Catolicismo - Desvio da Verdade

A Igreja Católica Apostólica Romana não é a mesma Igreja fundada por Cristo e continuada por seus Apóstolos logo após a sua assunção aos céus. De fato, o cristianismo teve origem ali, mas a partir de certo momento na história o Catolicismo começou a se desviar das verdades do evangelho, tornando-se hoje uma igreja altamente protituída.

Pode-se datar que o começo deste desvio deu-se quando o Imperador Constantino (306-337) convertido ao cristianismo (312) e publicou o edito de Milão (313) obrigando todos a se tornarem também cristãos.

Este fato colaborou para que, ao invés de conversões genuínas, houvesse uma espécie de sincretismo. Muitas práticas pagãs, tais como as festas para a adoração ao Sol Invicto e à deusa Eoster, fossem introduzidas nas comemorações cristãs do Natal e da Páscoa.

A partir de então, a curva de desvio da Verdade acentuou e acelerou-se de forma violenta, a ponto de os séculos mais negros da história da Europa coincidirem com os anos em que a Igreja Católica "reinou" soberana: os mil anos de trevas ( 500-1500). Trevas estas não só espiritual, mas também intelectual e moral.

Veja a seguir um resumo dos desvios introduzidos pela Igreja nestes quase 1300 anos:

· Orações pelos mortos, em 310

· Acender velas, em 320

· Adoração de santos, em cerca de 375

· A Adoção da missa como necessária para a salvação, em 394

· Adoração à Virgem Maria, em 432

· A Doutrina do purgatório, em 593

· Supremacia papal, 606

· Costume de beijar o pé do papa, em 709

· Adoração à imagens e relíquias autorizada em 788

· Água benta, em 840

· Canonização de santos, em 993

· Celibato, em 1074

· Infalibilidade papal, em 1076

· O terço foi introduzido em 1090

· Sete Sacramentos, em 1140

· A venda de indulgências, em 1190

· O dogma da transubstanciação, em 1215

· Confessionário, em 1215

· A Ave Maria, em 1316

· O cálice determinado só para o clero, em 1415

· Purgatório decretado, em 1439

· Tradição Católica Romana do mesmo nível que as sagradas escrituras Bíblicas, em 1546

· Livros apócrifos incluídos no Cânon Bíblico, em 1546

· A concepção imaculada de Maria anunciada em 1854

· A ascensão de Maria ao céu, em 1950

Todos estes desvios, além de outros mais que não coloco aqui para não ser extenso, não encontram apoio bíblico. Por isso a Igreja Católica sempre recorre à Tradição. Dizem: "Jesus não mandou escrever o evangelho, mas pregar o evangelho". No entanto, a mesma Bíblia que eles dizem ser a Palavra de Deus afirma:


"Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro" (Apocalipse 22.18,19).

A Igreja Católica percebeu que, no Brasil, ela perdeu muitos fiéis para ao Igrejas evangélicas. Por isso a chamada Renovação Carismática Católica tem investido pesado em copiar os evangélicos, principalmente os pentecostais. Têm tirado as imagens das igrejas e pouco falam nos "santos". No entanto, a adoração a Maria se fortaleceu na mesma proporção em que a "renovação espiritual" trouxe novo fôlego para as paróquias.

3 comentários:

Ale. disse...

Desculpe, meu amigo, mas você deveria estar preocupado é com o avanço do satanismo e dos ataques contra os Cristãos. Atacar a Igreja Católica só faz de você um idiota útil a serviço dos inimigos do Cristianismo (comunismo, ateísmo, liberalismo, gnosticismo, ocultismo, positivismo, construtivismo etc). Ou você acha que os ataques sistemáticos do inimigo vão cessar após o colapso da Igreja Católica? Pense um pouco: quando derrubarem a Igreja, os protestantes não vão durar uma semana.... Como não tenho intenção de ofendê-lo ou atacá-lo, já que acredito ser esta a hora da união Cristã, me coloco à sua disposição para refutar seus ataques, um a um, e explicar o que você deveria ter estudado antes de escrever este post. Se sua inteção for apenas criticar e atacar (ódio enrustido), esqueça o que escrevi e delete este comentário. Se sua intenção é buscar a Verdade onde ela estiver e doa a quem doer, conte comigo... é só me avisar. E que Deus ilumine seu caminho e retire o ódio que deixou escorrer neste post.

"Eu sou o caminho, e a VERDADE, e a vida" - Nosso Senhor Jesus Cristo.

Ale.
http://ordem-natural.blogspot.com

Anônimo disse...

A sua publicação sobre esse assunto é muito útil para cristãos e não cristãos,pois todos que lerem esse pequeno resumo não irá se iludir com a igreja católica e sim caminhar lado-a-lado com os evangélicos diretamente para a vida eterna com o único que pode salvar:
O Senhor Jesus

Ivo Gomes de Lima disse...

"... me coloco à sua disposição para refutar seus ataques, um a um, e explicar o que você deveria ter estudado antes de escrever este post..."

Refutar os tais "ataques" (ou seriam os "desvios"?) com o quê? Porventura, seria com "fatos" obtidos nalguma fonte "extra-bíblica"?

Aceita (como sendo verdade) "fatos" extra-bíblicos quem quer. Noutras palavras, quem (independentemente de credo adotado) não assume a Santa Escritura como única regra de fé e prática para os filhos de Deus do Novo Testamento.

Se me declaro "cristão" honesto na presença de Deus, cabe-me - independentemente de credo que espose - aceitar - sem me sentir "atacado" - ser confrontado com "desvios" da verdade, porventura existentes no rebanho de que faço parte. (Não acredito que exista algum grupo religioso onde não possa ser apontado "desvio" (tendo como referência o Livro dos Livros) algum quanto ao entendimento e/ou comportamento de seus membros. Entendo que em Deus e em Sua Palavra não pode ser encontrado "desvio" algum; já no entendimento e comportamento dos filhos (mesmo os mais íntegros) de Deus... Debater - honestamente, e sustentado na Escritura e na graça do Espírito de Deus - "desvios" que são atribuídos ao meu rebanho, é mais proveitoso que me sentir "atacado".

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog