A luz do sol e da lua aumentará ou diminuirá no reino futuro? Isaías 30:26


PROBLEMA: Isaías faz duas previsões aparentemente contraditórias entre si. Uma é que a luz dos corpos celestes será sete vezes maior (Is 30:26). Outra é que sua luz "se envergonhará" diante da luz do Senhor (Is 24:23).

SOLUÇÃO: Alguns eruditos acreditam que essas são previsões poéticas mutuamente compatíveis, que dizem que, embora a luz do sol e da lua seja aumentada várias vezes (talvez de forma figurada), não obstante a luz do Senhor prevalecerá sobre ela.

Outros consideram essas previsões como referentes a dois eventos futuros diferentes. Sustentam que a luz natural dos corpos celestes será aumentada durante os "mil anos" (Ap 20:4-6) do reino de Cristo. Depois disso, quando "novo céu e nova terra" (Ap 21:1) tiverem sido criados, se cumprirá a palavra: "a cidade não precisa nem do sol, nem da lua, para lhe darem claridade, pois a glória de Deus a iluminou" (Ap 21:23).

 MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e "Contradições" da Bíblia - 
Norman Geisler - Thomas Howe.

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog