O sábado foi instituído por causa do descanso de Deus em relação à criação, ou por causa da libertação do Egito que ele deu a Israel? Deuteronômio 5:15

PROBLEMA: Quando Moisés primeiramente deu a Lei a Israel, a razão citada para a observação do sábado foi porque "em seis dias, fez o Senhor os céus e a terra... e ao sétimo dia descansou; por isso, o Senhor abençoou o dia de sábado e o santificou" (Êx 20:11). Mas quando Moisés repetiu a Lei à nova geração que estava prestes a entrar na Terra Prometida, a razão dada foi que "o Senhor teu Deus te tirou dali [do Egito] com mão poderosa, e braço estendido: pelo que o Senhor teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado" (Dt 5:15).

SOLUÇÃO: Estas são simplesmente duas razões para a mesma observância. A primeira razão foi estabelecida conforme o descanso de Deus após a criação, e a segunda, conforme o seu ato de redenção. Ambas são razões verdadeiras e legítimas. A primeira foi a razão inicial, e a segunda foi a razão subseqüente. Como foi Deus quem realizou esses dois atos, ele tinha todo o direito de estabelecer ambos como razões para a observação do seu mandamento.

MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e "Contradições" da Bíblia -
Norman Geisler - Thomas Howe.

1 comentários:

Pesquisador Cavalcante disse...

Descanso semanal: a CLT de Moisés

Jesus, o Governador Espiritual do nosso planeta, estava preocupado com a exploração descabida dos patrões sobre os escravos e resolve baixar um preceito divino para amenizar a situação da classe trabalhadora.Pede então ao Anjo encarregado da implantação do monoteísmo na Terra, Jeová,que cuide da situação.

Jeová então, aproveitando-se da narrativa da criação do mundo em 6 dias e descanso por Deus no 7º dia, resolveu santificar o sábado, proibindo toda e qualquer atividade naquele dia, sob pena de morte.Estava criada a CLT de Moisés que, com o passar do tempo, foi incorporada à Carta Magna de todas as nações democráticas do mundo. Assim a classe operária ganhou um descanso semanal, graças a esse abençoado preceito bíblico.

É claro que essa historieta serve apenas para enfatizar o quanto é importante nos apegarmos "ao espírito que vivifica" ao invés do apego à "letra que mata".E por falar nisso, o objetivo não foi a santificação pura e simples de um dia na semana (sábado, domingo ou outro dia qualquer) e sim, o descanso semanal após 6 dias ininterruptos de trabalho.

Deus sabe o que faz. Naquela época, há mais de 3000 anos era possível a aplicação literal da proibição no dia santificado. Hoje, isso não é mais possível, nem faz sentido ficarmos discutindo se o dia certo a ser guardado é o sábado ou o domingo. Importa sim, que haja uma escala de trabalho que inclua as folgas semanais de cada trabalhador.

Era o que tinha a comentar

Cavalcante

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog