqueu (1) Maria Madalena (1) Miquéias (1) Moral (1) Mordechai (1) NVI (1) Naum (1) Novo Testamento (1) Programas (1) R.C. Sproul (1) Reforma (1) Relativismo (1) Septuaginta (1) Sofonias (1) Sócrates (1) Terra Santa (1) Teísmo (1) Tomás de Aquino (1) Vodu (1) Wicca (1) Zacarias (1) Zeitgeist (1) acepção (1) ahmadi (1) aniversário (1) blasfemar (1) cabelo (1) carnaval (1) circuncisão (1) cobiçar (1) confucionismo (1) costume (1) cronologia (1) cruz (1) cultura (1) denominação (1) deísmo (1) dilúvio (1) esposa (1) essênios (1) falun dafa (1) falun gong (1) fariseus (1) feng shui (1) fé mundial bahá'í (1) hades (1) história mormonismo (1) história testemunhas de Jeová (1) holocausto (1) humanidade (1) igreja da unificação (moonistas) (1) incredulidade (1) jainismo (1) jardim do Éden (1) ju (1) julgamento (1) karma (1) lepra (1) mahikari (1) maniqueísmo (1) mel (1) milênio (1) modalismo (1) monoteísmo (1) médium (1) onipotência (1) perfect liberty (1) placebo (1) profeta (1) profissão (1) psicanálise (1) purim (1) responsabilidade (1) sac (1) saduceus (1) santificação (1) santuário (1) seicho-no-iê (1) sheol (1) sikhismo (1) sincretismo (1) soberania (1) superstição (1) tabernáculo (1) teofania (1) torre de Babel (1) transfiguração (1) tártaro (1) unitarismo (1) vida (1) videos mormonismo (1) véu (1) vício (1) xintoísmo (1) yoga (1) zoroastrismo (1)

Menu

Postagens populares

Top 10 do Mês

O Arrebatamento será rápido como um relâmpago?

"...como o relâmpago..."  (Mt 24:27) Já ouviu alguém ensinando isso? O arrebatamento será num abrir e fechar de olhos, rápido...

Top 10 Geral