Bramanismo


Apesar da escassez de dados confiáveis para pesquisa, os historiadores citam a Índia como berço do Bramanismo, uma das mais antigas religiões. A doutrina bramânica, nos seus primórdios, compunha-se de postulados esparsos, sem qualquer ordenação e era transmitida oralmente através de cânticos.

Cerca de 14 séculos a.C., um sábio brâmane recebeu o nome de Vyasa (compilador) por seu trabalho, e ordenou adequadamente a religião brâmane. A sua fixação, entretanto, só ocorreu por ocasião do surgimento da escrita na Índia, entre os séculos IX e VIII a.C.

Os ensinamentos védicos, escritos em sânscrito, passaram a constituir os Vedas ou Livros do Conhecimento Sagrado, a obra religiosa mais antiga de que se tem notícia. Rigveda, o mais conhecido dentre eles, consta de hinos de aparência simplesmente devocional, mas que encobrem o segredo da Criação. Apenas os sacerdotes e iniciados distinguiam a verdade escondida sob o véu das alegorias.


O Bramanismo, também conhecido por Induísmo, exotericamente desenvolveu-se, sofreu modificações, foi adulterado e, com o passar dos tempos, entrou em decadência, como é usual acontecer com as religiões. A sua essência, no entanto, continua inalterada e preservada pelos Mistérios, em santuários da Índia. A doutrina original pode ser resumida em Cinco Princípios, dos quais decorrem as demais diretrizes:

1 - Um Deus Único com Tríplice Manifestação (Trindade Divina). "O Ser Supremo se imola a Si próprio e Se divide para produzir a Vida Universal".

2 - A Natureza Eterna do Mundo "Ele sempre foi e sempre será. O mundo e os seres saídos de Deus voltam a Ele por uma evolução constante".

3 - A Reencarnação "Há uma parte imortal do homem que é aquela, ó Agni, que cumpre aquecer com teus raios, inflamar com teus fogos. De onde nasceu a Alma? Umas vêm para nós e daqui partem, outras partem e tornam a voltar".

4 - O Carma "Se vos entregardes aos vossos desejos, só fareis condenar-vos a contrair, ao morrerdes, novas ligações com outros corpos e outros mundos".

5 - O Nirvana "Estado de não desejo". O mais puro e íntegro da alma, livrando-a em definitivo da roda das encarnações. Considerado o coroamento da Perfeição. As Escolas Iniciáticas demonstravam cabalmente, na teoria e na prática, a relevância de alcançar o Nirvana, para se chegar a Deus. Para atingir essa condição, o Ego precisa se libertar de todos os desejos, mesmo os originados de sentimentos bons e altruístas. O Nirvana é um estado de consciência tão íntegro que toda doação é prestada naturalmente e não em decorrência de inclinação sentimental.

As Castas

Supõe-se que não faziam parte do corpo doutrinário original.
Apesar de ser um preceito bastante antigo, parece constituir um adendo incluído em remotas épocas, pela mão imperfeita do ser humano. Prega a divisão em castas como conseqüência do Carma, pela qual o indivíduo por comportamento de vidas anteriores, renasce em determinada posição social, sofrendo efeitos decorrentes dessa circunstância. Tal proposição, rejeitada pela maioria dos reformadores do bramanismo, conforma uma tese a ser discutida, demonstrando a pequenez do ser humano, razão pela qual deve ser extinta, pois existem inúmeras maneiras de a Lei ser exercida, sem o agravamento maior imposto pela sociedade. A aceitação da divisão em castas significaria o mesmo que aprovar a escravidão, já que seriam escravos apenas os que construíram, em vidas passadas, as causas que ocasionaram esse efeito. Fica exposta a tese para que cada um escolha a que mais lhe esteja de acordo.

Conforme ensinado sigilosamente nos santuários, Agni, o fogo, é o símbolo do Eterno Masculino ou Espírito Criador. Soma, o licor do sacrifício, é o símbolo do Eterno Feminino, Alma do Mundo, Substância Etérea. Em Sua união perfeita, esses dois Princípios Essenciais do Universo, essa dualidade, constituem o Ser Supremo - Zians, ou seja, Deus.

O céu, o inferno e o processo de vidas sucessivas, regulamentados pelas leis de Manu, constam do Manava-Darma-Sastra, ou Livro das Leis, com especial sistema de sanções. Nele, o inferno, denominado de Naraca, é apresentado como forma de planos, vinte e um dos quais são particularmente descritos. Para o povo, mostravam-no simbolicamente, como todas as religiões, como sendo local tenebroso de trevas e tormentos, onde o fogo que purifica,queimava os maus. O céu também é classificado em planos na doutrina secreta, e era designado por Svarga.

Como o inferno, consiste em estados de consciência, difícil de ser compreendido mesmo pelos maiores conhecedores do assunto. Por isso, popularmente explicavam-no como um jardim de delícias, com a luz brilhando perpetuamente, onde os bons gozavam de bem-aventurança. Esses simbolismos, como todos os outros, tomados ao pé da letra, desfiguraram o verdadeiro pensamento, mostrado exclusivamente nas Escolas Iniciáticas. A massa, familiarizada apenas com as exterioridades, manteve esses conceitos desvirtuados, forma com que chegaram aos tempos de hoje, vez que a Verdade sempre permaneceu no hermetismo da doutrina. Outros Livros Sagrados complementam o acervo religioso da Índia.

Os Brâmanas, comentários sobre os Vedas, delineiam uma fase da modificação da primitiva doutrina. Os Upanixades, significando literalmente Sentar-se sob um Mestre, revelam período diverso de alteração dessa religião. Os ensinamentos neles contidos, antes de serem fixados pela escrita, eram transmitidos secreta e oralmente pelos sacerdotes que os consideravam demasiado sagrados para serem conhecidos por leigos. Posteriormente, quando transformados em Livros, continuaram reservados exclusivamente aos que tinham acesso aos Mistérios. Constituem a base da moderna filosofia hindu. Eis uma das mais poéticas pregações de Amor, contidas nos Vedas e repetidas com outras palavras em todas as religiões: "Sê, para teu inimigo, o que é a terra que recompensa com fartas colheitas o lavrador que lhe rasga o seio. Sê, para aquele que te aflige, o que é o sândalo, que perfuma o machado do lenhador que o corta".


A Grande Renovação do Bramanismo

Quando os ensinamentos védicos foram completamente esquecidos pelo povo e, em seu lugar surgiram as grandes aviltações da idéia-mãe, um iniciado com o nome de Krishna, criado por ascetas que viviam retirados junto ao Himalaia, saindo de seu isolamento, renovou a religião primitiva. A história de sua vida e os princípios por ele defendidos são conservados até hoje em Livros Sagrados, nos santuários do sul do Industão. Como Jesus, Krishna, acompanhado de discípulos, saiu a pregar pelas vilas e cidades, sacrificando-se para implantar a doutrina. Alguns historiadores atribuem a ele a autoria de dois Livros Sagrados da coleção religiosa da Índia: Ramaiana e Maabárata. Outros, por falta de comprovação efetiva, julgaram mais prudente reputá-los como de autor desconhecido.

Ramaiana significa As Aventuras de Rama e relata em cerca de vinte e quatro mil estâncias, as façanhas do deus Vishnu, o Preservador, quando em sua sétima encarnação apareceu como o príncipe Rama, para salvar a humanidade. Maabárata, ou A Grande História dos Irmãos, narra os acontecimentos de outra encarnação de Vishnu, como Críxena. São de difícil entendimento, expondo tanto a doutrina, quanto acontecimentos históricos do país. O Maabárata ficou famoso e até hoje é consultado, mesmo fora da Índia, devido ao relato do 18º dia de uma batalha, durante o qual o general Arjuna discute com seu cocheiro Críxena o significado da vida e da morte. Tal narrativa é conhecida como Bhagavad-Gita, ou A Sublime Canção da Imortalidade. Mahatma Gandhi dizia que quando as decepções o avassalavam e não conseguia vislumbrar nenhum raio de luz, recorria ao Bhagavad-Gita, único bálsamo para suas desesperanças. Krishna, além de renovar os princípíos védicos, emprestando-lhes uma cara nova, poética e mais atualizada para a ocasião, falava aos discípulos de sua missão, aconselhando-os a guardar silêncio sobre as Verdades aprendidas com ele: "Revelei-vos os grandes segredos. Não os digais senão àqueles que os podem compreender. Sois os meus eleitos: vedes o alvo; a multidão só descortina uma ponta do caminho." Por essas palavras fica compreendido que, desde então, já os Mestrespregavam simbolicamente ao povo, reservando a poucos escolhidos os segredos dos Mistérios. As pregações populares de Jesus se assemelham muito as de Krishna. Eis apenas duas delas, para mostrar tal similaridade: "Se conviveres com os bons, teus exemplos serão inúteis; não receeis habitar entre os maus, para os reconduzir ao bem".

Quando os fariseus criticavam Jesus por comer com os publicanos e pecadores, Ele disse: "Não são os homens de boa saúde que necessitam de médico, mas sim os enfermos. Não vim chamar à conversão os justos, mas sim os pecadores." - "As obras inspiradas pelo amor de nossos semelhantes, são as que mais pesarão na balança celeste." Esta máxima representa o "Amai-vos uns aos outros", de Jesus (Assim pensa o autor do texto).  Todos os ensinamentos de Krishna traduzem nada mais do que os fundamentos védicos, e ponderados e meditados, podem trazer luz à alma, permitindo ao homem encontrar o caminho adequado para seu crescimento espiritual. Krishna forneceu a resposta mais sábia à pergunta constante e milenar dos que reclamam a elucidação da Essência e dos Desígnios de Deus: "Só o Infinito pode compreender o Infinito. Somente Deus pode compreender Deus". Selando sua Obra com o próprio sangue, deixou a Terra, legando à Índia a mais bela e verídica concepção do Universo e da Vida. Nesse ideal superior ela se manteve durante milhares de anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguir por Email

Irmãos

Marcadores

dificuldades bíblicas (952) Norman Geisler (837) Thomas Howe (770) Deus (204) Testemunhas de Jeová (171) Bíblia (137) Catolicismo (110) Don Stewart (107) Salvação (99) Jesus Cristo (92) Mateus (91) Evangelismo (90) Gênesis (87) Adventismo (80) David A. Reed (71) Ron Rhodes (67) João (64) divindade de Jesus (64) Atributos de Deus (60) Apologética (49) idolatria (47) Êxodo (47) Salmos (46) mariolatria (44) Deuteronômio (42) pecado (42) trindade (42) ressurreição (40) Espiritismo (38) Lucas (38) Mario Persona (38) Moisés (37) Islamismo (34) sono da alma (34) 1 Samuel (33) profecias (33) sábado (33) 1 Coríntios (32) Números (32) seitas orientais (32) videos (31) seitas e heresias (30) HQ (29) Paulo (29) tradução do novo mundo (29) Maria (28) céu (27) Mormonismo (26) Atos (25) Isaías (25) ciência (25) história (25) inferno (25) aniquilacionismo (24) 2 Reis (23) Davi (23) escatologia (23) reencarnação (23) Espírito Santo (22) Videos Evangelismo (22) mal (22) oração (22) Hebreus (21) existência de Deus (21) mandamentos (21) apocalipse (20) imortalidade da alma (20) 2 Samuel (19) (19) Marcos (19) Romanos (19) morte (19) Abraão (18) Eclesiastes (18) Ateísmo (17) Israel (17) Josué (17) Lei (17) Provérbios (17) boas obras (17) 1 Reis (16) Discipulado (16) Evolucionismo (16) Levítico (16) falsos profetas (16) 2 Crônicas (15) Homossexualismo (15) Matt Slick (15) Ufologia (15) evangelho (15) imagens (15) vinda de Cristo (15) Ezequiel (14) Jeremias (14) Juízes (14) alma (14) apócrifos (14) Salomão (13) milagres (13) sociedade torre de vigia (13) Adão (12) (12) Homem (12) Satanás (12) anjos (12) corpo (12) força ativa (12) igreja (12) tradição (12) 1 Crônicas (11) Maomé (11) Messias (11) criação (11) 144 mil (10) Colossenses (10) Daniel (10) arqueologia (10) arrebatamento (10) consulta aos mortos (10) dinheiro (10) nova era (10) paraíso terrestre (10) universalismo (10) At (9) Ellen G. White (9) Jacó (9) Pai (9) Teologia da Prosperidade (9) Tiago (9) eleição (9) nome Jeová (9) Elias (8) Hinduísmo (8) Judaísmo (8) ceia do Senhor (8) crucificação (8) diabo (8) graça (8) macumba (8) predestinação (8) teodicéia (8) transfusão de sangue (8) 1 Pedro (7) 1 Ti­móteo (7) Budismo (7) Bíblia Apologética (7) Efésios (7) Eva (7) Israel x Igreja (7) Papa (7) Pedro (7) Verdade (7) aborto (7) certeza (7) meditação transcendental (7) mentira (7) pacto (7) parábolas (7) purgatório (7) quimbanda (7) umbanda (7) 1 João (6) Palavra da Fé (6) arca de Noé (6) demônios (6) espírito (6) eucaristia (6) filhos de Deus (6) fé x razão (6) genealogia (6) juízo investigativo (6) nascer de novo (6) não-crentes (6) perdão (6) religiões (6) sacri­fício (6) sola scriptura (6) vida eterna (6) Caim (5) Ciência Cristã (5) Cântico dos Cânticos (5) Dia do Senhor (5) Downloads (5) Eliseu (5) Esdras (5) Ester (5) Filipenses (5) Kirk Cameron (5) Missões (5) Mitologia (5) NT (5) Ray Comfort (5) Saul (5) Testemunhos (5) adoração (5) arcanjo Miguel (5) ascensão (5) casamento (5) orixás (5) perder (5) poligamia (5) politeísmo (5) seitas diversas (5) sofrimento (5) templo (5) traduções (5) Alcorão (4) Criacionismo (4) Gálatas (4) Joel (4) Jonas (4) João Batista (4) Judas irmão de Tiago (4) Livros (4) Neemias (4) arrependimento (4) divórcio (4) fim do mundo (4) galardão (4) indulgências (4) novo nascimento (4) ocultismo (4) santos (4) suicídio (4) 1 Tessalonicenses (3) 2 Coríntios (3) 2 Pedro (3) Alá (3) Filemom (3) Isaque (3) Judas Iscariotes (3) Justificação (3) Melquisedeque (3) Oséias (3) Paulo Sérgio de Araújo (3) Pentecostes (3) Sacramentos (3) Tito (3) agnosticismo (3) batismo pelos mortos (3) benção (3) besta (3) bramanismo (3) carne (3) cristianismo (3) dons (3) ecumenismo (3) escravidão (3) exclusivismo (3) feitiçaria (3) filosofia (3) livre arbítrio (3) meninos de Deus (3) oração pelos mortos (3) pan­teísmo (3) pena capital (3) pentecostalismo (3) politeísta (3) refeição noturna (3) regeneração (3) relíquias (3) santuário celestial (3) segurança (3) sexo (3) taoísmo (3) testemunho Adventista (3) videos testemunhas de Jeová (3) 2 João (2) 2 Tessalonicenses (2) Ageu (2) Amós (2) Autor (2) C. S. Lewis (2) Egito (2) Enoque (2) Golias (2) Habacuque (2) Humor (2) ICP (2) King James (2) Lázaro (2) Lúcifer (2) Malaquias (2) Obadias (2) Paul Washer (2) Paz (2) Pergunta do Leitor (2) Páscoa (2) Rute (2) Sansão (2) São Jorge (2) Tim Conway (2) Unidade Pentecostal (2) William Lane Craig (2) adultério (2) amigos (2) apóstolos (2) arca da aliança (2) astrologia (2) batismo (2) bebidas alcoólicas (2) charlatão (2) comunismo (2) conversão (2) crianças (2) cristãos (2) curar (2) dispensação (2) estaca (2) estado intermediário (2) extrema-unção (2) família (2) grande tribulação (2) hare krishina (2) hedonismo (2) igreja messiânica mundial (2) incesto (2) jejum (2) línguas (2) maldição (2) maçonaria (2) missa (2) mulher (2) onipresença (2) onisciência (2) paganismo (2) primogênito (2) teologia (2) testemunho TJ (2) transubstanciação (2) unicismo (2) vidente (2) 2 Ti­móteo (1) 3 João (1) Abba (1) Adolf Hitler (1) Anjo do Senhor (1) Anticristo (1) Antigo Testamento (1) Arminianismo (1) Benny Hinn (1) Biblia na Linguagem de Hoje (1) Bruxaria (1) Cabala (1) Ceticismo (1) Charles Haddon Spurgeon (1) Congregação Cristã no Brasil (CCB) (1) Código Da Vinci (1) Dalai Lama (1) Debates (1) Dia da Expiação (1) Eli (1) Estêvão (1) Festa dos Tabernáculos (1) Freud (1) Gamaliel (1) Hiper-Calvinismo (1) Igreja da Unificação (1) J. G. Bellet (1) J. H. Smith (1) Jerusalém (1) John Piper (1) Josefo (1) Labão (1) Lamentações (1) Leviatã (1) Lutero (1) Manuscritos do Mar Morto (1) Mardoqueu (1) Maria Madalena (1) Miquéias (1) Moral (1) Mordechai (1) NVI (1) Naum (1) Novo Testamento (1) Programas (1) R.C. Sproul (1) Reforma (1) Relativismo (1) Septuaginta (1) Sofonias (1) Sócrates (1) Terra Santa (1) Teísmo (1) Tomás de Aquino (1) Vodu (1) Wicca (1) Zacarias (1) Zeitgeist (1) acepção (1) ahmadi (1) aniversário (1) blasfemar (1) cabelo (1) carnaval (1) circuncisão (1) cobiçar (1) confucionismo (1) costume (1) cronologia (1) cruz (1) cultura (1) denominação (1) deísmo (1) dilúvio (1) esposa (1) essênios (1) falun dafa (1) falun gong (1) fariseus (1) feng shui (1) fé mundial bahá'í (1) hades (1) história mormonismo (1) história testemunhas de Jeová (1) holocausto (1) humanidade (1) igreja da unificação (moonistas) (1) incredulidade (1) jainismo (1) jardim do Éden (1) ju (1) julgamento (1) karma (1) lepra (1) mahikari (1) maniqueísmo (1) mel (1) milênio (1) modalismo (1) monoteísmo (1) médium (1) onipotência (1) perfect liberty (1) placebo (1) profeta (1) profissão (1) psicanálise (1) purim (1) responsabilidade (1) sac (1) saduceus (1) santificação (1) santuário (1) seicho-no-iê (1) sheol (1) sikhismo (1) sincretismo (1) soberania (1) superstição (1) tabernáculo (1) teofania (1) torre de Babel (1) transfiguração (1) tártaro (1) unitarismo (1) vida (1) videos mormonismo (1) véu (1) vício (1) xintoísmo (1) yoga (1) zoroastrismo (1)

Menu

Postagens populares

Top 10 do Mês

O Arrebatamento será rápido como um relâmpago?

"...como o relâmpago..."  (Mt 24:27) Já ouviu alguém ensinando isso? O arrebatamento será num abrir e fechar de olhos, rápido...

Top 10 Geral