10 Perguntas que os Adventistas precisam responder

Muitas pessoas passam a vida inteira dentro duma religião, filosofia ou credo sem ao menos perguntar se realmente estão seguindo o caminho certo. Foi assim que a Igreja Católica conseguiu manter cativo nas cadeias da ignorância religiosa as pessoas na Idade Média, até que finalmente chegou o iluminismo da Reforma libertando-as das garras da ignorância.

Uma das mais nobres faculdades que Deus dotou o ser humano foi o seu raciocínio então devemos coloca-lo para funcionar. Devemos fazer perguntas, indagar e não aceitar nada que nos é oferecido sem que passe pelo crivo da lógica. E se tratando de religião, devemos ter mais cuidado ainda, caso contrário correremos o risco de estarmos nos afastando dos caminhos de Deus.

Você amigo adventista foi ensinado que o sábado é a "pedra de toque" (O Grande Conflito pág. 611) da fidelidade para com Deus. O sábado se destaca tanto nos ensinos do adventismo que Ellen G. White chega a dizer que:


"Santificar o sábado ao Senhor importa em salvação eterna" (Testemunhos Seletos, vol. III, p. 23 - 2ª edição, 1956). 

Pois bem, gostaria que você raciocinasse um pouco sobre este assunto meditando nestas perguntas logo abaixo:

1. Se o sábado é tão importante, porque então não há um mandamento sequer para guardá-lo desde Adão até Moisés?

2. Se o sábado não era somente para o judeu, então porque Deus diz que era um sinal entre Deus e Israel somente? (leia Ezequiel 20:12,20).

3. Se o sábado existia desde o Éden, então porque Deus diz que ele foi dado no deserto?

4. Se o sábado tem força de lei para a igreja, então porque nunca vimos a igreja primitiva se reunir no sábado, mas sempre no 1º dia da semana? ( leia Atos 20:7 e I Corintios 16:2).

5. Se o sábado se revesti de tamanha importância, então porque Jesus não realizou sua maior obra nele - a ressurreição.

6. Se o sábado era assim de tamanha importância, então porque os evangelistas registram sempre as aparições no 1º dia da semana e não no sétimo? (leia Mateus 28:1; Marcos 16:1; Lucas 24:1 e João 20:1).

7. Porque após a morte dos apóstolos a igreja continuou se reunindo aos domingo e não no sábado?

8. Porque nesta época a história registra que o sábado era guardado somente por seitas do judeu-cristianismo?

9. Porque Homens de Deus como Lutero, Calvino, Wesley, Moody, Finey e tantos outros, citados por Ellen White, guardaram o domingo e não o sábado?

10. Se o sábado fosse parte de uma lei moral poderia uma lei cerimonial quebranta-lo, como era o caso da circuncisão? (leia João 7:22,23)

Ai está amigo adventista, espero que medite nisto com um coração sincero em oração. Portanto, se souber que esteve errado até agora estará disposto a mudar? Pense nisso!


Prof. João Flávio Martinez - CACP

62 comentários:

Emerson Castro disse...

nenhuma destas perguntas tem fundamento logico basta para isso estudar um pouco mais a biblia que verá claramente que estas perguntas não tem sentido
pois em lugar algum a biblia ordena guardar o primeiro dia da semana e o sabado é o unico dia da semana que tem o nome diferente desde a criação

Hélio S.Júnior disse...

Olá Emerson, sugiro que leia os artigos abaixo, para uma melhor compreensão a respeito do Sábado e do nosso verdadeiro descanso que na realidade é o próprio SENHOR Jesus Cristo (Colossenses 2.16):

Por que guardo o Domingo e não o Sábado? Respondendo os Adventistas

SÁBADO - 20 Questões Adventistas Refutadas

DOMINGO - Dia do Senhor ou Dia do Sol?

Entrevista com o Apóstolo Paulo a um Judaizante, Sabatista e Legalista

A Bíblia Não Diz Que Jesus Veio Cumprir a Lei em Nosso Lugar

Só 9 Mandamentos?

O sábado foi instituído por causa do descanso de Deus em relação à criação, ou por causa da libertação do Egito que ele deu a Israel? Deuteronômio 5:15

10 Perguntas que os Adventistas precisam responder

Domingo o dia que o SENHOR fez!

Ninguém Vos Julgue pelos Sábados - Colossenses 2.16

Por que os cristãos fazem culto no domingo, já que o mandamento separa o dia de sábado como o dia para o culto a Deus? Êxodo 20:8-11

Úbener disse...

(1. Se o sábado é tão importante, porque então não há um mandamento sequer para guardá-lo desde Adão até Moisés?)
gen 26;5 DE ADÃO ATÉ MOISÉS NÃO HAVIA ESCRITA, TAMPOUCO REGISTROS HISTÓRICOS. PORTANTO, COMO VOCÊ PODE VER NO TEXTO CITADO DEUS TRANSMITIU VERBALMENTE SUAS LEIS PARA ABRAÃO, NÃO SÓ O SÁBADO MAS TODOS OS 10 MANDAMENTOS.

Úbener disse...

(2. Se o sábado não era somente para o judeu, então porque Deus diz que era um sinal entre Deus e Israel somente? (leia Ezequiel 20:12,20).)
NOBRE AMIGO; ISRAELITA SIGNIFICA "AQUELE QUE VENCEU, VENCEDOR" QUANDO VOCÊ LÊ ISRAEL NA BÍBLIA, FICA LIMITADO ÀQUELE POVO HEBREU. MAS, EM GAL 3;29 VEMOS QUE O VERDADEIRO ISRAELITA É AQUELE QUE É CRISTÃO; ISRAEL É O NOME QUE DEUS ESCOLHEU PARA O SEU POVO. VEJA SÓ, QUAL É O NOME DA CIDADE QUE JOÃO VIU DESCER DO CÉU APO 21;2? O NOME DELA É NOVA JERUSALÉM, QUEM MORAR LÁ SERÁ.........
SE VOCÊ DISSE ISRAELITA PARABÉNS ACERTOU
A SÍNTESE É QUE O POVO DE DEUS É ISRAEL E SEMPRE SERÁ, MAS NÃO GEOGRAFICA OU ETNICAMENTE, MAS PELA FÉ.

Hélio S.Júnior disse...

Paz Amigo Úbener!

PERGUNTA N°1

Veja a besteira que você disse, para justificar o não aparecimento do mandamento do sábado antes de Moisés:

DE ADÃO ATÉ MOISÉS NÃO HAVIA ESCRITA,TAMPOUCO REGISTROS HISTÓRICOS.

Poxa, você nunca leu Gênesis? Não está escrito na Bíblia sobre os atos de pessoas como Adão, Eva, Enoque Noé, Abraão, Jacó, José???? Ou você acha que o que está relatado em Gênesis, através da Revelação de Deus, não são registros históricos?

Agora veja como você força um texto a dizer o que ele não diz:

COMO VOCÊ PODE VER NO TEXTO CITADO DEUS TRANSMITIU VERBALMENTE SUAS LEIS PARA ABRAÃO, NÃO SÓ O SÁBADO MAS TODOS OS 10 MANDAMENTOS.

Diz o versículo:

“Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.” (Gn 26.5)

Adventistas do Sétimo dia pensam da seguinte maneira: Afirmam que Abrão ouviu a voz de Deus e guardou os seus mandamentos (preceitos). Logo, teria guardado o sábado.

Caro Amigo, o texto não declara em parte alguma que esses preceitos ou estatutos fossem os Dez Mandamentos, visto que a lei foi dada 430 anos depois de Abraão. Caso contrário, teríamos que admitir que Paulo teria errado em sua afirmação e que estava totalmente errado quanto ao seu entendimento da origem da Lei nas Escrituras.

“Mas digo isto: Que tendo sido a aliança anteriormente confirmada por Deus em Cristo, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não a invalida, de forma a abolir a promessa.” (Gl. 3.17)

Mas então fica a pergunta: Que preceitos ou leis Abraão guardou? Vejamos:

- Obedeceu a Deus quando o senhor lhe pediu para que saísse da terra dos seus pais (Gn 12.1; At 7.1-4).

- Obedeceu a Deus quando o Senhor lhe pediu para que andasse em sua presença e fosse perfeito (17.1,2).

- Obedeceu a Deus quando o Senhor lhe pediu para que guardasse o concerto da circuncisão (Gn 17.9-11).

- Obedeceu a Deus quando o Senhor lhe pediu para que ouvisse sua mulher Sara e mandasse Agar, a serva, sair de sua casa (Gn 21.12).

- Obedeceu a Deus quando o Senhor lhe pediu para que oferecesse seu filho Isaque em Sacrifício (Gn 22.2).

- E obedeceu a Deus quando o Senhor lhe pediu para que permanecesse na terra que haveria de lhe indicar (Gn 26.2,3)

Paulo ensina:

"[...] aprendais a não ir além do que está escrito, [...]" (I Coríntios 4 : 6)

Com seria bom, nobre amigo, se os Adventistas usassem esse simples principio hermenêutico ao invés de basear suas interpretações bíblicas conforme as doutrinas ensinadas pela, sincera mas errada, Sr Ellen G. White.

Hélio S.Júnior disse...

PERGUNTA N°2

Caro Amigo, não podemos confundir Israel com Igreja e temos que saber separar as coisas. Há muita confusão com relação a estes dois povos. Muitos interpretam erroneamente as promessas de Deus para Israel, como se fossem para a igreja (assim como várias passagens dos evangelhos, relativas a Israel e não à igreja, como Mateus 24) e tem muitas igrejas evangélicas pregando práticas e doutrinas do A.T., aos crentes neotestamentários!

Devemos saber que apesar de haver muita semelhança entre ambos, também há grandes e importantes diferenças.

A IGREJA NÃO É O ISRAEL DE DEUS!

A igreja NÃO EXISTIA no AT porque teve início em Atos 2 e foi um mistério até Paulo receber a revelação. A questão é o corpo de Cristo, e os judeus não fazem parte do corpo de Cristo com tais, nem no Antigo Testamento, nem no Novo Testamento. No momento em que um judeu, como Paulo ou Pedro, se converte a Jesus, ele já não é mais identificado por Deus como pertencente ao povo de Israel, mas como membro do corpo de Cristo. Aos judeus convertidos a Cristo que teimavam em se apegar à sua identidade anterior o livro de Hebreus fala das coisas melhores e mais elevadas concernentes à igreja. Uma outra passagem ajuda a entender o caráter distinto da igreja nos dias de hoje:

“Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus , nem aos gregos, nem à igreja de Deus.” (1 Co 10:32)

Deus reconhece aí três grupos de pessoas: JUDEUS, GREGOS (GENTIOS) E IGREJA DE DEUS. Se os judeus fossem a igreja, o que estariam fazendo nessa lista? Existe uma distinção entre cada grupo.

A falta de compreensão do que seja o corpo de Cristo (a igreja) leva a esse tipo de confusão. Misturar Israel e Igreja é um erro normalmente encontrado em algumas correntes do protestantismo e no catolicismo, e isso ajudou a estimular a perseguição dos judeus durante a Inquisição e também nas épocas seguintes. O raciocínio dos perseguidores era simples: Se as promessas do Antigo Testamento são para a igreja, considerando esta como a continuação do judaísmo, então aqueles judeus que não são hoje cristãos não têm qualquer parte nas promessas e podem ser descartados.

A trajetória da Igreja neste mundo tem começo, meio e fim. Ela começa em Pentecostes, é edificada sobre o fundamento dos apóstolos e profetas (do Novo Testamento), portanto não é algo do Antigo Testamento, e termina quando chegar a plenitude dos gentios. Aí Deus encerra seu tratamento com a Igreja, que é tirada da terra (arrebatamento), e volta a tratar com os judeus que, no seu aspecto de povo de Deus, que no momento encontra-se, por assim dizer, "no gelo":

"Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. E, assim, todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades". Rom 11:25-26

Veja agora um exemplo da confusão Adventista que ocorre ao não diferenciar ISRAEL da IGREJA na interpretação de Apocalipse 12

Veja o artigo abaixo:

Adventistas do Sétimo Dia: A “Igreja do fim” ou o Fim da Igreja?

Portanto, a igreja NÃO é o “Israel de Deus”, (ou o “Israel Espiritual”) como muitos pastores, equivocadamente, pregam por aí...

Antes da cruz, o mundo se dividia em 2 classes (judeus e gentios); depois da cruz, se divide em 3 classes (judeus, gentios e cristãos = judeus e gentios convertidos)! Quanto aos gentios que nascem de novo, pela fé em Jesus Cristo, eles também são considerados (espiritualmente) “filhos de Abraão” e também são “... geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido...” (Gl 3:6-9; 1Pe 2:9-10). Mas, isto não os torna judeus ou ISRAEL!

Paz!

Anônimo disse...

Amigo poderia te responder todas estas perguntas primárias. Mas não, vou apenas te fazer uma pergunta. Como você podê perceber o Sábado é citado inúmeras vezes na Bíblia, mas se não é o Sábado o dia do Senhor. Eu quero fazer a seguinte pergunta, me mostre NA BÍBLIA que o dia de guarda é o Domingo? Se me responder mostrando na Bíblia o seguinte texto. "O Domingo é o dia de guarda, que Deus instituiu". Eu admitirei que você esta certo. E boa sorte, já que na Bíblia antiga nem consta a palavra Domingo, e sim 8 vezes a palavra 1º dia da semana.

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Paz Sr Anônimo.
Tudo Bom!

Pergunta: Se poderia responder a estas questões “primarias”, porque não respondeu???

Em relação a sua primeira pergunta eu posso utilizar o mesmo questionamento que você:

Mostre-me no Novo Testamento um versículo onde os Apóstolos ou o Senhor Jesus ordena a guarda do Sábado aos Cristãos.

Pedi para procurar no Novo Testamento, pois como você sabe o Velho concerto, feito com placas de pedra escritas pelo dedo de Deus, foi abolido por Cristo na Cruz, ou você não sabia?

Então veja comigo:

"Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra." Romanos 7:6

Que Lei?

Paulo Responde:

"[...]Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás." Romanos 7:7

Veja o texto no contexto: Esse é 10° mandamento, certo? De que Lei fomos libertos?

A Lei mata! Mostra que somos pecadores e necessitamos de um Salvador.

Cristo Salva! Nós torna Novas Criaturas através do seu Santo Espírito! Nós capacitando para cumprir os mandamentos da Nova Aliança:

"O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória, como não será de maior glória o ministério do Espírito? 2 Coríntios 3:6-8

Veja que Paulo chama os 10 mandamentos (gravados em pedra pelo dedo de Deus) de ministério da morte e de transitório. Está muito claro.

Outra coisa que é preciso entender: "Deus" não muda, porém a sua "maneira de se relacionar" com o ser humano sim. E isso até mesmo Adventistas concordam...

Na nova aliança não é dito para guardar o Sábado, nem o Domingo.

Porém através das Escrituras vemos que o Domingo foi o dia em que a igreja nasceu, o Espírito Santo desceu, as primeiras conversões ocorreram, os primeiros batismos aconteceram, o Dia que fazia coletas, o dia que partiam o pão, o dia que Jesus Cristo ressuscitou, em patmos João teve a sua Visão, e o Salmista profetizou o dia de adoração:

“A pedra que os edificadores [sabatistas] rejeitaram tornou-se a cabeça da esquina.
Da parte do SENHOR se fez isto; maravilhoso é aos nossos olhos.
Este é o dia que fez o SENHOR; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.” Salmos 118:22-24

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Sobre a Palavra Domingo na Bíblia sugiro que leia (se estiver interessado em conhecer a verdade) a matéria abaixo:

Domingo o dia que o SENHOR fez!

Graça e Paz!

Anônimo disse...

Primeiro de tudo, me desculpe se o termo "Perguntas primárias" te ofendeu não foi minha intenção. Em relação as 10 perguntas te responderei no meu próximo comentário.
Em relação a sua pergunta "Mostre-me no Novo Testamento um versículo onde os Apóstolos ou o Senhor Jesus ordena a guarda do Sábado aos Cristãos."
Em Matheus 5:17, Jesus afirma que não veio abolir a lei ou os profetas, mas sim veio cumprir. Se quando Jesus morreu na cruz, a lei foi abolida, então Jesus cometeu um erro, pois Ele afirma que não veio abolir e, sim cumprir.
Em Matheus 5:18, Ele também afirma que até que o céu e a terra passem, nem um TIL ou um I jamais passará da Lei. Contudo, pelo que nós vimos nem o céu e muito menos a terra passou. Pelo seu ponto de vista, Jesus cometeu um erro grave, ao afirmar duas coisas, que Ele mesmo faria ao contrário.
Ainda me referindo, a esta pergunta. Não consta na Bíblia que quando Jesus morreu na cruz os Dez Mandamentos foram abolidos, pelo contrário.
Agora responderei sobre Romanos 7:6.
Em Romanos 7:7 um versiculo depois, diz assim "Que diremos, pois? É a lei pecado? De modo nenhum! Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás."
Nesse versiculo, diz claramente que precisamos da lei.
Mas, se a lei foi abolida, então podemos roubar, adulterar, matar, violar o Sábado, mentir e etc.
Pois Romanos 7:8 afirma "Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, despertou em mim toda sorte de concupiscência; porque, sem lei, está morto o pecado." E ainda, Romanos 7:12 afirma "Por conseguinte, a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom."
Espero de coração, que você faça parte da Igreja Verdadeira, que Apocalipse 12:17 fala "Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar."
E não do povo citado em Matheus 7: 22 e 23 "Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade."
Um abraço amigo!

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Anônimo: Primeiro de tudo, me desculpe se o termo "Perguntas primárias" te ofendeu não foi minha intenção.

De modo algum nobre amigo, apenas tome cuidado para não parecer soberbo, Deus despreza os que assim agem, lembre-se, estamos tratando de assuntos santos.

Outra coisa, você possui um nome?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Será que Jesus veio para pôr um fim na Lei de Moisés, amigo Anônimo?

Você está certo, Jesus disse muito explicitamente: "Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir."

Porém como você sabe, certa ocasião Jesus aprovou seus discípulos quando eles quebraram a lei dos judeus quanto ao trabalho no sábado (Mc 2:24), e o próprio Jesus aparentemente aboliu a lei cerimonial ao considerar puros todos os alimentos (Mc 7:19).

Os discípulos de Jesus rejeitaram claramente muito do que era da lei do AT, inclusive a circuncisão (At 15; Gl 5:6; 6:15). De fato, Paulo declarou: "Não estais debaixo da lei e sim da graça" (Rm 6:14), e afirmou, também, que os Dez Mandamentos, gravados em pedra, tinham sido removidos em Cristo (2 Co 3:7,14).

E Então, será que Jesus mentiu ou cometeu um erro gravíssimo ao dizer que até que o céu e a terra passem, nem um TIL ou um I jamais passará da Lei?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Na questão quanto a se a Lei de Moisés foi abolida por Cristo, a confusão se estabelece por se deixar de fazer distinção entre várias coisas.

Em primeiro lugar, há a confusão do tempo. Durante sua vida terrena, Jesus sempre guardou pessoalmente a Lei de Moisés, inclusive oferecendo sacrifícios aos sacerdotes judeus (Mt 8:4), participando das festas judias (Jo 7:10) e comendo o cordeiro pascal (Mt 26:19). De vez em quando ele violava as tradições falsas dos fariseus, que tinham sido levantadas em torno da Lei (cf. Mt 5:43-44), repreendendo-os: "Invalidastes a palavra de Deus, por causa da vossa tradição" (Mt 15:6). Os versículos que indicam que a Lei foi cumprida referem-se à situação depois da cruz, quando não há "nem judeu nem grego... porque todos vós sois um em Cristo Jesus" (Gl 3:28).

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Em segundo lugar, há uma confusão quanto a certos aspectos. Pelo menos algumas das referências (se não todas) à Lei, a respeito de elas terem sido abolidas no NT, referem-se a cerimônias e tipos do AT. Esses aspectos cerimoniais e tipológicos da Lei de Moisés foram de forma clara abolidos quando Jesus, o nosso cordeiro pascal (1 Co 5:7), cumpriu os tipos e predições da Lei quanto à sua primeira vinda (cf. Hb 7-10). Nesse sentido, Jesus claramente aboliu os aspectos cerimoniais e tipológicos da Lei, não destruindo-a, mas cumprindo-a.

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Finalmente, há uma confusão quanto ao contexto, mesmo quando as dimensões morais da Lei são discutidas. Jesus, por exemplo, não apenas cumpriu as exigências morais da Lei por nós (Rm 8:2-3), mas também o contexto nacional e teocrático no qual os princípios morais de Deus foram expressos no AT não mais se aplica aos cristãos nos dias de hoje. Por exemplo, não estamos debaixo dos mandamentos como Moisés os expressou para o povo de Israel, porque, ao serem expressos ao povo nos Dez Mandamentos, eles traziam a recompensa de que os judeus viveriam uma longa vida "na terra [da Palestina] que o Senhor, teu Deus, te dá [aos israelitas]" (Êx 20:12). Quando o princípio moral contido nesse mandamento do AT é estabelecido no NT, ele se expressa num contexto diferente,a saber, num contexto que não é nacional nem teocrático, mas pessoal e universal.

Para todas as pessoas que honram seus pais, Paulo declara que eles terão "longa vida sobre a terra" (Ef 6:3). De igual forma, os cristãos não mais estão debaixo do mandamento de Moisés para cultuarem no sábado (Êx 20:8-11), já que, depois da ressurreição, das aparições e da ascensão (as quais ocorreram todas no domingo), os cristãos cultuam no domingo em vez de no sábado (veja At 20:7; 1 Co 16:2).

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

O culto do Shabbath, declarou Paulo, era no AT apenas uma "sombra" da realidade nova que foi inaugurada por Cristo (Cl 2:16-17). Já que até mesmo os Dez Mandamentos, como tais, foram expressos dentro de um contexto nacional, judeu, teocrático, então o NT pode falar corretamente que o que estava "gravado em pedras" foi, "em Cristo, removido" (2 Co 3:7,13-14).

Entretanto, isso não significa que os princípios morais contidos nos Dez Mandamentos, que refletem a verdadeira natureza de um Deus imutável, não são mais pertinentes aos crentes nos dias de hoje. De fato, cada um dos princípios contidos nos Dez Mandamentos é restabelecido num outro contexto no NT, exceto, é claro, o mandamento para descansar e cultuar no sábado.

Os cristãos hoje não mais se acham debaixo dos Dez Mandamentos tais como foram dados por Moisés, da mesma forma como não estamos debaixo dos requisitos da Lei Mosaica de sermos circuncidados (veja At 15; Gl 3) ou de levarmos um cordeiro ao templo em Jerusalém para ser sacrificado. O fato de estarmos presos a leis morais semelhantes confia o adultério, contra a mentira, contra o roubo e contra o assassinato não prova que estamos ainda debaixo dos Dez Mandamentos, assim como o fato de haver leis de trânsito semelhantes nos diversos estados de um país não implica que um infrator da lei no estado "A" esteja sujeito à lei do estado "B".

A verdade é que aquele que violou uma lei no estado "A" não violou lei alguma do estado "B", nem muito menos está sujeito às penalidades impostas neste estado. Da mesma maneira, embora tanto o AT como o NT se pronunciem contra o adultério, a punição no entanto é diferente - a pena capital no AT (Lv 20:10) e somente a excomunhão da igreja no NT (1 Co 5:1-13), com a esperança de uma reintegração mediante o arrependimento (cf. 2 Co 2:6-8).

Graça e Paz

Anônimo disse...

Primeiramente amigo, a lei não era de Moisés. Foi a única parte da Bíblia que Deus escreveu com o seu próprio dedo.
Quanto a Marcos 2:24, é uma pergunta clássica que todos fazem, existem várias passagens na Bíblia parecida, como João 5.
Em Marcos 2:24 os discípulos colheram espigas, assim como em João, Jesus cura um paralitico. Amigo em nenhum momento a Bíblia fala que isto não é correto, pelo contrário, Deus nos deu o Sábado para descansarmos fisicamente e espiritualmente. No Sábado devemos ir a Igreja, manter nossa comunhão com Deus e também fazer o BEM aos Sábados, Jesus em sua passagem pela terra, como você sabe, sempre fez coisas boas aos Sábados.
Ora, se uma pessoa está morrendo e é Sábado, significa que não podemos leva-lá ao hospital, pois transgrediria o Sábado. De maneira nenhuma, o Sábado é para fazermos coisas boas, se uma pessoa esta doente você pode limpar a casa para ela, se alguém está doente, você pode comprar remédios para esta pessoa.
Em João, Jesus curou um paralitico, e isto não é transgredir o Sábado, Jesus fez o que se deve ser feito no Sábado. Em Marcos 2:24 é a mesma coisa, os discípulos estavam com fome e por isso colheram espigas para se alimentar. E isto é licito, uma pessoa não vai morrer de fome, porque é Sábado e ela não pode colher uma espiga para se alimentar.
Jesus disse em Marcos 3:4 "Então lhes perguntou: É licito nos sábados fazer o bem ou fazer o mal? Salvar a vida ou tirá-la? Mas eles ficaram em silêncio." E também disse em Matheus 12:12 "Ora, quanto mais vale um homem que uma ovelha? Logo, é licito nos sábados, fazer o bem."
Em Marcos 7:19 Jesus usa uma parábola amigo, ele não esta se referindo aos alimentos reais, ele esta apenas usando o contexto dos alimentos, para mostrar que de dentro do homem sai as coisas más, porque como diz Marcos 7:20 e 21, o que sai do homem é o que contamina, porque de dentro do coração dos homens é que procedem os maus desígnios. Se Jesus tivesse purificado todos os alimentos não teria sentido o que diz I Coríntios 10:31 " Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus."
Quando Jesus morreu na cruz, não foi a lei moral (Lei de Deus) que foi abolida e sim a lei cerimonial (Lei de Moisés).
Os rituais cerimoniais que Deus estabeleceu, simbolizava o evangelho para eles (judeus), e compunha-se de ordenanças como: ofertas diversas, holocaustos, abluções, sacrifícios, circuncisão, dias anuais de festas específicas e deveres sacerdotais.
A lei moral essa sim é eterna. (Isaías 56:1 a 8 e Eclesiastes 12:13 e 14).
Em Efésios 6:2 diz "Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa..." - Paulo adverti a observar esse mandamento, no entanto, seria ilógico observá-lo, já que os Dez Mandamentos, foram "desfeitos", você não acha?

Acerca da lei moral e a lei cerimonial. Se tiver o interesse de conhecer a verdade, recomendo que leia a seguinte matéria: http://www.jesusvoltara.com.br/selo/distintas.htm

E Então, será que Jesus mentiu ou cometeu um erro gravíssimo ao dizer que até que o céu e a terra passem, nem um TIL ou um I jamais passará da Lei?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Ora, se uma pessoa está morrendo e é Sábado, significa que não podemos leva-lá ao hospital, pois transgrediria o Sábado. De maneira nenhuma, o Sábado é para fazermos coisas boas, se uma pessoa esta doente você pode limpar a casa para ela, se alguém está doente, você pode comprar remédios para esta pessoa.

Veja a incoerência: Você guarda o sábado enquanto outras pessoas trabalham para que você possa usufruir do Sábado?

- Médico pode trabalhar no Sábado?

- Você pode fazer trabalhos no Sábado se for para outra pessoa?

- Motoristas e Cobradores que transportam você até Igreja podem trabalhar no Sábado?

- A Farmácia pode estar aberta nos Sábados?

- Todos os que trabalham no Sábado para o beneficio da sociedade e Adventistas não precisam guardar o Sábado?

- Ou eles deveriam ser apedrejados como manda a Lei?

O quarto mandamento diz que:

"Guarda o dia de sábado, para o santificar, como te ordenou o SENHOR teu Deus.
Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho.
Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás NENHUM trabalho nele, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas; para que o teu servo e a tua serva descansem como tu;
Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido; por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado.

Deuteronômio 5:12-15

Perguntas:

- Segundo o versículo acima porque Deus mandou lembrar do Sábado?

- Você foi Escravo no Egito?

- Você trabalha 6 dias como manda o mandamento ou folga no Sábado e no Domingo?

- Você apedreja aqueles que não guardam o sábado ou o sábado só era possível guardar numa Teocracia?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Em Efésios 6:2 diz "Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa..." - Paulo adverti a observar esse mandamento, no entanto, seria ilógico observá-lo, já que os Dez Mandamentos, foram "desfeitos", você não acha?

Você não leu o que escrevi, leu?

Acerca da lei moral e a lei cerimonial.

A separação que você faz NÃO é Bíblica. A lei das tábuas de pedra [Os 10 Mandamentos] não é a “lei moral”. Paulo a chama “ministério da morte”.

“Deus (...) nos fez também capazes de ser ministros dum Novo Testamento, não da le-
tra, mas do Espírito; porque a letra mata, e o Espírito vivifica. (...) E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória (...)” (2 Co 3.4-7).

A lei moral está presente em toda a Bíblia, de Gênesis ao Apocalipse, e os seus mandamentos mais importantes, no dizer de Jesus, estão fora das tábuas de pedra, em meio a mandamentos ditos cerimoniais:

“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento Este é o primeiro e grande mandamento” (Mt 22.37-40, citando: Dt 6.5); “E o segundo é semelhante a ele: Amarás a teu próximo como a ti mesmo” (Mc 12.31, citando Lv 19.6-8).

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Outra coisa, nobre amigo anônimo, caso não se identifique não poderei postar seus comentários...

Se quiser conversar melhor, podemos trocar e-mails, sempre com a dignidade e respeito que irmãos que servem ao Senhor Jesus Cristo, devem ter uns pelos outros.

E-mail:

helio.juniorjp@gmail.com

Anônimo disse...

"Você não leu o que escrevi, leu?

Acerca da lei moral e a lei cerimonial."

Acerca de seu comentário acima, me desculpe, logo que você postou o primeiro comentário, comecei a preparar meu comentário, e só vi depois que postei e fui atualizar seu blog.

Já que você quer tanto saber meu nome, eu me chamo André!

Primeiramente, fico alegre por você ter exposto suas dúvidas, quanto a guarda do sábado e isso já é um bom começo, agora que você viu que o sábado é o dia do Senhor, eu espero que guarde segundo os preceitos que apresentarei abaixo, e procure outras fontes da Igreja Adventista que ensinam como guardar o sábado!

Médico pode trabalhar no Sábado?
Se você leu os quatros evangelhos percebeu que Jesus fez o bem aos sábados! E os médicos fazem o bem aos sábados! Se você leu meu comentário acima, você percebeu que não devemos deixar ou outro morrer porque é sábado, senão naturalmente você estaria transgredindo o mandamento que fala para não matarmos!

Você pode fazer trabalhos no Sábado se for para outra pessoa?
Senão for para o seu interesse próprio, sim. Como eu disse no meu comentário anterior, Jesus curou um paralitico aos sábados. Não para o seu interesse próprio, mas para o próximo. Já que Jesus disse para amarmos todas as pessoas!

Motoristas e Cobradores que transportam você até Igreja podem trabalhar no Sábado?
Primeiramente vou a pé, para a Igreja. Segundo, como você deve saber, nós adventistas não compramos ou pagamos nada que não seja estremamente útil, não compramos um picolé aos sábados, simplesmente, pois não é necessário. Mas compramos remédios para uma pessoa necessitada.

Assim você parece até os fariseus, que achavam que cuspir, tomar banho e andar uma certa distância nos sábados, era pecado, eles também apedrajavam as pessoas.

A Farmácia pode estar aberta nos Sábados?
Infelizmente temos doenças por causa do pecado, e por isso temos que ter farmacias aberta aos sábados, já que é necessário. Não sei se você sabe, mas a Igreja Advenstista do Sétimo Dia tem vários hospitais, e estes hospitais "trabalham" no sábado, mas o necessário. Ou seja, uma faxineira do Hospital Adventista não trabalha aos sábados simplesmente porque não é necessário, uma faxina aos sábados. Mas alguns médicos, trabalham, porque é NECESSÁRIO traballhar no sábado.

Todos os que trabalham no Sábado para o beneficio da sociedade e Adventistas não precisam guardar o Sábado?
De maneira nenhuma, o Sábado meu amigo é justamente para fazermos o bem a outras pessoas. Quando você faz o bem aos sábados, você esta guardando o sábado!

"Guarda o dia de sábado, para o santificar, como te ordenou o SENHOR teu Deus.
Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho.
Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás NENHUM trabalho nele, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas; para que o teu servo e a tua serva descansem como tu;
Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido; por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado. Deuteronômio 5:12-15

Segundo o versículo acima porque Deus mandou lembrar do Sábado?
Primeiro, porque Deus o Abençou, Descansou e Santificou no Sétimo Dia da Criação, segundo, porque Ele deu está lei para nós no monte sinai.
Porém, referente a este texto, Deus também dá outro motivo para o povo de Israel especialmente, que toda vez que o povo guarda-se o sábado, era para se lembrar que Deus os tirou do Egito. Assim como hoje, nós Adventistas temos um motivo especial para guardar o sábado. Deus fala que devemos guardar o sábado, pois o sábado serviria de sinal entre Ele e seu povo no final dos tempos.

Anônimo disse...

Continuação ....

Um abraço ao meu amigo Hélio. E queria saber se você frequenta alguma igreja?

Para finalizar meu comentário. "Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou."

Deus usou o termo "Lembra-te", porque já sabia que muitos e muitos, como a areia do mar, se esqueceriam do seu santo dia.

Feliz sábado a todos amigos!

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Primeiro: [...] agora que você viu que o sábado é o dia do Senhor... ???????

Desculpe, mas o 9° mandamento não diz:

"Não dirás falso testemunho contra o teu próximo."

Portanto, seja mais cuidadoso amigo... e não ponha palavras na minha boca André...

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Segundo: [...] eu espero que guarde segundo os preceitos que apresentarei abaixo, e procure outras fontes da Igreja Adventista que ensinam como guardar o sábado!

Os preceitos da guarda do sábado, ou melhor, a maneira correta de se guardar o Sábado estão contidos na Lei de Moisés (que conforme o estudo que você me passou é cerimonial) a qual foi abolida por Cristo na Cruz, sim ou não? Ou quem define o que é certo ou errado fazer no Sábado? Ellen G. White tem autoridade sobre esses assuntos?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Terceiro: Se o critério para poder trabalhar no Sábado for o de fazer o bem. Não se poderia usar esse argumento como desculpa para qualquer um trabalhar no Sábado?

Volto com o exemplo do Motorista e Cobrador:

Não estariam eles fazendo o bem as pessoas que precisam se locomover a hospitais, visitarem orfanatos, irem a Igreja, etc?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Para resolvermos as nossas discordâncias doutrinárias é simples amigo André, teremos que reconhecer que a Velha Aliança como você também concorda, foi abolida por Cristo. Resta saber o que era a Velha Aliança? Talvez seja essa a questão que devamos analisar.

Creio que para compreendermos isso é necessário que as Escrituras nos informem claramente o que era a velha aliança, certo? Então vamos lá.

Anônimo disse...

Fico feliz que você tenha lido o estudo que postei, espero que o tenha ajudado em alguma coisa.

Amigo você não tinha me dito que os Dez Mandamentos tinham sido abolidos. Agora você usa o nono contra mim? Contraditório não?

Amigo não seje cruel em falar de Ellen G. White, ela foi uma serva de Deus, e escreveu sobre vários assuntos. Os escritos dela são para nos auxiliar.
Já que a Igreja Adventista prega que devemos obedecer as escrituras acima de tudo.

Segundo: Os preceitos da guarda do sábado, ou melhor, a maneira correta de se guardar o Sábado estão contidos na Lei de Moisés (que conforme o estudo que você me passou é cerimonial) a qual foi abolida por Cristo na Cruz, sim ou não? Ou quem define o que é certo ou errado fazer no Sábado? Ellen G. White tem autoridade sobre esses assuntos?
Acho que não fui claro. Exôdo 20: 8 a 11 explica como devemos guardar o sábado. A lei de Moisés compunha-se de ordenanças como: ofertas diversas, holocaustos, abluções, sacrifícios, circuncisão, dias anuais de festas específicas e deveres sacerdotais, e não tem nada a ver com o sábado.

Acho que não consegui explicar bem sobre "trabalhar no sábado".

Ninguem deve trabalhar no sábado, para ganhar uma recompensa em troca como dinheiro.
Os médicos deveriam ficar nos hospitais não para ganhar dinheiro, mas para ajudar outras pessoas.

Segundo: Volto com o exemplo do Motorista e Cobrador:

Não estariam eles fazendo o bem as pessoas que precisam se locomover a hospitais, visitarem orfanatos, irem a Igreja, etc?

Amigo não importa o que fazem, se for para beneficio próprio, é pecado.

Um motorista de Ônibus Adventista não trabalha no sábado. Mas, suponhamos que se todas as pessoas guardassem o sábado, o que fazer?
Os motoristas de ônibus deveriam levar as pessoas para a igreja ou orfanatos, mas não cobrando nada em troca, e sim pelo prazer de ajudar as pessoas, como Jesus fez quando esteve aqui.

Espero ter respondido todas as suas perguntas. Quanto a guarda do sábado. E mandei um e-mail para você, para conversarmos mais. Abraços!

Anônimo disse...

Não entendi o contexto que você esta usando para "Velha Aliança"?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Amigo você não tinha me dito que os Dez Mandamentos tinham sido abolidos. Agora você usa o nono contra mim? Contraditório não?

Heheh sabia que você iria falar isso Dé...

Eu usei de proposito amanhã explico o porque...

Abração!

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Meu Bom amigo André, continuamos a nos falar por e-mail, Ok? Vamos ver o que era a Antiga Aliança...

Abração!

Anônimo disse...

1. Se o sábado é tão importante, porque então não há um mandamento sequer para guardá-lo desde Adão até Moisés?
Primeiro, então podemos matar, adulterar, adorar imagens, roubar e outros porque não temos nenhum mandamento desde Adão até Moisés.
Segundo. Como não há um mandamento, se Deus foi bem claro durante a criação no Sétimo Dia."E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera." Gênesis 2: 2 e 3.
2. Se o sábado não era somente para o judeu, então porque Deus diz que era um sinal entre Deus e Israel somente? (leia Ezequiel 20:12,20).
"E santificai os meus sábados, e servirão de sinal entre mim e vós, para que saibais que eu sou o SENHOR vosso Deus." Ezequiel 20:20 está claramente dizendo que os sábados serviriam de sinais entre eles e Deus. Naquele tempo o povo de Deus era Israel, hoje o povo de Deus são que guardam os mandamentos inclusive o sábado. Como diz em Apocalipse "Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas." (Apocalipse 22 : 14) e "E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo." (Apocalipse 12 : 17)
3. Se o sábado existia desde o Éden, então porque Deus diz que ele foi dado no deserto?
Você deveria mostrar nesse argumento, não que não esteja escrito, mas como vou argumentar se você não me mostra, onde você encontrou na Bíblia "porque Deus diz que ele foi dado no deserto?".
Mas pelo que você falou deve ter sido no monte sinai quando Moisés pegou as DUAS TABUAS dos mandamentos. E é exatamente isto, os mandamentos inclusive o sábado foi dado digamos assim "em um documento (As tabuas da lei)" pela primeira vez no deserto.
Estes argumentos que você usa falando "Se o Sábado é tão importante" é muito vago.
Se tudo que é "muito importante" tem que vir em primero. Digamos que, a morte de Jesus na cruz não foi importante, pois não foi no principio, foi muito depois. A morte de Jesus na cruz seria "tão importante" se logo que Eva e Adão pecaram, Jesus viria e morreria por eles e pelos que viriam. Você vê o absurdo que você esta tentando dizer.
Outra, o sábado é importante sim, como toda a lei, porque se a lei não existisse, não teria pecado. Então poderiamos matar, roubar, mentir, entre outros.
4. Se o sábado tem força de lei para a igreja, então porque nunca vimos a igreja primitiva se reunir no sábado, mas sempre no 1º dia da semana? ( leia Atos 20:7 e I Corintios 16:2).
O que tem haver a igreja se reunir aos domingos, com a abolição, isto não tem nenhum sentido. "mas sempre no 1º dia da semana?" Esta duas passagens que você mencionou são uma das únicas que estão escritas na Bíblia, já que a palavra 1º dia da semana aparece 8 vezes na Bíblia e você vem me dizer que sempre.
Segundo. Então a Igreja Adventista também guarda o domingo. Já que nós nos reunimos Sábado, Domingo e Quarta.
5. Se o sábado se revesti de tamanha importância, então porque Jesus não realizou sua maior obra nele - a ressurreição.
Esta pergunta é muito legal. Simplesmente, porque Jesus não ter ressuscitado no sábado e sim no domingo provou que sábado é o dia de guarda. Sabe porquê?
Como você deve saber, a Bíblia fala que um dia começa no por-do-sol do dia anterior e termina no por-do-sol dele. Ou seja, o Sábado começa no por-do-sol da sexta-feira e termina no por-do-sol do próprio sábado.
Então, Jesus morreu no entardecer da sexta-feira, GUARDOU todo o dia de Sábado, e ressuscitou no 1º dia da semana. Quer exemplo maior que esse. Jesus morreu na cruz e mesmo assim guardou o sábado. Se depois do sábado fosse segunda, ele teria ressuscitado na segunda. O próximo dia não tem importância nenhuma.

Anônimo disse...

cont...

6. Se o sábado era assim de tamanha importância, então porque os evangelistas registram sempre as aparições no 1º dia da semana e não no sétimo? (leia Mateus 28:1; Marcos 16:1; Lucas 24:1 e João 20:1).
Todos os versículo que você citou, como Mateus 28:1 é prova clara que o sábado é dia de guarda. "E, NO fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro". Maria Madalena e a outra Maria foram ao sepulcro depois do término do dia de sábado. Ou seja, GUARDARAM o dia de sábado, e depois foram visitar o sepulcro.
7. Porque após a morte dos apóstolos a igreja continuou se reunindo aos domingo e não no sábado?
Te responderei com o mesmo argumento que usei em uma outra pergunta. Reunir no domingo não tira o dia de guarda do sábado, pelo contrário, devemos nos reunir todos os dias. A Igreja Adventista se reune aos sábados e no entanto guarda o sábado biblico.
8. Porque nesta época a história registra que o sábado era guardado somente por seitas do judeu-cristianismo?
No começo o povo escolhido de Deus foram os Israelitas, tanto, que os tirou do Egito. Antes era o povo de Israel. Porém como não aceitaram a primeira vinda de Cristo à terra, e não pregaram ao resto do mundo a verdade. Ele escolheu outro povo para levar esta mensagem, no começo eram alguns homens sinceros, mas que muitas vezes não tinham total compreensão da Bíblia.
9. Porque Homens de Deus como Lutero, Calvino, Wesley, Moody, Finey e tantos outros, citados por Ellen White, guardaram o domingo e não o sábado?
Apesar de você não ter mostrado onde achou isto. Muitas pessoas no nosso tempo se salvarão mesmo guardando o domingo, porque tem um coração sincero e não conhecem totalmente a verdade.
10. Se o sábado fosse parte de uma lei moral poderia uma lei cerimonial quebranta-lo, como era o caso da circuncisão? (leia João 7:22,23)
Amigo, o Sábado faz parte da Lei moral e a Circuncisão de uma Lei Cerimonial. O sábado é eterno como diz Isaias 66:23 "E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR."
Se o sábado vai ser um dia lembrado até na nova terra, porque aqui não vamos guardar ele.
Todo o cerimonialismo, representava Cristo. Todas os estatutos e leis cerimoniais que eram realizados pelos judeus apontavam para Ele. Todas as coisas realizadas representava o sacrifício, o perdão e a salvação realizado por Cristo na cruz. (Colossenses 2:8 a 19)

Úbener disse...

Veja a besteira que você disse, para justificar o não aparecimento do mandamento do sábado antes de Moisés:

DE ADÃO ATÉ MOISÉS NÃO HAVIA ESCRITA,TAMPOUCO REGISTROS HISTÓRICOS.

Poxa, você nunca leu Gênesis? Não está escrito na Bíblia sobre os atos de pessoas como Adão, Eva, Enoque Noé, Abraão, Jacó, José???? Ou você acha que o que está relatado em Gênesis, através da Revelação de Deus, não são registros históricos?
LEGAL HÉLIO. DESTA VEZ VOU EXPLICAR MELHOR, FOI A PARTIR DE MOISÉS QUE VIERAM OS REGISTROS, POIS, QUEM REGISTROU A CRIAÇÃO NÃO FOI ADÃO CERTO? QUEM REGISTROU A PROMESSA DE DEUS A ABRAÃO NÃO FOI ABRAÃO CERTO? E JÓ TEMBEM E ETC...POR ISSO NÃO ANTES MAIS DEPOIS DE MOISÉS OK?

Úbener disse...

Agora veja como você força um texto a dizer o que ele não diz:

COMO VOCÊ PODE VER NO TEXTO CITADO DEUS TRANSMITIU VERBALMENTE SUAS LEIS PARA ABRAÃO, NÃO SÓ O SÁBADO MAS TODOS OS 10 MANDAMENTOS.

Diz o versículo:

“Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.” (Gn 26.5)
HÉLIO, VAMOS ESCLARECER UMA COISA, O SÁBADO APARECE PELAPRIMEIRA VEZ EM GEN2;2,3
AQUI DEUS SANTIFICA O SÁBADO, DETALHE, E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado MAR2; 27
VOCÊ ACHA QUE DEUS SE ESQUECEU DE CONTAR PARA ABRAÃO SOBRE O DIA QUE O SENHOR FEZPARA ELE? VOCÊ JÁ RECEBEU UMA BÊNÇÃO E DEUS ESQUECEU DE TE FALAR?
PERCEBA QUE ESTE DIA FOI FEITO (NOTE QUE ELE FOI FEITO NA CRIAÇÃO, ELE NÃO FOI ADAPTADO, ELE SEMPRE TEVE O MESMO FIM DESDE O ÉDEN) PARA O HOMEN LOGO DEUS SE ENCAREGA DE LHO COMUNICAR.

Úbener disse...

Amigo, o texto não declara em parte alguma que esses preceitos ou estatutos fossem os Dez Mandamentos, visto que a lei foi dada 430 anos depois de Abraão. Caso contrário, teríamos que admitir que Paulo teria errado em sua afirmação e que estava totalmente errado quanto ao seu entendimento da origem da Lei nas Escrituras.

“Mas digo isto: Que tendo sido a aliança anteriormente confirmada por Deus em Cristo, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não a invalida, de forma a abolir a promessa.” (Gl. 3.17)
HÉLIO, QUERO CHAMAR SUA ATENÇÃO PARA UM TEXTO: GL3:19 Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita; e foi posta pelos anjos na mão de um medianeiro
PERCEBEU O PARADOXO? PAULO DIZQUE A LEI FOIA CRESCENTADA OU ORDENADA POR CAUSA DAS TRANSGRESSÕES.
EU TE PERGUNTO: TRANSGRESSÃO DE QUE? VEJA O SIGNIFICADO DA PALAVRA ORDENADA: Adjetivo.
1.Posto em ordem.
2.Que tem ordem; metódico.
(MINI AURÉLIO)
CERTO, SE NÃO HOUVESSE LEI NÃO HAVERIA TRANSGRESSÃO OK? E CONVENHAMOS, A TRANSGRESSÃO ERA JUSTAMENTE DAQUILO QUE DEUS ORDENOU NO SINAI.
MAS COMO É POSSIVEL TRANSGREDIR ALGO QUE “NÃO EXISTE”? COMO EU DISSE ANTES, OS PRECEITOS DE DEUS NÃO ESTAVAM ESCRITOS (ORDENADOS) ERAM PASSADOS PELA COMUNHÃO DO ESPÍRITO, MAS, PELAS TRANSGRESSÕES CADA VEZ MAIS DELIBERADAS FEZ-SE NECESSÁRIO UM CONCERTO E UMA “FORMALIZAÇÃO”
...a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois... (Gl. 3.17)
ENTÃO PORQUE O MESMO PAULO QUE DIZ QUE A LEI FOI APENAS “FORMALIZADA” NO SINAI AGORA DIZ QUE ELA VEIO 430 ANOS DEPOIS? ENTENDA QUE SE REFERE A TODO O CONCERTO CUJO FIM É JESUS, E POR SI SÓ NÃO PODE SALVAR (O PACTO) FATO QUE NÃO ERA CONHECIDO, OU CONSIDERADO PELOS JUDEUS QUE VIVIAM POR RUDIMENTOS FRACOS E POBRES. FEZ-SE ENTÃO NECESSÁRIO A ADVERTÊNCIA: A LEI NÃO INVALIDA A PROMESSA.

Úbener disse...

[...] aprendais a não ir além do que está escrito, [...]" (I Coríntios 4 : 6)
JÁ QUE VOCÊ CITOU...
EM NENHUM LUGAR A BÍBLIA ORDENA A OBSERVAR O DOMINGO, E QUANDO QUESTIONADO SOBRE ISSO VOCÊ DIZ: Sobre a Palavra Domingo na Bíblia sugiro que leia (se estiver interessado em conhecer a verdade) a matéria abaixo:

Domingo o dia que o SENHOR fez!
ENTÃO SE A BÍBLIA NÃO REVELA, OU POR SI SÓ, NÃO RESPALDA ESTA DOUTRINA SIMPLESMENTE NÃO É DE ORIGEM DIVINA, E MAIS, NÃO ULTRAPASSE O QUE ESTÁ ESCRITO.
MEU AMIGO, SEJA SINCERO DEUS NÃO MUDA ML3:6 O SEU DIA É O SÁBADO VEJA MT 12:12 Pois, quanto mais vale um homem do que uma ovelha? É, por conseqüência, lícito fazer bem nos sábados. AQUI JESUS DIZ QUE É LÍCITO FAZER O BEM NESTE DIA, EU TE PERGUNTO, ELE VIOLOU COMO OS FARISEUS JULGAVAM, ABOLIU OU ENSINOU A OBSERVAR?

Tobias Ferreira disse...

Acho que todos os comentários já publicados deixam muito claro que o Sábado sempre será o dia do Senhor! Parabéns pelas explicações! Obrigado!!!

Anônimo X disse...

Prezados irmãos, bom dia.

A incoerência gritante sobre o sábado é um dos pontos fracos, entre outros, dos adventistas. Por quê?

Porque os adventistas consideram os que transgridem o sábado no mesmo nível dos adúlteros, ladrões, assassinos, mentirosos, invejosos, idólatras e tudo o mais que não presta. Contudo atiram nos próprios pés, haja vista, não me canso de repetir, que pagam pelos serviços que tanto condenam em suas próprias casas no sábado.

Um grande erro dos adventistas é confundir mandamentos com decálogo. Não devemos nunca confundir mandamentos com decálogo. Eles não são sinônimos. A esse respeito acesse http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com.br/

É importante ressaltar que a passagem de Mateus 5:17-19 tão incompreendida pelos adventistas, cujo versos está relacionado ao que quero explicitar mais à frente, é algo fácil de se entender. Não há o que complicar.

A promessa da vinda de Jesus para nos libertar do pecado – seja para os seres humanos que haviam morrido, seja para os que iriam morrer - foi algo que se concretizou com a morte de Jesus na Cruz.

O próprio Jesus afirmou: Lucas 24: 44. "

"São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na Lei de Moisés, e nos Profetas , e nos Salmos."

Portanto tudo foi cumprido, haja vista Jesus ter vencido a morte, e ter declarado que tudo foi cumprido. Lucas 24:44. Só isso! Não há o que complicar.

Isso não significa que estejamos livres da obediência. Não, não e não? Entretanto agora é em Jesus que pomos o nosso descanso e o nosso amparo, sem determinadas exigências que tiveram seu tempo e propósito, mas que não se aplicam mais ao nosso tempo. Que não fazem a pessoa ser melhor ou pior.

Se nada fosse mudado todos os que transgridem, por exemplo, o sábado teriam que ser apedrejados, incluindo os adventistas que não o guardam mesmo!

Continua

Anônimo X disse...

Continua

Tanto assim que há exigências que foram determinadas por Deus que se formos adotá-las de forma rígida vendo as coisas ao pé da letra – EU NÃO VIM PARA MUDAR MAS CUMPRIR - teremos que cumprir TUDO. Vide os mandamentos seguintes que foram ordenados por Jeová!

- Que a lei do 4º mandamento do decálogo dizia para: parar as atividades no shabbat; (Êx 20:8-10) e (Dt. 5:12-15)
- Que era proibido cozinhar (Êx.16:23).
- Que era proibido lavrar, arar, e colher (Êx. 34:21).
- Que era proibido fazer fogo (Êx. 35:2-3).
- Que era proibido apanhar lenha (Num.15:32-36).
- Que era proibido carregar cargas (Jeremias 17:21-22).
- Que era proibido praticar o comércio (Neemias 13:15-17).

E estava escrito claramente que qualquer um, fazendo qualquer trabalho, qualquer tarefa, seria morto (Êx. 31:14-15) (Êx 35:2); Núm. 15:32-36)

Pergunto aos que defendem o sábado judaico: por que não devemos apedrejar os que transgridem tal dia?


Os irmãos adventistas usam os serviços de eletricidade ( luz acesa, geladeira, chuveiro elétrico, freezer, grill, fogão elétrico, liquidificador, internet, ar condicionado, ventilador etc.); telefone, celular e gás de rua e pagam pelo uso dos mesmos em suas casas no sábado; na maior parte das vezes para fins não evangelísticos. Por que isso ocorre se trabalhar no sábado é uma profanação? Por quê?

Obs: O contrato com a Cia elétrica, telefônica ou de gás de rua são feitos entre o cliente e as respectivas empresas; pagamos pelos serviços de pessoas que trabalham para nós. No caso da eletricidade, serviços telefônicos e gás de rua; há pessoas trabalhando no sábado que nos fornecem os serviços que recebemos em nossas casas. E aí, como fica esta questão?

Por outro lado, mesmo quando os queridos irmãos adventistas usam os serviços elétricos e os telefônicos para o serviço espiritual, - outras vezes não – será que as outras pessoas estão pecando?

Como estão pecando, se os serviços de tais pessoas estão sendo usados no sábado pelos adventistas e abençoando vidas? Isto é ilógico e não é coerente!

É correto ainda, inclusive, disciplinar um membro da IASD que trabalhe no sábado, quando se o mesmo trabalhasse numa Cia elétrica, Cia de gás ou telefônica, os demais irmãos adventistas não recusariam, como não recusam, os serviços fornecidos por tal membro da IASD e pagam pelos referidos serviços, no sábado, em suas residências que nada, nada mesmo tem a ver com serviço espiritual?

É correto então punir um irmão da IASD por este trabalhar no sábado e usufruir do serviço realizado por ele e pagar, incoerentemente, por tal serviço realizado no sábado?

Continua

Anônimo X disse...

Continua

Em relação a tudo que foi dito, há uma justificativa muito fraca adotada pela IASD de que o que é errado é o trabalho no sábado, mas não o produto. Veja a que ponto chega a cegueira espiritual. Defender algo que do ponto de vista jurídico é imoral e insustentável!

A) Se alguém rouba um pneu e quer vendê-lo, não devemos comprar o pneu. Por quê? Não por causa do pneu, mas devido ao roubo.

B) Se alguém oferta um dinheiro à igreja oriundo do tráfico de drogas, tal dinheiro não deve ser aceito pela Igreja. Por quê? Devido à origem ilícita. O problema não é do produto, dinheiro, mas devido à origem ilícita!

C) Se alguém furta uma televisão e quer dá-la de presente a alguém. Esta pessoa não deve aceitar tal presente. Haja vista a sua origem ilícita. Aqui, mais uma vez o problema não está na televisão, mas no furto.

D) O trabalho no sábado, no ponto de vista da IASD, é um pecado e coloca todos os que o transgridem no mesmo nível moral de assassinos, ladrões, prostitutas, adúlteros, idólatras, mentirosos. Pois bem, o raciocínio é o mesmo que em A, B e C.

Assim, o erro não está nos produtos, mas na ilicitude do trabalho do sábado. Daí que para não ser participante do pecado do sábado, os benefícios dos serviços que não sejam essenciais deveriam ser recusados pelos adventistas. Pois se não agirem assim, estarão cometendo uma GRITANTE INCOERÊNCIA.


Obs 1: Imaginemos que um adventista esteja desempregado e arranje um serviço no sábado para alimentar a sua família. Devido a isso, este adventista foi disciplinado e afastado de suas funções na IASD.
Certo um dia um dos adventistas que votou na comissão para que seu irmãozinho da IASD fosse disciplinado, estava com o pneu do carro furado e devido a isso se dirigiu ao borracheiro. Lá chegando encontrou seu irmãozinho trabalhando no borracheiro no sábado.
Qual seria a reação deste adventista, com o pneu do carro furado, ao ouvir deste outro irmão disciplinado o seguinte:

- Olá irmão, você por aqui? Eu fui disciplinado por você e pelos outros irmãos da IASD por trabalhar no sábado! Quer dizer que agora o meu serviço serve?

O que vocês acham que esse irmão da IASD que foi ao borracheiro no sábado consertar o pneu responderia?


Obs. 2: há muitos serviços feitos no sábado por terceiros, mais uma vez ratifico, que não se aplicam ao trabalho evangelístico: ligar ventilador ou ar condicionado para dormir; usar grill, freezer, micro-ondas fogão elétrico, liquidificador, geladeira – aliás o que o uso de geladeira no sábado tem a ver com o serviço espiritual? – acender lâmpadas, tomar banho de CHUVEIRO ELÉTRICO quando for dormir no dia de sábado etc. que nada tem a ver com serviço espiritual! Aliás, esta desculpa não vale! Por quê? PORQUE MUITOS DOS SERVIÇOS RESIDENCIAIS USADOS NOS SÁBADOS E PAGOS PELOS IRMÃOS ADVENTISTAS, NADA TÊM A VER COM O SERVIÇO ESPIRITUAL. QUAL A RAZÃO DE TAMANHA INCOERÊNCIA?

Portanto, devemos ter cuidado para não cair na hipocrisia e na incoerência gritante. Tendo em vista que se alguém usa algum aparelho elétrico LÂMPADAS ACESAS, GELADEIRA, CHUVEIRO E FOGÃO ELÉTRICO, LAVA LOUÇAS, AQUECE COMIDA, USA LIQUIDIFICADOR ETC; APARELHO TELEFÔNICO, gás de rua em sua residência, entre muitas coisas, está em maus lençóis. Por quê? PORQUE FAZ USO E PAGA PELOS SERVIÇOS EM SUA PRÓPRIA RESIDÊNCIA NO SÁBADO! PREGA O QUE NÃO PRATICA.

Continua

Anônimo X disse...

Continua

Ainda há uma importante questão.

Os delitos apontados pelos Dez Mandamentos são diferentes, por quê?

Porque os Dez Mandamentos centram-se em questões diferentes: idolatria, roubar, adulterar, matar, sábado etc.

Entretanto o único mandamento vinculado a não trabalhar é o sábado judaico. Não é possível enquadrar os outros mandamentos nesta questão. Fazer isso é forçar a barra! Fazer isso é desrespeitar a Bíblia!

Daí a razão de produtos oriundos do trabalho no sábado estarem vinculados somente a este mandamento e não aos outros.

A ilicitude do produto está vinculada ao trabalho no sábado. Portanto o problema não seria do produto em si, mas do trabalho que é ilícito.
Portanto repetindo o que já escrevi antes:

Há uma justificativa muito fraca adotada pela IASD de que o que é errado é o trabalho no sábado, mas não o produto. Veja a que ponto chega a cegueira espiritual. Defender algo que do ponto de vista jurídico é imoral e insustentável!

A) Se alguém rouba um pneu e quer vendê-lo, não devemos comprar o pneu. Por quê? Não por causa do pneu, mas devido ao roubo.

B) Se alguém oferta um dinheiro à igreja oriundo do tráfico de drogas, tal dinheiro não deve ser aceito pela Igreja. Por quê? Devido à origem ilícita. O problema não é do produto, dinheiro, mas devido à origem ilícita!

C) Se alguém furta uma televisão e quer dá-la de presente a alguém. Esta pessoa não deve aceitar tal presente. Haja vista a sua origem ilícita. Aqui, mais uma vez o problema não está na televisão, mas no furto.

D) O trabalho no sábado, no ponto de vista da IASD, é um pecado e coloca todos os que o transgridem no mesmo nível moral de assassinos, ladrões, prostitutas, adúlteros, idólatras, mentirosos. Pois bem, o raciocínio é o mesmo que em A, B e C.

Assim, o erro não está nos produtos, mas na ilicitude do trabalho do sábado. Daí que para não ser participante do pecado do sábado, os benefícios dos serviços que não sejam essenciais deveriam ser recusados pelos adventistas. Pois se não agirem assim, estarão cometendo uma GRITANTE INCOERÊNCIA ao pagarem por serviços no sábado em suas residências que não são essenciais.

Espero que algum irmão da IASD tenha coragem de responder, de forma inteligente, fraternal e respeitosa, às indagações levantadas por mim

Um abraço.

Anônimo X.

Anônimo disse...

OS ADVENTISTAS ESTÃO CERTOS QUANTO A GUARDA DO SÁBADO. O SÁBADO FOI FEITOS PARA TODOS PARA QUE NOS LEMBREMOS DA CRIAÇÃO

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Não irmão... o sábado foi dado para lembrar do "Descanso" de Deus na Criação. Descanso esse que o homem perdeu ao pecar. E que o senhor Jesus morreu para recuperar e através da fé entramos nesse Descanso(Leia Hebreus 3 e 4)

Por isso o Cristão não precisá mais do "Lembra-te do Sábado", porque o Descanso foi recuperado por Cristo e pode ser desfrutado "Hoje" (todos os dias). O "Lembra-te" Cristão é outro, e o de lembrar do alto preço que Jesus teve que pagar com a morte para que pudéssemos entrar no Descanso de Deus (Hb 3 e 4). Esse "Lembra-te" cristão é celebrado no primeiro dia da semana, a ceia do Senhor (Atos 20:7), "Fazei isto em memoria de Mim" ou seja "Lembra-te de Mim (Jesus).

Hélio S. Júnior
==============

ana disse...

"Médico pode trabalhar no Sábado?

- Você pode fazer trabalhos no Sábado se for para outra pessoa?

- Motoristas e Cobradores que transportam você até Igreja podem trabalhar no Sábado?

- A Farmácia pode estar aberta nos Sábados?

- Todos os que trabalham no Sábado para o beneficio da sociedade "

Existem inúmeros irmãos adventistas que podem dar carona uns aos outros para irem à igreja, mas ninguém escolhe quando fica doente. Logo, um médico, ao fazer o bem auxiliando quem está doente (se vc não sabe, a pessoa não escolhe ficar doente ) o médico está guardando o sábado sim. Tudo o que você afirmou foi facilmente contestado mediante a palavra de Deus. Tenho apenas 17 anos e percebi a superfluosidade de cada argumento. Seus textos fora do contexto só serviram de pretexto. E não venha com essa de ganhar o domingo, pq o jeito de guardar o domingo ou a desculpa de "guardar todos os dias" só faz com que milhares de pessoas não dediquem um só dia verdadeiramente e unicamente para Jesus. Não caiamos nos enganos e armadilhas do inimigo e sim fiquemos atentos para cumprir exatamente a lei de Deus, prontos, principalmente, para assumir os erros interpretativos e sair do erro. Que Deus esteja com você.

ana disse...

Nenhum adventista compra ou vende no sábado, muito menos tem empregados trabalhando. Não tem fundamento as afirmações do anonimo.

C.S.S disse...

Nossa que conversa ferronho entre o Irmão André e o autor do site.
Gostaria de aconselhar meu irmão André em uma coisa: Irmão, esse tipo de conversa não vale a pena, pois o irmão Helio, esta convicto do que crer.

Somente ore por ele.

A paz do Senhor a TODOS.

Luis Eduardo disse...

Ótimos comentários pelos dois lados, mas, como sabemos, Só há uma verdade absoluta, e sabemos também que Jesus é a o caminho, a verdade e vida.

Não irei acrescentar muitos comentários em cima dos meus irmãos, mas expresso minha convicção em Crer que Jesus é o meu Descanso, e nele Descanso todos os Dias, Embora também saiba, que o Meu MAIOR Descanço não é aqui, mas em um lugar muito Melhor.
Temos que ter em mente em que Em uma Sociedade na qual vivemos, é impossivel, Parar 1 só dia de trabalhar, sempre teremos que ter A Energia Elétrica que todos nós usamos, tudo mesmo ( Como já foi citado a cima,os Eletrodomesticos) é bem obvio o fato de que usamos de Serviços de outras pessoas, Nas quais não são da IASD, e são serviços feitos para todos, não só para o proximo, para eles mesmo, pois eles ganham seu dinheiro, e esse é o maior motivo de eles trabalharem, "Mas jesus deixou fazer trabalhos para o bem " , Se pensarmos assim, veremos que todos os Trabalhos são feitos para o bem de alguém, Quando um pedreiro trabalhe, ele constroi a casa de um IASD o deixando muito feliz, sendo em qualquer dia, isso é bom ! , não só esse trabalho, mas como o de Arquitetura, Mêcanicos, e muito mais, Não há um Trabalho que não seja para o bem, Quando nos Falta Algo no Sábado, Vamos logo ao mercado , Dificilmente um membro da IASD deixa de comprar algo para comer por ser um sábado, pois bem , isso denota o fato do fundo das coisas, pois lá existem Pessoas trabalhando, Também são trabalhar para o bem dos outros, mas "não se pode trabalhar no sábado lembram ? apenas ajudar fazendo o bem" .

Existe um Argumento da moralidade, no qual é muito usado em Apologética, Lemos acima algo sobre a Lei moral e a Lei Cerimonial, o fato é que a Moralidade está dentro de nós , sendo Objetiva, e nessa moralidade não incluí o descanso do sábado, Mesmo que seja Necessário para o nosso corpo , isto não é da moralidade objetiva, pois o descanso fazemos todos os dias ao dormir, ao sentar comer e deitar, Na moralidade Objetiva que temos está incluido, somente Alguns dos mandamentos , como Não matar e não roubar, isto por que existe uma moralidade dentro de nós para que saibamos que matar nosso irmão, ou alguém que nos faz bem é errado, isto é, Existe uma Moralidade Objetiva dada por Deus que não implica o Descanso no Sábado.

Sobre a Lei Cerimonial, temos que saber que foi dada por Deus para o povo que ele tirou do Egito, o mesmo que o do sábado, ele dá os mandamentos, e logo depois com a Tenda Sagrada vem muitas Coisas para o mesmo povo que contrasta a aliança com aquele povo, algo entre o homem e Deus , até para sua Santidade, As Leis Cerimonias são para o mesmo povo do sábado, o Povo de Israel , Se tomassemos o sábado como algo referente a ligação de Deus e o homem, teriamos que tomar também Muito dessas Leis Cerimonias praticadas pelos judeus dada por moisés e Vinda de Deus para aquele povo, tudo para aquele povo.

Até que vem o nosso Jesus e faz uma novaa aliança , onde a Graça é Vivifica, a Lei não é mas o centro, e pelo seu Sacrifício Temos alegria de Descanso, pois o seu julgo é suave e leve .
Abraços irmãos e lembrem-se que "ninguém julgueis pelo Sábado" , bom é conversarmos e chegarmos a uma conclusão em união, pois o que salva é só a graça do meu Jesus Cristo.

Juliano Medeiros disse...

É interessante todos estes cometários contra e a favor do sábado. Um que gostaria de sitar e o cometário de um irmão que disse que para não confundirmos os mandamentos com o decálogo e depois ele diz "A incoerência é gritante".Sendo que ao pesquisar encontrei o Significados de Decálogo :

1. Decálogo

Por Evandro Martinez (Boi) (SP) em 16-12-2007
Decálogo

[Do gr. dekálogos, pelo lat. decalogu.]
Substantivo masculino.
1.Os dez mandamentos bíblicos da lei de Deus.
2.Conjunto de dez leis ou princípios
Sinônimos: mandamentos
Antônimos: leis
Relacionadas: mandamento.

O DECALOGO É OS MANDAMENTOS DE DEUS ESCRITO POR ELE... COMO POSSO ANULAR A UNICA PARTE DA BIBLIA E ACREDITAR EM INTERPRETAÇÕES E IDEIS SEM NENHUMA BASE BIBLICA. VOU ORAR A DEUS AGORA PARA DAR SABEDORIA PARA PODER ENXERGAR O ERRO.

DEUS OS ABENÇOE!!!

Anônimo X disse...

Sr. Juliano, bom dia.

O irmão no afã de defender o que acredita deveria ter pesquisado no dicionário o significado de mandamentos.

Sua pesquisa de pesquisa não tem nada. Os mandamentos no Antigo Testamento erram 613.

O Sr. se esqueceu também de citar os mandamentos de Deus determinados pelo próprio Jeová, contidos no Antigo Testamento, tais como:

Que a lei do 4º mandamento do decálogo dizia para: parar as atividades no shabbat; (Êx 20:8-10) e (Dt. 5:12-15)
- Que era proibido cozinhar (Êx.16:23).
- Que era proibido lavrar, arar, e colher (Êx. 34:21).
- Que era proibido fazer fogo (Êx. 35:2-3).
- Que era proibido apanhar lenha (Num.15:32-36).
- Que era proibido carregar cargas (Jeremias 17:21-22).
- Que era proibido praticar o comércio (Neemias 13:15-17).

E estava escrito claramente que qualquer um, fazendo qualquer trabalho, qualquer tarefa, seria morto (Êx. 31:14-15) (Êx 35:2); Núm. 15:32-36).

Saiba que todos aqueles que descumprissem os 10 mandamentos deveriam ser apedrejados.

Pergunto aos Sr. que defende o sábado judaico: por que não devemos apedrejar os que transgridem os Dez Mandamentos?

Aproveitando o ensejo Sr. Juliano, quero te fazer algumas perguntas que até hoje os adventistas não me responderam:

1ª Certa vez ia com minha querida esposa e filhos à IASD no sábado, quando percebi que um dos pneus de meu carro havia furado e fui ao borracheiro que o consertou. Veja bem que esta pessoa estava trabalhando e aí o que me diz? Paguei o serviço no sábado, fiz certo ou errado? E o borracheiro está certo ou errado em trabalhar no sábado?

2ª Em outra ocasião sendo adventista fiz um concurso, por meio de liminar depois do pôr do sol do sábado. Fiquei aguardando o término do sábado numa sala à parte juntamente com outros dezesseis irmãos e fiz a prova no domingo á noite.

Obs: a) A maioria foi de ônibus, assim como eu; b) Aguardamos o término do sábado, tratando do nosso interesse, para fazer a prova no domingo; c) Ficamos aguardando o termino do sábado numa sala em que havia iluminação e ar condicionado.

Sr. Juliano responda-me: transgredimos ou não o sábado? E as pessoas que trabalharam na Cia elétrica pecaram ou não? E os fiscais da prova transgrediram o sábado ou não?

3ª Sr. Juliano, certa vez um conjunto adventista foi convidado para a ir à Igreja da IASD no sábado, ao final, em decorrência de um imprevisto, não havia almoço para o grupo. O que fizemos? Fomos ao supermercado comprar alimentos no sábado e a seguir preparamos rapidamente o almoço.

Pergunto ao Sr. cometemos pecado por comprar alimentos no sábado? E os funcionários do supermercado, cometeram pecado por trabalhar neste dia?

4ª Se morasse perto do Sr. e tendo amizade e liberdade para debater, ao passar em frente a sua casa lhe perguntasse: Sr. Juliano, hoje é sábado e o irmão não está fazendo nenhuma atividade espiritual em sua casal. Pois bem, será que o irmão deixará as lâmpadas acesas, ou ao dormir ou chegar à noite ligará o ventilador, ou chuveiro elétrico sabendo que as pessoas estão trabalhando para servi-lo? Estes usos nada têm a ver com a espiritualidade irmão! O que o Sr. me diria? As pessoas que estão trabalhando na cia elétrica nos sábado estão pecando?
E O Sr., estaria sendo hipócrita por condenar o serviços que terceiros fazem no sábdo, no mesmo momento em que usa de tais serviços e que pagará pelos mesmos?

Obs: Lembre-se que o fornecimento dos serviços se dão entre contrato feito pelo contratante que é o Sr. e o os contratados que são as empresas!

Note bem que citei questões bem concretas. Espero que esclareça as perguntas feitas. Se necessário for, peça ajuda ao Pr. de sua igreja ou aos teólogos da IASD.

Se algum adventista se habilitar também esta convidado a responder.

Desde já, agradeço pelas respostas a serem dadas.

Um abraço fraternal.

Anônimo X.

José Rodrigues Garção disse...

Este senhor "anónimo", me parece alguém muito baralhado em relação à questão do sábado bíblico. O senhor sem nome me parece ter bebido muito do espirito dos Judeus no tempo de Jesus, pois tinham rodeado o Dia Santo de imposições, as quais não era possível ter como uma benção mas uma maldição. Pergunto eu ao senhor anónimo, quando você guarda o Domingo, acaso não está sujeito às mesmas condições que apresenta aos adventistas? Troque o sábado dos Judeus e Adventistas pelo Domingo dos Católicos e dos Evangélicos e terá os mesmos problemas para responder. Jesus sempre condenou a hipocrisia! Suas perguntas são feitas num tom de mofa, o que revela que o senhor não tem o espirito do Senhor! O amor aos outros assenta em primeiro lugar num respeito e na tentativa de os levar a conhecer a verdade.

Amigo se os adventistas não são castigados por causa de transgredirem a Lei de Deus (Sábado inclusivé) É a mesma razão porque você o não é quando transgride a Lei.

Sabe que a grande questão é entre o Sábado que o Senhor criou no Éden e o Domingo que os Católicos criaram para contraporem ao Dia do Senhor. Se Jesus mesmo diz que ó Sábado foi feito por causa do homem, "E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.

Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor.
Marcos 2:27-28 ; E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.

Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor. Marcos 2:27-28"



Fico apreensivo com este tipo de cristianismo apenas falado e cantado. Se quer saber o que o Sábado ´e para os cristãos sinceros, busque então a orientação em Sua Santa Palavra. Acaso não disse o Salvador que o Sábado foi feito por causa do Homem? Se é uma dádiva Divina, então porque ser ingrato? Se Ele diz que é o Senhor do Sábado, porque atacar aqueles que aceitam as palavras de Jesus, dizendo que o Sábado é o dia do Senhor? Não é Jesus que diz isso mesmo?

Pergunto porque guardam os evangélicos todos os mandamentos da Lei de Deus, menos o Sábado, que foi substituído pele Domingo?

As observações feitas em relação a aspetos da lei, não têm a ver com a verdade daquela Lei que o próprio Deus escreveu com Seu dedo. Será qque isto não deve de nos mostrar cautelosos quando tentamos atacar a mesma?

José Rodrigues Garção disse...

Porque guardaram os apóstolos o Sábado bíblico? Podem responder?

"De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem.Eclesiastes 12:13" Sabe que antes de ser dada a lei no Sinai, já Deus reclamava junto do povo a trangressão da mesma?
"Então disse o SENHOR a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá diariamente a porção para cada dia, para que eu o prove se anda em minha lei ou não.

E acontecerá, no sexto dia, que prepararão o que colherem; e será o dobro do que colhem cada dia.Êxodo 16:4-5"
"E aconteceu que ao sexto dia colheram pão em dobro, dois ômeres para cada um; e todos os príncipes da congregação vieram, e contaram-no a Moisés.

E ele disse-lhes: Isto é o que o SENHOR tem dito: Amanhã é repouso, o santo sábado do SENHOR; o que quiserdes cozer no forno, cozei-o, e o que quiserdes cozer em água, cozei-o em água; e tudo o que sobejar, guardai para vós até amanhã. Êxodo 16:22-23"

Pergunto já o sábado era dia de descanso ou não? era parte da lei ou não? Qual? Aquele que é dever de todo o homem santificar.
como foi com os que quiseram desrespeitar tal ordem?

"E aconteceu ao sétimo dia, que alguns do povo saíram para colher, mas não o acharam.

Então disse o SENHOR a Moisés: Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis?

Vede, porquanto o SENHOR vos deu o sábado, portanto ele no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique no seu lugar, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia.

Assim repousou o povo no sétimo dia. Êxodo 16:27-30"

Se tiver oportunidade leia to o capítulo e veja que antes mesmo da Lei ser dada já Deus falava que o Sábado era parte de Sua lei! Não disse lei dos judeus!

Como foi depois de Cristo? Qual o exemplo? Vejamos alguns:

"E no sábado seguinte ajuntou-se quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus. Atos 13:44
E eles, saindo de Perge, chegaram a Antioquia, da Pisídia, e, entrando na sinagoga, num dia de sábado, assentaram-se; Atos 13:14"

Paulo e os cristãos ´Sábado se dirigiam à sinagoga.

E, saídos os judeus da sinagoga, os gentios rogaram que no sábado seguinte lhes fossem ditas as mesmas coisas.Atos 13:42

O argumento de que ele se reunia lá nesse dia era por causa dos judeus, segundo este verso não tem qualquer fundamento, pois os gentios que até então não observavam qualquer dia, passaram a fazê-lo.

E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram. Atos 16:13

Eles não iam só à sinagoga, mas um qualquer sítio onde se pudessem reunir para adorar.

Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas.Atos 15:21

Durante os outros dias Paulo e os seus companheiros trabalhavam, mas no Sábado se reunia com judeus crentes e gentios crentes. Etude estes exemplos com espirito de oração e desejo de sber qual a vontade de Deus e o Senhor o esclarecerá.

"E, como era do mesmo ofício, ficou com eles, e trabalhava; pois tinham por ofício fazer tendas. Atos 18:3

No dia 19 de Fevereiro de 2013 à1 17:17,

"Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. Atos 20:34"

Como vê amigo Deus não muda e não diz hoje uma coisa, amanhã outra. Tudo quanto ele faz durará eternamente. Ele fez o Sábado e assim será.

"Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele. Eclesiastes 3:14 !

Sem mais um Abraço querido irmão!

Anônimo X disse...

Prezado Sr. José Rodrigues Garção, bom dia.

Este espaço é um espaço democrático em que estamos dialogando.

Se há esse legalismo disfarçado, ele é cometido, desculpe-me a sinceridade, por pessoas como V.Sa. que condenam os outros por causa do sábado, mas não o guardam de forma alguma.

Tanto é verdade o que afirmei que o Sr. não respondeu as perguntas e desviou-se do assunto.

Nada tenho contra os que guardam o sábado e nem a Bíblia. Contudo é lamentável condenar alguém por causa de algum dia, e isso quando a Bíblia dá toda a orientação.

Romanos 14: 5 e 6

Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em seu próprio ânimo, aquele que faz caso do dia, para o senhor o faz.

Colossenses 2:16 e 17

"Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo”.


A forçação de barra dos versos Colossenses 2:16 e 17 acima é tão forte da parte da IASD que o próprio teólogo adventista Sammuele Bacchiocchi em seu livro “Do sábado para o Domingo, comentou o seguinte:

O Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia interpreta o sabbatwn-dias de sábado” como uma referência aos sábados cerimoniais anuais e não ao sábado semanal (Lev. 23:6-8, 15, 16, 21, 24, 25, 27, 28, 37, 38). É verdade que tanto o sábado e o Dia da Expiação em hebraico são designados pela expressão compostas shabbath shabbâthôn, significando “um sábado de descanso solene” (Êxo. 31:15; 15:2; Lev. 23:3, 32; 16:31). Porém esta expressão está traduzida na Septuaginta pela expressão grega composta “sabbata sabbatwn” que é diferente do simples“sabbatwn” encontrado em Colossenses 2:16. É, portanto, lingüisticamente impossível. interpretar este último como uma referência ao Dia da Expiação ou a quaisquer outros sábados cerimoniais uma vez que estes nunca são designados simplesmente como “sabbata”.

O comentário citado fundamenta sua interpretação, contudo, não no uso gramatical e lingüístico da palavra “sabbatwn”, mas numa interpretação teológica do sábado relacionado a “sombra” em Colossenses 2:17. Argumenta que “o sábado semanal é um memorial de um evento ao princípio da história da terra . . . por isso os ‘dias de sábado’ que Paulo declara serem sombras apontando a Cristo não podem referir-se ao sábado semanal . . . mas deve indicar os dias de repouso cerimoniais que alcançam realização em Cristo e Seu Reino”.

Determinar o significado de uma palavra exclusivamente por suposições teológicas, ao invés de fazê-lo por evidências lingüísticas ou contextuais, é contra os cânones da hermenêutica bíblica. Além do mais, até mesmo a interpretação teológica que o Comentário Adventista dá ao sábado é difícil de justificar, pois vimos que o sábado pode legitimamente ser considerado como a “sombra” ou o símbolo adequado da presente e futura bênção da salvação. Além do que já anotamos que o termo “sombra” é usado, não em sentido pejorativo, como rótulo para observâncias sem valor que perderam sua função, mas para qualificar o seu papel num relacionamento com o “corpo de Cristo”. Uma outra indicação significativa insurgindo contra os sábados cerimoniais, é o fato de que estes já estão incluídos na palavra “eorthς-festival” e se “sabbatwn” significasse a mesma coisa haveria uma repetição desnecessária. Estas indicações obrigatoriamente mostram que a palavra “sabbatwn” como está utilizada em Colossenses 2:16 não pode referir-se a quaisquer dos sábados anuais cerimoniais.

Não devemos fazer caso de dia algum. Se alguém quer guardar o sábado. Amém! Se quer guardar o domingo, sexta-feira ou qualquer outro dia, amém! Jesus nos libertou deste fardo! Os que pregam coisa diferente, infelizmente viverão em hipocrisia e não farão a vontade de Deus. Tanto assim que até agora o Sr. não teve coragem de responder o que já lhe perguntei.

Como então o Sr. e a IASD quer impor ou usar a Bíblia para dizer que é errado trabalhar no sábado?

Continua

Anônimo X disse...

Continua

Chamou ainda minha atenção os seguintes comentários feitos pelos Sr:

"O senhor sem nome me parece ter bebido muito do espirito dos Judeus no tempo de Jesus, pois tinham rodeado o Dia Santo de imposições, as quais não era possível ter como uma benção mas uma maldição."


RESPOSTA: Irmão então o Sr. está acusando o próprio Deus, tendo em vista que os mandamentos que citei foram determinações de Deus. Vide as ordens divinas abaixo:

Que a lei do 4º mandamento do decálogo dizia para: parar as atividades no shabbat; (Êx 20:8-10) e (Dt. 5:12-15)
- Que era proibido cozinhar (Êx.16:23).
- Que era proibido lavrar, arar, e colher (Êx. 34:21).
- Que era proibido fazer fogo (Êx. 35:2-3).
- Que era proibido apanhar lenha (Num.15:32-36).
- Que era proibido carregar cargas (Jeremias 17:21-22).
- Que era proibido praticar o comércio (Neemias 13:15-17).

E estava escrito claramente que qualquer um, fazendo qualquer trabalho, qualquer tarefa, seria morto (Êx. 31:14-15) (Êx 35:2); Núm. 15:32-36).

Saiba que todos aqueles que descumprissem os 10 mandamentos deveriam ser apedrejados.

Pergunto aos Sr. que defende o sábado judaico: por que não devemos apedrejar os que transgridem os Dez Mandamentos?

Lembro ao Sr. que as ordens acima mostradas nos versos são de Deus. Não foram os judeus que as determinaram! Portanto já que está preso ao Antigo Testamento, irá cumprir as ordens de Deus ou não?

O Sr. perguntou ainda o seguinte:

“Pergunto eu ao senhor anônimo, quando você guarda o Domingo, acaso não está sujeito às mesmas condições que apresenta aos adventistas? “

RESPOSTA: De modo algum, não estou preso a dia algum. Se tiver que trabalhar no sábado, domingo, 2ª feira, sem qualquer problema. Pergunte a qualquer católico ou evangélico se deixará de trabalhar no domingo, seja por vontade própria ou para alimentar seus filhos. Esse legalismo não é cultivado seja por católicos; seja por evangélicos. Conta outra irmão!

Como V.Sa., Sr. José Rodrigues, enrolou e nada respondeu, provavelmente por transgredir o sábado judaico e usar os serviços elétricos, entre outros, que tanto condena nos outros. Mais uma vez vou colocar as perguntas.

1ª Certa vez ia com minha querida esposa e filhos à IASD no sábado, quando percebi que um dos pneus de meu carro havia furado e fui ao borracheiro que o consertou. Veja bem que esta pessoa estava trabalhando e aí o que me diz? Paguei o serviço no sábado, fiz certo ou errado? E o borracheiro está certo ou errado em trabalhar no sábado?

2ª Em outra ocasião sendo adventista fiz um concurso, por meio de liminar depois do pôr do sol do sábado. Fiquei aguardando o término do sábado numa sala à parte juntamente com outros dezesseis irmãos e fiz a prova no domingo á noite.

Obs: a) A maioria foi de ônibus, assim como eu; b) Aguardamos o término do sábado, tratando do nosso interesse, para fazer a prova no domingo; c) Ficamos aguardando o termino do sábado numa sala em que havia iluminação e ar condicionado.

Sr. José responda-me: transgredimos ou não o sábado? Os motorista de ônibus pecaram? E as pessoas que trabalharam na Cia elétrica pecaram ou não? E os fiscais da prova transgrediram o sábado ou não?

3ª Sr. José, certa vez um conjunto adventista foi convidado para a ir à Igreja da IASD no sábado, ao final, em decorrência de um imprevisto, não havia almoço para o grupo. O que fizemos? Fomos ao supermercado comprar alimentos no sábado e a seguir preparamos rapidamente o almoço.

Pergunto ao Sr. cometemos pecado por comprar alimentos no sábado? E os funcionários do supermercado, cometeram pecado por trabalhar neste dia?


Continua

Anônimo X disse...

Continua

4ª Se morasse perto do Sr. e tendo amizade e liberdade para debater, ao passar em frente a sua casa lhe perguntasse: Sr. José, hoje é sábado e o irmão não está fazendo nenhuma atividade espiritual em sua casal. Pois bem, será que o irmão deixará as lâmpadas acesas, ou ao dormir ou chegar à noite ligará o ventilador, ou chuveiro elétrico sabendo que as pessoas estão trabalhando para servi-lo? Estes usos nada têm a ver com a espiritualidade irmão! O que o Sr. me diria? As pessoas que estão trabalhando na cia elétrica no sábado estão pecando?
E o Sr., estaria sendo hipócrita por condenar o serviços que terceiros fazem no sábado, no mesmo momento em que usa de tais serviços e que pagará pelos mesmos?

Obs. 1: Lembre-se que o fornecimento dos serviços se dão entre contrato feito pelo contratante que é o Sr. e o os contratados que são as empresas!

Obs.2: Não podemos pregar o que não praticamos. Isso é hipocrisia!

Note bem que citei questões bem concretas. Espero que desta vez esclareça as perguntas feitas. Se necessário for, peça ajuda ao Pr. de sua igreja ou aos teólogos da IASD. O que não pode é ficar enrolando.

Se mais adventista se habilitar também está convidado a responder.

Desde já, agradeço pelas respostas a serem dadas.

Obs: Espero que desta vez alguém responda de forma objetiva.

Um abraço fraternal e que Deuu abençoe a todos nós, em nome de Jesus.

Anônimo X.

Anônimo X disse...

Corrigindo:

Se mais algum adventista se habilitar está convidado também a responder.

Desde já, agradeço pelas respostas a serem dadas.

Obs: Espero que desta vez alguém responda de forma objetiva.


Um abraço fraternal e que Deus abençoe a todos nós, em nome de Jesus
.

Anônimo X.

Anônimo X disse...

Prezados irmãos, bom dia.

É impressionante, mas passados 11 dias nenhum adventista se apresentou para responder as indagações que levantei!

Creio que é porque os adventistas usam energia elétrica no sábado em suas casas e pagam por tais serviços usando consequentemente: ventiladores, ar condicionado, lâmpadas, chuveiro elétrico, gás de rua, telefone e tudo o mais em atividades que muitas vezes nada têm a ver com a espiritualidade.

O que tem a ver com a espiritualidade: usar o ventilador ou ar condicionado no sábado para dormir? Acender as lâmpadas no sábado quando não se está evangelizando ou estudando a Bíblia? ;
Deixar a geladeira ligada no sábado? Ligar o fogão e acender o fogo no sábado? Usar o chuveiro elétrico no sábado para aquecer a água? Usar gás de rua no sábado?

Já esperava, a falta de coragem em obter respostas, pois os adventistas entrarão em contradição. Por quê? Porque pregam um sábado judaico e não cumprirem o que pregam aos outros, haja vista usufruírem incoerentemente de serviços de terceiros pelos quais pagam no sábado.

De todo modo: o silêncio e a omissão da resposta os denuncia!


Um abraço fraternal e que Deus abençoe a todos nós.

Dantas satnad disse...

"Não pensei que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir."Mateus 5:17. Se vcs que são contra a guarda do Sabado dizem que o Sabado ñ deve mas ser guardado, me desculpem mas vcs estão chamando Jesus de mentiroso. o que me explicam agora que acabaram de ler o versiculo dito por Jesus. 'Jesus cumpriu a Lei para nos dar o exemplo, e vcs devem fazer o mesmo se são seguidores dEle!!!'

Anônimo X disse...

Irmão Dantas Satnad, boa tarde.

Não respondeu as perguntas que fiz?

Passados 16 dias nenhum adventista se apresentou para responder as indagações que levantei! Por que será?

O Sr. por exemplo usa energia elétrica no sábado, inclusive hoje que é sábado quando postou essa mensagem, e paga por tais serviços.

Portanto tenha coerência e guarde o sábado primeiro, depois venha pregar.

Afinal pregar e não praticar é incoerência!

Anderson Dantas disse...

mas eu uso a energia elétrica no sábado, porque Deus disse que devemos fazer o bem no sabado!

Anônimo X disse...

Irmão Anderson, bom dia!

O Sr. não faz o bem ao próximo, mas a si próprio pagando por tais serviços no sábado para usá-los em sua casa: Geladeira, lâmpadas acesas, chuveiro elétrico etc.

O que o consumo dos bens a cima em sua casa no sábado tem a ver em fazer bem ao próximo? NADA! NADA! NADA!Conta outra Sr.Anderson. Rs rs rs

O Sr. Condena e crítica os que trabalham no sábado, mas não consegue se desvincilhar de usar e pagar pelos serviços de terceiros.

Sabe o nome disso? INCOERÊNCIA E HIPOCRISISA!

Anderson Dantas disse...

seu ..... da .... eu uso a energia eletrica para fazer o bem, entendeu!!!

Gilson Tenório disse...

Creio que todos aqui acreditam que Deus (Jeová, o Grande "Eu Sou") é o Todo Poderoso (Onisciente, Onipresente e Onipotente) e Ele não muda ou se contradiz, correto?

Se sim, então o que Ele disse e ordenou em Gênesis, sobre o descanso do sábado, o mesmo descrito em Êxodo no Decálogo, tem que ser observado...
Se estão dizendo que Deus aboliu o sábado no NT e que não é mais para ser observado etc... Então esse Deus não é o mesmo do AT, e se for o mesmo Deus é um deus de que se pode confiar na sua palavra pq ele diz uma coisa e depois diz outra...

Creio que está havendo um erro de interpretações sobre o assunto e quem está dizendo que Deus aboliu os mandamentos está chamando Deus de Contraditório em sua palavra, isso é blasfêmia....

Irmãos o mesmo Deus que criou tudo inclusive o sábado, é mesmo de hj e sua palavra não muda...

Que Deus ilumine suas vidas...

Abraços...

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog