Este verso prova que todas as pessoas serão salvas, conforme alegam os universalistas? Salmos 110.1

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Davi disse (e Cristo repetiu essas palavras): "Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés" (Sl 110.1; confira Mt 22.44). Alguns liberais e universalistas citam esse verso para dar suporte à sua crença de que ao final todas as pessoas serão salvas. Essa é a maneira apropriada de se utilizar esse verso?

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: As mes­mas objeções feitas ao universalismo citadas na discussão de 1 Coríntios 15.25-28 são aplicáveis a essa situação. Além do mais, os indivíduos aqui sendo descritos como "inimigos" que são "subjugados" (e não salvos) são cha­mados de "escabelo dos pés" de Deus — dificilmente uma descrição apropriada de santos que são co-herdeiros com Cristo e que possuem todas as bênçãos nos lu­gares celestiais em Cristo (Rm 8.17; Ef 1.3).

Nesse contexto, Davi não está falando a respeito da salvação dos perdidos. Antes, está se referindo explicita­mente à ira de Deus sobre os seus inimigos (Sl 110.1-5), e não às suas bênçãos sobre o seu povo.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

5 comentários:

Anônimo disse...

Na verdade, podemos encontrar inumeras contradições na Biblia, dai a margem para várias interpretações, porque nem tudo está lá, claro como um cristal, é preciso estudar, pesquisar, verificar as traduções, contextualizar... Seremos salvos pela Fé, ou pelas Obras? Porque não por ambas, pois, qual justiça teria a salvação do maior pecador, que, antevendo o seu final, escapa da pena, pelo arrempedimento? Não teria que haver reparação?
Assim, como o homem justo e temente a vida toda, mas que no final da vida sofreu reverses e provações, e tendo aguentado provações imensas, sucumbe ao desespero e ao descrédito na providência divina...seria justo que este homem que fez o bem, e suportou grandes mazelas,teria pior "sorte" do que o bandido arrempedido?

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

CONTRADIÇÕES?

Sim, a Bíblia aparenta ter muitas contradições em suas páginas. Por exemplo, os quatro evangelhos oferecem quatro relatos diferentes, a respeito do que foi escrito na placa que estava pendurada na cruz. Mateus diz: "Este é Jesus o Rei dos Judeus" (27:37). No entanto, Marcos contradiz isso com "O Rei dos Judeus" (15:26). Lucas afirma algo diferente: "Este é o Rei dos Judeus" (23:38), e João sustenta que a placa dizia "Jesus Nazareno, o Rei dos Judeus" (19:19).

Aqueles que estão à procura de contradições portanto podem dizer: "Veja, a Bíblia está cheia de erros!" e resolvem por rejeitá-la inteiramente como sendo indigna de confiança. Entretanto, aqueles que confiam em Deus não encontram nenhum problema em harmonizar os Evangelhos. Não há nenhuma contradição se a placa disse simplesmente: "Este é Jesus Nazareno, o Rei dos Judeus".

A base religiosa da confiança deles está sobre duas verdades: 1) "toda a Escritura é inspirada por Deus" (2 Timóteo 3:16); e 2) uma regra elementar da Escritura é que Deus tem intencionalmente incluído aparentes contradições na Sua Palavra para servir de "armadilha" aos soberbos. Ele tem "escondido" essas coisas do "sábios e inteligentes" e "as revelaste aos pequeninos" (Lucas 10:21), propositadamente escolhe as coisas loucas para confundir as sábias (1 Coríntios1:27).

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

FÉ OU OBRAS?

As Escrituras são claras quanto a isso:

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas." Efésios 2:8-10

Muita gente acha que tem levado uma vida correta o suficiente para ir para o céu. Como suas vidas são caracterizadas por um certo grau de moralidade, elas presumem que Deus as aceita­rá.

A Bíblia afirma o contrário. Segundo as Escrituras, ne­nhum de nós, por mais correto que seja, é justo aos olhos de Deus.

"Como está escrito: Não há justo, nem sequer um. Não há quem entenda; não há quem busque a Deus" Rom. 3:10,11.

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" Rom. 3:23.

"Porque o salário do pecado é a morte..." Rom. 6:23.

A Bíblia ensina que cada um de nós é pecador. Existem no mundo, muitas pessoas de boa conduta, íntegras, que colabo­ram para o bem comum, mas a Bíblia diz que por melhor que uma pessoa seja, ela não é boa o bastante para satisfazer o padrão perfeito de Deus.

As Escrituras pregam que não é o homem que deve avaliar o próprio homem, mas sim Deus. Quando a criatura é avaliada pelo Criador, acha-se pesada na balança. O salmista disse:

"Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no seu lugar santo? Aquele que é limpo de mãos e puro de coração; que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosa­mente" Sal. 24:3,4.

O apóstolo Paulo escreveu:

"Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem" Gál. 3:22.

Nenhum de nós está em posição de agradar a Deus por nossa própria retidão. Precisamos da ajuda dele para fazermos parte de sua família e experimentarmos a vida eterna ao seu lado. Deus forneceu esse auxílio na pessoa de Jesus Cristo.

Jesus veio à terra para que pudéssemos saber como Deus é e o que ele requer de nós. Quando os discípulos perguntaram a Cristo quais eram as obras que agradavam a Deus, ele deixou bem claro o que Deus queria da humanidade.

"Perguntaram-lhe, pois: Que havemos de fazer, para praticarmos as obras de Deus? Jesus lhes respondeu: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou" João 6:28,29.

A Bíblia indica nitidamente que precisamos depositar nossa fé em Cristo como provisão de Deus para nossa salvação. A morte de Jesus na cruz foi o preço pago por nosso pecado. Precisamos aceitar aquele sacrifício pela fé.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" João 3:16.

A única maneira de agradarmos a Deus e entrarmos no céu é tendo fé em Cristo. Nossas boas obras apenas nunca serão suficientes.

Conclusão:

A Bíblia claramente ensina que somos justificados pela fé e não pelas obras (Rm 1:17): "Mas, ao que não trabalha, porém crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é atribuída como justiça" (Rm 4:5). Também: "não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou" (Tt 3:5). E: "pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie" Ef 2:8-9.

Em Cristo...

Hélio S. Júnior

Anônimo disse...

Quando alguem fala em obras, como caminho de salvação, logo pensa em realizações externas, doações, construções...ou mesmo algum padrão de comportamento social.
Mas há um sentido mais sutil que adveem de realizar algo que foi previamente internalizado. Nesse sentido, você naõ realiza "obras" para ser "salvo"; mas, você acredita que, tendo fé em um Deus, Justo e Soberano, não pode dar prosseguimento a realizações que não vissem a "construir" esta justiça. Ser justo e bom, torna-se um caminho aprendido, não algo imposto como redenção!
Mesmo assim, as "obras" não garantem a salvação; pois que cada um será medido por Deus; entretanto, aquele que verdadeiramente tem fé, torna-se impossível não seguir na seara.
A verdadeira fé reflete-se em todos os atos da vida cotidiana!

Anônimo disse...

Eu acredito na inspiração divina, mas apenas como parte de uma revelação. Entretanto, pode um homem verdadeiramente entender Deus? Pode ele, após sua revelação, ser guiado perfeitamente sua palavra e escrita?

Pode um sábio, doutor nas leis da física e matemática, falar das leis da natureza a um matuto da roça, e mesmo tendo falado da forma mais simples possível, pode esse homem entender tudo o quê foi dito? Acredito que não!
Por isso, em Corintios, temos a tão famosa oração:
"A letra mata, e o espirito vivifica!"

Entretanto, aqueles que são humildes de coração, e reconhecem que não sabem tudo, como os "sábios e inteligentes", são realmente os quê mais se beneficiam da palavra, pois que neles, o espirito realmente irá vivifica-las.

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos