A Virgem Maria

O padre católico André Carbonera em um artigo denominado de Pascoladas declara algo que vai mais além do que uma crítica aos evangélicos em decorrência da nossa posição bíblica com relação aos títulos e honrarias que os católicos tributam a Maria.

Muitos afirmam crer em Jesus, mas têm ódio da Mãe do mesmo Jesus... Ah, eu adoro Jesus! Tenho Jesus no meu coração. Jesus é meu tudo. Entretanto, desconhecem, negam, rejeitam e insultam a Mãe de Jesus... em nosso peregrinar terráqueo, quanto mais pistolões houver, melhor! Por que jogar fora, então, aqueles que pedem e rezam por nós, bem pertinho de Deus e de Jesus, como Maria e os Santos? Sena uma inútil auto-suficiência e uma enorme burrice...!

Primeiramente deixamos claro que não odiamos Maria, mãe de Jesus. Só queremos vê-la no seu próprio lugar indicado na Bíblia. Como poderíamos odiar Maria? E uma acusação sem fundamento. Em toda a literatura evangélica sobre a identidade de Maria não pode ser encontrado algo que possa justificar essa acusação tão absurda. Amamos Maria como a mãe de Jesus como apresentada na Bíblia.

Para desfazer esse equívoco, nada melhor do que apresentar o que a Bíblia realmente fala de Maria e depois confrontar com a posição católica sobre Maria.

Para esse confronto vamos examinar o livro "Glórias de Maria" de S. Afonso de Ligório, doutor da Igreja e fundador da congregação do Santíssimo Redentor. O nome da editora é Editora Santuário, de Aparecida, onde se situa o Santuário da Conceição Aparecida. Os editores informam que o livro é uma das obras mais conhecidas do santo doutor. Um livro que, em 23 7 anos, teve 800 edições, ainda que marcado pelo tempo, não precisa de justificativas para ser reeditado. Abordando o valor do livro o tradutor assim se pronuncia: Com as Glórias de Maria ergueu Afonso um perene monumento de seu terno e vivíssimo amor a Mãe de Deus ("Glórias de Maria". S. Afonso de Ligório, Editora Santuário - Aparecida - SP, p. 13).

Diz ainda o tradutor: São freqüentes no presente livro as referências a Revelações. Que pensar sobre tais Revelações? Tais Revelações feitas por Deus mesmo, ou por meio de anjos e santos, são possíveis, são reais, e sempre existiram na Igreja. Pertencem à categoria das graças extraordinárias de Deus ("Glórias de Maria", S. Afonso de Ligório, Editora Santuário, Aparecida - SP, p. 15).

Não pode ser alegado, pois, que se trata de obra não reconhecida pela Igreja Católica Romana.

Nesse confronto verificamos que os títulos e honrarias prestados a Jesus na Bíblia são transferidos a Maria, colocando-a, em diversas oportunidades, como alguém que se deve recorrer, de preferência, à pessoa augusta e soberana de nosso Senhor Jesus Cristo.

Por ICP

1 comentários:

Anônimo disse...

Acredito que os católicos dizem que odiamos Maria mas na verdade o ódio está no fato de não venerarmos Maria como fazem (eles simplesmente não entendem isto por causa da tradição católica), nunca odiaremos Maria, aliás por causa dessa idolatria toda, nós evangélicos ficamos um pouco receosos de falar dela, que é um personagem bíblico tão sublime como Moisés, Rute, ou o apóstolo Paulo é uma pena, apesar de pouco se falar dela, poderíamos sim aprendermos com sua obediência ...(jaqueline)

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog