A carta de 2 Pedro foi realmente escrita pelo apóstolo Pedro?


PROBLEMA: O estilo de redação de 1 Pedro é diferente do de 2 Pedro. Também o tom usado na primeira epístola é diferente do que é empregado na segunda. Como os evangélicos podem assegurar que foi Pedro quem escreveu essa epístola?

SOLUÇÃO: Primeiro, na carta anterior Pedro teve Silvano como secretário (1 Pe 5:12), mas na segunda epístola parece ter sido o próprio Pedro quem escreveu. Isso pode explicar a diferença de uniformidade e de estilo entre as duas cartas.

Segundo, diferenças de estilo e de tom seriam de se esperar em duas cartas escritas com dois diferentes propósitos, em duas épocas distintas. A carta de 1 Pedro foi escrita para encorajar os crentes em sofrimento, ao passo que 2 Pedro contém advertências quanto a falsos mestres. Assim, parte da diferença de estilo e de tom pode ser devida à diferença das circunstâncias. Afinal, ninguém escreveria à sua namorada do mesmo jeito que escreveria uma carta a um deputado federal.

Terceiro, há uma boa evidência interna de que a carta seja de Pedro. O versículo 1 afirma ser ela escrita pelo apóstolo Pedro, que rememora as palavras de Jesus concernentes à sua morte, como registradas em João 21:18-19 (cf. 2 Pe 1:14). O autor dessa carta foi uma testemunha ocular do que aconteceu no Monte da Transfiguração, que é registrado em Mateus 17:1-8 (cf. 1:16-18). Pedro até mesmo refere-se a esta como sendo sua "segunda carta" (3:1), o que pressupõe uma primeira. Ele está consciente dos escritos do apóstolo Paulo e o chama de "o nosso amado irmão Paulo" (3:15-16).

Quarto, não há apenas algumas diferenças entre as epístolas, há também algumas semelhanças. Ambas põem ênfase em Cristo: 1 Pedro i o seu sofrimento e 2 Pedro na sua glória. Em ambas as cartas Pedro 1 refere-se a Noé e o dilúvio (1 Pe 3:20; 2 Pe 2:5; 3:5-6).

Quinto, há uma boa evidência externa de que essa carta tenha sido escrita no primeiro século por alguém como Pedro, que viveu na época dos eventos. O conhecido arqueólogo William F. Albright datou 2 Pedro de um tempo anterior ao ano 80 a.D. A descoberta do papiro de Bodmer (P72, ca. 250 a.D.) revela que ela era muito respeitada no Egito num tempo bem primitivo. O livro foi citado como autêntico por numerosos pais da igreja, inclusive por Orígenes, Eusébio, Jerônimo e Agostinho.

Finalmente, se não fosse escrita por Pedro, então seria uma mentira bíblica, porque a carta diz ser escrita por ele. Se não fosse ele o seu autor, ela estaria nos enganando e não poderia ser confiável no que se propõe a nós dizer (i.e., o seu testemunho de ter sido escrita por uma pessoa presente na Transfiguração).

Tendo-se em vista, portanto, todos os fatores acima, é forte a evidência de que o apóstolo Pedro foi o autor dessa epístola, e não outra pessoa. Assim, não temos razão alguma para desconfiarmos do que ela contém.

MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e "Contradições" da Bíblia - 
Norman Geisler - Thomas Howe.

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog