Jó 7.9 e 14.12 contradiz o ensino bíblico a respeito da ressurreição?

A MÁ INTERPRETAÇÃO: As Escrituras ensinam que todo ser humano será ressuscitado de sua sepultura em um corpo (conferir Dn 12.2; 1 Co 15.22; Ap 20.4-6). Verdadeiramente, Jesus disse que um dia "todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e... sairão" (Jo 5.28,29). Contudo Jó aparentemente diz o oposto quan­do escreve: "Aquele que desce à sepultura nunca tornará a subir" (Jó 7.9; veja também Jó 14.12; Is 26.14; Am 8.14). A passagem em Jó 7.9 certamente vem à tona quando se discute com as Testemunhas de Jeová.

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Con­forme o primeiro conjunto de passagens claramente re­vela, haverá a ressurreição de todos os mortos, tanto dos justos como dos injustos (At 24.15;Jo 5.28,29). O pró­prio Jó expressou a sua crença na ressurreição declaran­do: "E depois de consumida a minha pele, ainda em mi­nha carne verei a Deus" (Jó 19.26). O que ele quis dizer quando falou sobre alguém que desce à sepultura e não torna mais (7.9) é explicado no versículo seguinte: "Nun­ca mais tornará à sua casa" (v. 10). Em outras palavras, aqueles que morrem não retornam às suas vidas mortais novamente. De fato, a ressurreição é para uma vida imortal (1 Co 15.53) e não para o mesmo tipo de vida mortal que a pessoa tinha antes.

Jó 14.12 não nega que haverá qualquer ressurreição, mas simplesmente que ela não ocorrerá até que "não haja mais céus", isto é, até o final dos tempos. É nessa ocasião precisa­mente, "no fim do tempo", que a ressurreição acontecerá (Dn 11.40; conferir 12.1,2; Jo 11.24). A passagem ensina realmente sobre a doutrina da ressurreição. Porque Jó sim­plesmente se referia a ser escondido por Deus na sepultura até um tempo determinado, quando o próprio Deus se lembraria dele novamente (14.13) na ressurreição.

Nem tampouco Isaías 26.14 nega a ressurreição, mas também reafirma tal doutrina. Os versos seguintes di­zem claramente:"Os teus mortos viverão, os teus mortos ressuscitarão... a terra lançará de si os mortos" (Is 26.19). Então, o verso 14 significa que eles não viverão até que aconteça a ressurreição.

A memória dos ímpios perecerá no cenário terrestre. Estes não serão novamente levantados até que o cenário celestial alvoreça. Alguns textos que aparentam negar a ressurreição (por exemplo Am 8.14) simplesmente se referem à queda dos inimigos de Deus, que nunca mais se levantarão para se oporem a Ele novamente. Jamais retomarão a influência que tiveram sobre o povo de Deus. Deus os derrubou de uma forma irrecuperável.


Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog