Cultos Afro-Brasileiros

Introdução

Não queremos questionar aqui a cultura e os costumes de nenhum povo. Aliás, o Evangelho não questiona a cultura de ninguém, o apóstolo Pedro afirmou:

"E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço, por verdade, que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo." (Atos 10.34-35)

Mas temos de ver também a realidade de um sistema religioso com suas implicações doutrinárias, do ponto de vista bíblico, pois isso tem relação com a salvação e a eternidade, e deve nos preocupar e incentivar ao evangelismo de tosos esses segmentos culturais brasileiros.

Sincretismo Religioso

O sincretismo religioso se caracteriza fundamentalmente por uma mistura de elementos culturais. Uma verdadeira simbiose, que resulta em uma fisionomia cultural nova, na qual se associam e se combinam as marcas das culturas originárias.

Os cultos afro-brasileiros têm suas características religiosas peculiares, pois foram se configurando e desenvolvendo em ambientes que professavam ser cristãos. Sofreram influência do catolicismo em seus ritos e crenças; assim por exemplo, os santos da Igreja Católica são identificados com entidades superiores das religiões africanas.

Além dos elementos africanos, incorporaram ao seu patrimônio religioso traços do espiritualismo kardecista.

Apenas folclore?

A umbanda e os cultos afro-brasileiros são tidos por alguns estudiosos como arte popular ou folclórica, cujos rituais representam o passado religioso do Brasil de nossos dias, portanto, dizem, não se lhes deveria atribuir significado religioso. Todavia a umbanda como tal, e os cultos afro-brasileiros em geral, são formas de religião e querem ser assim tratados pelos seus adeptos. A umbanda formou-se a partir da macumba após 1934, restaurando ou reestruturando atitudes religiosas de povos da África.

Candomblé

Na Bahia, geralmente os candomblés ficam nos arredores da cidade e dentro do mato. A construção quase sempre é feita pau-a-pique e paredes caiadas.

Dentro do barracão, os assistentes acomodam-se em bancos, separados os homens de um lado e as mulheres de outro. Numa espécie de trono junto á orquestra senta-se a mãe-de-santo, principal figura da hierarquia religiosa, abaixo da mãe-de-santo (iyalorixá) vem a mãe-pequena (iyakekerê), seu braço direito e sua sucesora imediata.

Fonte: Internet

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog