Hare Krishna

O movimento Hare Krishna, nome pelo qual é conhecida a Sociedade Internacional Para a Consciência de Krishna (ISKCON — Internacional Socíety for Krishna Consciousness) é um tipo ortodoxo de hinduísmo vedantista.

O movimento tem aproximadamente quinhentos anos de fundação na Índia, trinta anos no Ocidente e vinte anos no Brasil. Foi fundado por “Sua Divina Graça” Abhay Charan de Bhaktivedanta Swami Prabhupada que viveu como farmacêutico até 1959, tendo nascido em Calcutá, India, em 1896. Em 1959 deixou sua mulher e os cinco filhos para devotar-se de tempo integral e estudar com Síddharha Goswami. Este encarregou Prabhupada de levar a mensa­gem de devoção a Krishna ao Ocidente. Veio pela primeira vez aos Estados Unidos em 1965, e em 1966 havia estabelecido o culto hindu de Krishna num pequeno aposento na cidade de Nova York. Antes de morrer, em 4 de novem­bro de 1977, indicou um corpo dirigente de onze discípulos que continuaram sua missão. O presidente da ISKCON de Nova York, Bati Mardan Maharaj, disse por ocasião da morte dele: “Prabhupada foi um gênio mundial, maior que Jesus Cristo”. Por isso ele é cha­mado “Sua Divina Graça”.

ESTILO DE VIDA DOS DEVOTOS

Os homens raspam a cabeça, deixando apenas um topete no alto e carregam um rosário de 108 contas, geralmente numa bolsa a tiracolo. O mantra é cantado 16 vezes para cada conta, diariamente. A cor do vestido é geral­mente alaranjada para as mulheres. Pintam o corpo e o rosto para santificação e proteção com “tilaka”, uma pasta com água e um barro especial obtido na Índia e aplicado cada manhã, depois de um banho frio, em 13 diferentes partes do corpo, enquanto repetem os 13 diferentes nomes de Krishna.

Regras de Conduta Básica

Há 4 regras que todos os novos membros devem obedecer:

1. Não comer peixe, carne e ovos;
2. Não se intoxicar com drogas, bebidas, fumo etc;
3. Não praticar jogos de azar;
4. Não praticar sexo, exceto no casamento (com finalidade de procriar).

Horário Diário

3 horas: levantar, chuveiro e pintura (tilaka);
4 horas: Adorar ídolos;
5 horas: Cânticos;
7:30 horas: Tarefas, refeições;
12:30 horas: Almoço vegetariano;
13:16 horas: Trabalho e adoração no templo;
17 horas: banho;
21 horas: Cama.

A sociedade

A sociedade divide-se em:

a. Trabalhadores: que fazem o esforço mais braçal (limpeza do templo, confecção de grinaldas de flores para os ídolos ou divindades);

b. Comerciantes: vão à rua pregar e difundir o movimento (na realidade, obter dinheiro com a colocação de incenso e livros em ônibus, ruas, escritórios, gabinetes);

c. Administradores: exercem a função de direção no templo, na editora ou na fazenda; traduzem do inglês, escrevem e estudam as escrituras védicas.

Os ídolos

Os ídolos das divindades nos templos não são considerados como ídolos pelos devotos, senão como encarnações de Krishna (aparecendo em formas materiais).

Os ídolos são espanados, vestidos, alimentados e banhados em águas de rosas. Na realidade o líquido usado para banhar um ídolo de Krishna consiste de águas de rosa, mel, leite e um pouco de urina de vaca. Depois de terminada a cerimônia os devotos consideram uma honra beber tal líquido misturado!

As mulheres

Há segregação de sexos. As mulheres e crianças adoram de um lado do santuário; os homens de outro. As mulheres e os homens comem separadamente. As mulheres se aconselham que não façam nada por sua conta, de mo­do que não podem nem sair do templo sem permissão. Se têm que sair para mandar um recado, devem sair acompanhadas de um membro. A mulher está colocada numa situação de verdadeira criada do marido.

O mantra

Dá-se muito valor ao cântico dos mantras como um meio de se alcançar a iluminação (consciência de Krishna): “Hare Krishna, Hare Krishna, Hare Krishna, Hare Hare, Hare Rama, Rama, Rama, Hare Hare” (Hare significa “a energia do Senhor”; Krishna e Rama são títu­los dados ao deus Kríshna).

No início não manifestam todos os oitos estados de êxtase transcendental:

1) ficar imóvel;
2) transpirar;
3) arrepiar os pêlos
4) mudar a voz;
5) estremecer; de todo o corpo;
6) perda das forças físicas do corpo;
7) chorar em êxtase;
8) entrar em transe.

O primeiro sintoma do êxtase é o ímpeto de dançar à medida que se canta o mantra.

Condições para ser membro completo

Depois de observar estritamente as quatro regras, os novos adeptos devem aprender a cantar, a participar do templo, prostrar-se diante das divindades de madeira e mármore, e adaptar-se à rotina do templo. Seguem os seguintes estágios:

O serviço do templo

O serviço do templo tem importância considerável para os adeptos de Krishna. Deve-se entrar para o serviço do templo para demonstrar sua devoção.

Os devotos mais antigos insistem na entrega total da personalidade à filosofia do movi­mento Hare Krishna.

Iniciação

Depois de participar por seis meses do templo, o novato é indicado para a iniciação. A cerimônia é chamada “Hare-nama”, ou iniciação do sagrado nome. E dado um novo nome espiritual.

Logo depois vem um período de espera de seis meses adicionais. Agora o devoto é eleito para o segundo rito: a iniciação bramânica. Se fizer tudo o que se lhe manda, sem fazer perguntas, e se é fiel em todo o serviço, alcança um estado de adiantamento espiritual.

Os homens recebem um manto sagrado que leva sobre o ombro esquerdo e sobre o peito. As mulheres não recebem tal manto. Os devo­tos recebem também um mantra secreto, o mantra “gayatri”, que deve ser cantado três vezes por dia.

A “Sanniasa”

O passo seguinte na escala espiritual se conhece como “Sanniasa’. É um estado de renúncia reservado para os homens, especialmente o devoto”.

Implica em voto de pobreza e castidade, e numa entrega à pregação e obras, que dura toda a vida. Quando o devoto vem a estes “5 anniasa”, considera que tem obrigação de prostrar-se, porque estes monjes são considera­dos realmente santos.

Modo de viver dos casados

Ao casal que deseja ter um filho se ensina que tenham relação sexual uma vez por mês, no dia que a mulher se mostrar fértil. Antes de entrar no ato sexual deve o casal cantar 50 vezes sua corrente de contas (que é como um rosário) para purificar-se. Uma mulher casada deve pedir permissão ao seu marido para qualquer coisa fora dos deveres prescritos no templo. A mulher está colocada como inferior ao marido.

ENSINAMENTOS DA SEITA

1. ISKCON

Os ensinos básicos da ISKCON são os seguintes:

a. Krishna é a maior de todas as divindades. Krishna tem o corpo azul, costuma tocar flauta, cuida de vacas e tem namoradas vaqueiras;

b. O corpo é ilusório; a alma é individual e ao mesmo tempo faz parte da alma divina;

c. Pelo cântico do nome divino, uma pessoa pode ser livre dos seus sofrimentos e experimentar o êxtase — amor transcendental sem contato sexual;

d. Os devotos devem render-se completamente aos seus gurus (mestres);

e. A salvação se alcança pela devoção. Praticam a yoga Bahkti. E uma forma de yoga com devoção a uma divindade pessoal;

f. Mundo de Ilusão. Os seguidores de Krishna crêem que o corpo humano e o mundo físico não são reais, mas simples ilusão (maia, na linguagem hindu);

g. Nas muitas ilusões existentes, três permanecem, proeminentemente: bondade, paixão e ignorância. Da forma como o homem encara esses três aspectos da vida, ele irá responder na próxima. 1 — Se é governado pela ignorância, na próxima irá para o inferno; 2 — Se a paixão governa sua vida, sua futura reencarnação será na terra; 3 — Mas, se sua vida é governada pela bondade (total repúdio ao mundo material e total devoção a Krishna), o devoto será recompensado na vida futura em outros planetas, na mais sublime das realidades espirituais;

h. É interessante notar que Krishna não oferece assistência aos seus adeptos nas 24 horas do dia, quando lutam para uma purificação.

2. Devoção

Krishna não é um deus de graça. Cada de­voto deve guardar sua própria mente e corpo através de vários trabalhos e cantando o grande mantra. Visto que Krishna se acha tão distante dos seus seguidores, um mestre espiritu­al (guru) é chamado para ajudar no longo caminho da consciência de Krishna.

Os seguidores de Krishna crêem que, se eles fracassarem em compensar seus pecados nesta vida, terão outra chance na próxima e assim na outra, até a perfeição final. Todas as ações de um indivíduo querem boas querer más retornam a ele, em reações correspondentes, boas ou más.

 CONFRONTO DOUTRINÁRIO
CRISTIANISMO X KRISHNAISMO

1. Cristo e Krishna

Vida moral

Cristo é Deus (Jo 1.1; 20.28). Ele é o Cria­dor (Jo 1.3; Cl 1.15-17). Nunca se casou ou estabeleceu família.

Krishna é panteísta. É vulgar, imoral e sensual. Tem um caráter marcado por ladroíces e luxúria. Teve relações sexuais com várias garotas chamadas vaqueiras. Atraiu-as com sua flauta ao meio da floresta quando tomava ba­nho num rio. Suas roupas foram furtadas por ele. Teve 16.000 mulheres.

Discriminação.

Cristo aboliu toda a barreira entre as nações e as raças (Mt 11.28-30). Ele tornou-se verdadeiro modelo para os seus seguidores (Mt 16. 24-26).

Krishna foi instrumento na criação de castas na Índia. Tem discriminação contra mulheres.

Quem é mais importante?

Cristo nasceu de uma virgem, sendo uma pessoa de carne e osso e sangue (Mt 1.21-23; Lc 1. 30-33). É o verdadeiro homem e o verdadeiro Deus. A única encarnação de Deus (Jo. 1.1-14; Is 7.14; Mt 1. 23).

Krishna é apenas uma das muitas encarnações. Diferente de Cristo, Krishna apareceu co­mo pessoa espiritual. Atividades sensuais foram ocupações de sua vida real.

Cristo entrou na raça humana experimentando o sofrimento. Trabalhou como carpinteiro. Palmilhou as estradas da Galiléia. Curou, ensinou e pregou (Mt 4.23). Sentiu cansaço, fome, chorou (1 Pe 2.21-23; Hb 4.15).

Krishna apareceu neste planeta para aumentar a consciência de Krishna.

Cristo ou Krishna?

Jesus vive na vida de uma pessoa se ela o convida para entrar (Ap 3.20-21).

Krishna sugere trabalho para alcançar a salvação.

Graça é Dom de Deus para encontrar a salvação. Cristo é o Salvador (Ef 2.8-9; Jo 3.16-18; 5.24).

Os seguidores de Krishna crêem ser objetivo de sua adoração um ser que reside num planeta celestial, absolutamente inacessível.

A Bíblia ensina que Deus se identifica com o homem, pois ele tornou-se homem na Pessoa de Jesus Cristo, de acordo com Hb 2.16-18.

A Bíblia diz que Deus ama o homem (Jo 3.16). Enquanto que os adeptos de Krishna sen­tem que devem tentar compensar seus peca­dos pela devoção a uma divindade capricho­sa. Os cristãos sabem que precisam apenas corresponder ao amor que Deus tem abundan temente revelado através do seu filho, Jesus Cristo (Rm 5.8).

 CONCEITO DE ESPIRITUALIDADE

1. ISKCON

Para a ISKCON, a espiritualidade é geral­mente externa e cerimonial. Está baseada na tradição, mitos, lendas e costumes antigos, em vez de apoiada na verdade. Significa lealdade, gratidão, confiança em um ser supremo, deuses e mestres espirituais (gurus). Em outras palavras: é um tipo de teísmo combinado com adoração de imagens.

2. Cristão

Na teologia bíblica, a espiritualidade envolve novo nascimento e transformação da personalidade pelo Espírito Santo (Jo 3.5; II Co 5.17). O Espírito Santo é quem molda a nova personalidade na semelhança de Jesus (Jo 16. 7-9; 13-14). É um caminhar diário com Jesus, enquanto vivemos neste mundo.

A verdadeira espiritualidade também assegura aos cristãos uma vida futura no céu (Jo 14.2-3; Fl 3. 20).

3. Remissão

Os seguidores de Krishna realizam uma miríade de trabalhos diferentes cantando, guardando os quatros princípios ou regras de conduta etc, na esperança de compensar seus pecados e fracassos em amar Krishna.

A Bíblia ensina que foi necessário um só trabalho para apagar de vez o pecado. Isto aconteceu no Calvário, quando Cristo sofreu a morte de cruz em pagamento dos pecados do homem (Hb 1.3; 9.11-12, 24; 10.12); da parte do homem é suficiente aceitar o que Cristo fez por nós e crer nele (Jo 19.30; Ef 2.8-9).


ALGUMAS CITAÇÕES TÍPICAS

1. “Recusar fazer caridade é lamentável” (citação extraída de Teaching of Lord Chaitania, 1968, p.23, de A. C. Bhaktive­danta Prabhupada).

2. “Filantropos que constroem instituições educacionais, hospitais e Igrejas estão perdendo seu tempo quando eles bem poderiam estar construindo templos para Krishna”.

3. “Se alguém tem disposição de fazer caridade, seria muito bom para ele, fazer caridade só para Krishna”. (ambas citações de A. C. Krishna Bhaktivedanta Prabhupada, vol III, 1970, p. 189)

4. Em contradição com sua alegada prática de caridade universal, Prabhupada diz que: "um devoto nunca deve se aproximar de uma pessoa materialista com qualquer condição de ajudá-lo”. (Teaching of lord Chaitania, p. 127)

5. O ponto de vista de Prabhupada sobre a mulher: “A vida de um homem é melhor do que a vida de uma mulher. Ocupe qualquer dinheiro e mulher que você tem em sua posse no serviço krishna”. (A. C. Braktivedanta Prabhupada em krishna, vol. III, 1970, p. 7.249)

6. A atitude dos adeptos de Krishna para com a família e parentes dos devotos: “Absorva isto de mim: uma pessoa que considera sua família e amizades como suas próprias é um asno”. (A. C. Bhaktivedanta Prabhu­pada em Krishna, vol. III, 1970). Essa atitude contra a família levou A. C. Bhaktivedanta Prabhupada a renunciar a sua esposa e os filhos (Compare com 1 Tm 3.5-8).

ALGUMAS POSSÍVEIS FORMAS DE ABORDAGENS

1. Como mostrar Jesus Cristo a um devoto de Krishna?

a) Pergunte se ele crê na Bíblia (eles dizem que sim, e também no Alcorão);

b) Leia Jo 14.6 e continue perguntando:

“Quem é Jesus e o que ele tem feito por nós, de acordo com a Bíblia?” 

Em seguida apresente a autoridade de Jesus como Deus, sua morte e ressurreição como homem. De­vem ser apresentadas lógicas e gentilmente, com apoio da Bíblia.

2. Todos somos pecadores

É essencial estabelecer que todos somos pecadores (Rm 3.9). Os devotos de Krishna não questionam isso. E por essa razão que Krishna é seu salvador e senhor. Mas a Bíblia nos ensina que só Jesus é Senhor e Salvador (Fl 2.11; Hb 10.10). Uma vez que o pecado seja compreendido, Cristo e Krishna podem ser comparados e contrastados. Quem é o Salvador? (At 4.10-12). Em Cristo habita a plenitude da DIVINDADE (Cl 2.9). No princípio existia como Deus (Jo 1.1), antes que o mun­do existisse (Jo 17.24), e qualquer que confesse e creia em Jesus como Senhor e Salva­dor, tem salvação (Rm 5. 10-11; 10. 9-13).

3. Devotos puros

Os adeptos de Krishna crêem que, median­te a austeridade espiritual, mediante os cânti­cos, o levantar-se todas as madrugadas e as purificações, poderão evoluir gradativamente, até chega­rem a um nível onde ficarão libertos de todos os desejos físicos.

Pergunte então: “Quantas pessoas você acredita que real­mente chegaram a esse nível?”

“Onde está a misericórdia de Deus se nos últimos cem anos, por exemplo, bilhões de pessoas viveram na terra, mas somente cinco devotos puros? Deste que somente os devotos puros podem ser sal­vos, ninguém foi salvo, excetuando esses cinco. Esses são de Deus, que somente cinco pessoas dentre bi­lhões de criaturas humanas têm sido salvas? Isso parece lógico?”

Prabhupada ensinava que, mesmo que alguém deseje uma simples guloseima, terá de voltar a este mundo para assumir outro corpo físico. Qualquer tipo de desejo físico é suficiente para fazer o indivíduo retornar material­mente a este mundo, de modo que ele pode ter de começar tudo de novo, até atingir aquele nível onde não tenha qualquer desejo físico. Ora, quantas pessoas nesta terra você pensa que já atingiram esse nível? Você pensa que isso faz parte do plano da salvação de um Deus misericordioso e amoroso?

4. A credibilidade da Bíblia

“Vocês crêem que a Bíblia é a Palavra de Deus, não é?” (eles crêem que sim, e que o Gita também é a palavra de Deus). Como pode ser isso, visto que o Deus da Bíblia se separa de qualquer imagem de escultura, ao passo que os adeptos de Krishna adoram deuses so­bre forma de imagem? Isso é totalmente in­compatível (1 Jo 5.20; 1 Co 10.19-20; Ex 20.3-6).

Vocabulário

O vocabulário mais usado pelos adeptos de Krishna é:

a. O Bhagavad-gita: A Bíblia deles (usualmen­te falam Gita).

b. Krishna: O completamente atrativo.

c. Castas: quatro classes sociais:

1. os brâmanes, casta sacerdotal e intelec­tual;

2. os xátrias, os governantes e guerreiros;

3. os vaisias, agricultores e artesãos;

4. os sudras, classe inferior.

d. Hare: Energia.

e. Mantra: Canto.

f. Maha-mantra: O grande cântico.

g. Bahkti: Serviço devocional.

h. Hare-nama: Nome sagrado de iniciação.

i. Sanniasa: Renúcia.

j. Krishna, Rama: Títulos dados a “deus”.

1. Sankírtana: Divulgação dos ensinamentos por meio de cantos.

m. Sikha: Topete no alto da cabeça.

Bibliografia

Teaching of Lord Chaitania, 1968, A. C.

Bhaktivedanta Prabhupada. A.C.

Bhaktívedanta Prabhupada, vol. III, 1970.

5 comentários:

Cara pintada disse...

É realmente muito triste perceber que ainda existem pessoas que lutam para que o seu "Deus", ou sua idéia seja sobreposta diante de outras. Estamos num mundo livre...devem-se respeitar o direito dos outros, a histporia de um país , a cultura de um povo. O texto acima é discriminatório, vexaminoso , venenoso em cada palavra. Não sou hinduísta , hare krishna...mas não sou a favor dessa falta de respeito por parte de vcs cristãos , que travam guerras desde que o mundo é mundo em prol de um Deus , que é maravilhoso , e não discriminador , punitivo , vingativo e prepotente. respeitem os outros senhores e assim talvez respeitemos mais vocês.

Anônimo disse...

Pelo que vemos este é um blog livre de opiniões
então não se doa por assuntos alheios,válido que sua opinião é de boa servitude para si mesmo.

Govardhan das disse...

Como podem pessoas ainda acharem que somente sua fé poderá salvbar alguem??? Se só Jesus salva, então a 2.000 anos atrás todos estvam anteriomente perdidos e mesmo os que não o conheceram tambem??? Tolos que nada aprenderam e que somente querem mais e mais adeptos, só isso!!! Cuidem mais de seus irmãos, de seus pastores pedofilos, embusteiros e canalhas e com certeza ja estarão fazendo muito por suas igrejas!!!

Niko disse...

Os Hare Krishna respeitam muito Jesus Cristo, ao contrário dos seguidores do grande messias, iludidos, descriminam as outras culturas, desrespeitando o grande mestre José! Que sempre nos disse para amar nossos inimigos... Mas vocês fazem o contrário, julgam logo os nossos amigos... Somos todos filhos de Deus. Paz.

DeusExisteSim disse...

Muitos erros neste estudo. Algumas práticas aqui mencionadas não existem. Antes de criticarem o movimento Hare Krishna, estude com sinceridade o movimento.

Aqui não há a necessidade de abandono familiar, ao contrário, Krishna ensina a gente a amar e demonstrar nosso amor a Ele , nas pessoas, ou seja, amar as pessoas. Não é isso que ensina sua Bíblia ? Que quem diz amar a Deus e não ama o próximo é mentiroso ?

E também não diz que quem ama seu próxima está em Deus e Deus nele ?

Pare de caluniar o seu próximo.

Jesus Cristo, para nós, é uma das Manifestações de Krishna e o melhor Filho de Deus , segundo o próprio Prabhupada.

Agora reflita: o movimento Hare Krishna é a religião mais antiga do mundo, o cristianismo ocidental nasceu há 2013 anos, e veio do judaísmo que tem cerca de 4 mil anos.

Antes de Abraão aparecer, foi profetizado nos Vedas. Antes de Jesus Cristo aparecer, foi profetizado nos Vedas. Como os Vedas profetizariam milhares de anos antes, se não fossem da mesma Fonte Suprema que é Deus ?

Outro erro: não adoramos imagens. E o que falar das imagens dos querubins que haviam no templo de Salomão e na Arca da Aliança, e que hoje, muitas igrejas que se dizem evangélicas, colocam em seus altares, pisando na Graça de Deus e voltando para a Lei Moisaica ?

Enquanto isso, o moviemento Hare Krishna tem milhões de anos ensinando o amor a Deus e ao próximo. A não prostituição, a não fornicação, a não violência, o não materialismo.

Muitos versículos que Jesus disse, estão contidos na Gita que possui 5000 anos, e ainda tem os escritos originais em sânscrito (a língua mais antiga do mundo).

Agora me mostre ao menos 1 manuscrito original da Bíblia ?

Então amados, antes de criticarem o movimento Hare Krishna, procurem conhecer o movimento, mas com sinceridade, não com tendências.

Os Vedas confirmaram muitas coisas que os cientistas pensaram que descobriram agora há milhões de anos atrás.

Enfim, continuem procurando a verdade, Krishna, Deus Pai de Jesus Cristo, ama a todos nós. Mas não precisa criar mentiras contra o movimento Hare Krishna, aliás, o Senhor Jesus Cristo diz que o pai da mentira é Satanás.

Obrigado.

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog