Há erros na Bíblia? Não!


Os críticos afirmam que a Bíblia está cheia de erros. Alguns falam, até mesmo, em milhares de erros. A verdade é que não há nem mesmo um só erro no texto original da Bíblia que tenha sido demonstrado. Isso não quer dizer que não haja dificuldades em nossas Bíblias. Dificuldades há, mas com certeza não há realmente erros nas Escrituras. Por quê? Porque a Bíblia é a Palavra de Deus, e Deus não pode errar.

Vamos raciocinar. Vamos tratar isto de uma forma lógica examinando as premissas:

- Deus não pode errar.
- A Bíblia é a Palavra de Deus.
- Portanto, a Bíblia está isenta de erros.

Como qualquer estudante de lógica sabe, este é um silogismo (uma forma de raciocínio) válido. Assim, se as premissas são verdadeiras, as conclusões também são verdadeiras. Como vamos mostrar, a Bíblia declara sem rodeios ser a Palavra de Deus.

Ela nos informa também que Deus não pode errar. A conclusão, então, é inevitável: a Bíblia está isenta de erros. Se ela estivesse errada em qualquer coisa que afirma, então Deus teria cometido um erro. Mas Deus não pode cometer erros.

Deus não pode cometer erros

As Escrituras declaram enfaticamente que "é impossível que Deus minta" (Hb 6:18). Paulo fala do "Deus que não pode mentir" (Tt 1:2). Ele é um Deus que, mesmo que não sejamos fiéis, "permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo" (2 Tm 2:13). Deus é a verdade (Jo 14:6) e assim também é a Palavra dele. Jesus disse ao Pai: "a tua Palavra é a verdade" (Jo 17:17). O salmista exclamou: "As tuas palavras são em tudo verdade" (SI 119:160).

A Bíblia é a Palavra de Deus

Jesus referiu-se ao AT como sendo a "Palavra de Deus", que "não pode falhar" (Jo 10:35). Ele disse:

"Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra" (Mt 5:18). 
Paulo acrescentou: 

"Toda a Escritura é inspirada por Deus" (2 Tm 3:16). 

Ela veio "da boca de Deus" (Mt 4:4). Embora tenham sido homens aqueles que escreveram as mensagens, "nunca, jamais, qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo" (2 Pe 1:21).

Jesus disse aos líderes religiosos de seus dias que eles vinham "invalidando a palavra de Deus" pela sua própria tradição (Mc 7:13). Jesus chamou-lhes a atenção para a Palavra de Deus escrita quando repetidamente afirmou: "Está escrito ... está escrito ... está escrito ..." (Mt 4:4, 7,10).

Esta frase aparece mais de noventa vezes no NT. É uma forte indicação da autoridade divina da Palavra de Deus escrita. Dando ênfase à natureza inerrante da verdade de Deus, o apóstolo Paulo referiu-se às Escrituras como "a palavra de Deus" (Rm 9:6). O autor de Hebreus declarou que:


"A palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração" (Hb 4:12).

Conclusão lógica: A Bíblia é isenta de erros

Sim, Deus falou, e ele não titubeou. O Deus da verdade nos deu a Palavra da Verdade, e ela não contém inverdade alguma. A Bíblia é a inerrante Palavra de Deus.

MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e "Contradições" da Bíblia - 
Norman Geisler - Thomas Howe.

10 comentários:

Anônimo disse...

Caro escritor a sua lógica não tem muita lógica dentro dela... Se a bíblia contiver erros então as suas premissas estão erradas.
Deus não pode errar certo? Então porque é que ele criou o Homem que comete tantos pecados?

Filipe Veiga disse...

Criou o homem que comete tantos pecados? isso não é um erro de Deus, mas sim um erro do homem.

Filipe Veiga disse...

Na bíblia tem muitos textos discordantes sim, mas isso torna a Bíblia mentirosa? Não!

Vejamos:

Quando Jesus pisou em terra, foi ao encontro dele um endemoninhado daquela cidade. Fazia muito tempo que aquele homem não usava roupas, nem vivia em casa alguma, mas nos sepulcros.
Lucas 8:27

Agora vamos ver em outro texto:

Quando ele chegou ao outro lado, à região dos gadarenos, foram ao seu encontro dois endemoninhados, que vinham dos sepulcros. Eles eram tão violentos que ninguém podia passar por aquele caminho.
Mateus 8:28

Um texto diz ser 1 (um endemoninhado) o outro já diz ser 2 (dois). Quem está certo nisso?

Resposta: Os dois textos estão corretos, pois cada pessoa tem seu jeito de ver as coisas.

Agora vamos parar e pensar:

Vamos pegar um trexo da Bíblia que vai servir de resposta:

Todos ficaram atônitos e glorificavam a Deus, e, cheios de temor, diziam: "Hoje vimos coisas extraordinárias! "
Lucas 5:26

Significado de atônito:

adj. Espantado, pasmado; estupefato; espavorido.
Assombrado de susto ou de admiração.

Quando estamos admirados com algo, conseguimos prestar atenção em tudo que está ao nosso redor?
Claro que não!

A Bíblia são textos que contam tudo o que viram, são escritas de testemunhas diferentes, por isso sempre você vai encontrar detalhes que parecem se contradizerem um com os outros textos.

Isso que torna a Bíblia verdadeira, pois nós humanos temos diferentes modo de ver as coisas, o angulo de visão é diferente. Seu eu estou um pouco mais à direita, vou ver diferente de você que está na esquerda.

Se eu for ao museu com você e mais uma pessoa, e juntos olharmos um quadro, teremos diferentes opniões um dos outros, e cada um de nós contaremos detalhes diferentes.

Cada pessoa tem seu jeito de ver as coisas.

A Bíblia é a verdadeira Palavra de Deus, e Deus não mente. Quando procuramos achar mentira na Bíblia, nós estamos nos enganando. Comparamos as coisas conforme somos, se sou mentiroso, você também vai ser mentiroso, isso segundo meus olhos.

Você dizer que eu não existo, vou continuar existindo, do mesmo jeito Deus também vai.

É melhor se esforçar e obedecer a Deus, do que tentar achar que Deus não existe, pois Ele é real.

Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;
Hebreus 12:14

Sérgio Almeida disse...

Outro silogismo:
Se a Bíblia possui erros, e Deus não erra, logo, a Bíblia NÃO é a palavra de Deus.

Silmples!

Sérgio Almeida disse...

Então Deus não previu que o homem cairia em pecado? Onde fica a Oniciência Divina nesse caso?

Anônimo disse...

Só uma pergunta pra você que tem um silogismo e uma lógica tão perfeitos!

Me responda o seguinte:

Se o homem foi feito à imagem de deus, que é perfeito, o homem seria, portanto perfeito. Desconsidere o fato do consumo do fruto proibido.

Se o demônio foi criado por deus (criador de todas as coisas), ele não poderia ser imperfeito, ou o criador seria imperfeito.

Voltando à afirmação de que o homem foi criado por deus, um ser perfeito, segundo você, à sua imagem, deus é imperfeito por essa simples definição. O homem não é, nem nunca foi, muito menos será um organismo baseado na perfeição. Temos milhares de problemas fisiológicos devido à evolução. Somos inferiores, em vários quesitos, a vários animais. O golfinho pode comer enquanto respira, pois seus canal digestivo e o canal do sistema respiratório são divergentes! E o golfinho não foi baseado em deus, o ser perfeito!

Faça a si mesmo um favor, se for usar silogismo (uma abordagem científica), esteja preparado para responder a pessoas com conhecimento científico maior do que as amebas que frequentam congregações religiosas e que dizem amém para qualquer idiotice que seja dita em nome desse livro.

Estou postando como anônimo porque não possuo conta que tenha identificação, mas caso haja uma resposta (ou seja, que você leu e considerou meu comentário), é só pedir e eu te passo meu e-mail.

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Olá Anônimo do dia 23 de julho de 2012 10:55

Tudo Bom?

Se quiser conversar sobre o assunto, sem usar ad hominem, envie-me um e-mail:

helio.juniorjp@gmail.com

Graça e Paz!

Hélio S. Júnior
===============

IMNT disse...

Como o autor do "silogismo" demonstra a veracidade das suas premissas recorrendo à Bíblia, então o mais honesto, intelectualmente, seria formula-las de maneira mais completa:

- A Bíblia diz que Deus não pode errar.

- A Bíblia diz que a Bíblia é a Palavra de Deus.

- Portanto, segundo a Bíblia, a Bíblia está
isenta de erros.

Ou seja, o silogismo está mais um "sofisma"!

Usar a Bíblia para atestar a verdade da Bíblia é muito fácil. E o que é pior, muita gente se deixa levar por esse tipo raciocínio circular que não prova nada!

marcelo disse...

Deus criou os homens e até mesmo os anjos com total liberdade, a principio lucifer foi criado quando nao existia maldade, geralmente só pensamos ou falamos em coisas que ja ouvimos ou vimos, se nao existia maldade Deus então não pensou em maldade, a tal maldade se criou dentro do coração de lucifer e a primeira maldade que existiu se chama inveja, dali então vem todas as demais, amigos Deus nao criou escravos nem cachorrinhos para ser posto em coleiras, e nem criou marionetes pense nisso ou pense naquilo a escolha é sua

Alfredo Celta disse...

Cada vez que tento achar argumentos para o ateísmo, acabo me afastando mas dele... Toda argumentação tem uma resposta bíblica lógica "sem hipocrisia é realmente incrível"...

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog