Essa passagem dá suporte à posição católica de que os seus sacerdotes têm o poder de perdoar pecados? João 20:22-23

PROBLEMA: Os católicos romanos declaram que Jesus deu aos seus discípulos o poder de perdoar pecados, e que esse poder passou para os sacerdotes católicos através dos séculos. Esse texto dá suporte a tal posição?

SOLUÇÃO: Jesus de fato deu aos seus discípulos o poder para perdoar pecados, e esse poder ainda permanece até hoje. Entretanto, ele não é exclusivo dos sacerdotes católicos. Todo crente em Jesus possui o mesmo poder com base em sua confiança na obra completa realizada por Cristo. Observe o contexto da passagem.

Primeiro, muitos vêem isso como uma extensão do poder prometido em Mateus 18:18 de ligar e desligar com "as chaves do reino dos céus" (Mt 16:19). Esse poder é dado a todos os apóstolos, e não somente a Pedro (veja os comentários de Mateus 16:19). À medida que a missão da Igreja se estende "até a consumação do século" (Mt 28:20), Cristo está "presente" para perdoar pecados com todos aqueles que pregarem o Evangelho, em qualquer tempo ou lugar.

Além disso, é nesse versículo que está a passagem paralela de João à respeito da grande comissão. Jesus a introduz com as palavras: "Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio" (Jo 20:21). Mas não são apenas os clérigos (oficiais da igreja) que são comissionados a servir a Cristo; cada crente é chamado para ser uma testemunha (cf. Mt 28:18-20; 2Co4:lss).

Finalmente, esse poder está presente somente pelo Espírito Santo. Jesus disse em João 20:22: "Recebei o Espírito Santo" e novamente em Atos 1:8: disse depois:

"Recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra". 

Todos os crentes, portanto, têm esse mesmo poder de pronunciar o perdão de pecados, como testemunhas das boas novas de Cristo por todo o mundo. Nesse versículo não há absolutamente nenhuma menção de que esse poder fosse ficar residente em apenas um grupo sacerdotal ou num determinado grupo de clérigos. É apenas o equivalente da passagem de João que se refere à grande comissão, dada a todos os crentes, para que proclamem a mensagem do perdão de Jesus Cristo a todo o mundo (cf. Lc 24:47).


MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e "Contradições" da Bíblia - 
Norman Geisler - Thomas Howe.

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog