Nosso SENHOR Jesus Cristo - O Filho de Deus




"O Seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz." Isaías 9:6

A Pessoa do Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, está além da compreensão da mente humana. Ele mesmo disse:

"Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar" (Mt. 11:27). 

O Filho revelou o Pai, mas NINGUÉM compreende o Filho. A Sua Pessoa é um mistério divino.

Como nascido em Belém Ele era filho de Davi, mas era ao mesmo tempo Senhor de Davi na glória da Sua Pessoa (Mt. 22:41-46).

Embora sendo em forma de Deus, assumiu o lugar de um servo (Fp. 2:6-7) - quão imensa graça! Assumiu uma vida capaz de morrer, porém não sujeita à morte (Hb. 2:9). Ninguém tirou a Sua vida (Jo. 10:18). Ele tinha o poder de dar vida (Jo. 10:28). Em Sua bendita humanidade Ele foi ao mesmo tempo "sobre todos, Deus bendito eternamente: Amém" (Rom. 9:5). 

"Porque nEle habita CORPORALMENTE toda a plenitude da divindade" (Col. 2:9).

O Pai se refere a Ele como sendo Deus: 

"Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos" (Hb. 1:8).
A Divindade

Toda a atividade da Divindade é sempre na forma Trinitária. A primeira vez que o nome de Deus é mencionado na Bíblia, a palavra hebraica utilizada é Deus no plural. Na língua hebraica existe singular, dual e plural.

A palavra hebraica na forma plural utilizada para Deus é Elohim. Esta é a palavra que aparece em Gênesis 1:1.

A palavra hebraica para Deus na forma dual é Elohaim. Nunca é utilizada nas Escrituras.

A palavra hebraica para Deus no singular é Eloah. A primeira vez que aparece é em Deuteronômio 32:15-17 onde Deus é apresentado em contraste com os ídolos.

Nas Escrituras a ordem é sempre: Deus Pai em Seu propósito; o Filho, Aquele que executa os propósitos de Deus Pai, e o Espírito Santo, em cujo poder os propósitos são cumpridos. Esta verdade aparece por toda a Palavra de Deus.

Criação

Foi propósito de Deus Pai que a criação fosse a esfera onde pudesse expor todos os Seus conselhos (Ef. 1:9,10).

O Filho é Aquele por meio de Quem tudo é criado e mantido (Jo. 1:1-4; Col. 1:16; Hb. 1:1-3).

O Espírito Santo é o poder na criação (Jó 26:13; Sl. 104:30).

Redenção

Deus Pai, em Seu amor, propôs abençoar ao homem (Jo. 3:16) 

"Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo" (II Co. 5:19).

Cristo, na obediência do amor, cumpriu a obra de redenção (Hb. 10:7-10).

Ele (Cristo) "pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus" (Hb. 9:14).


Ressurreição

Deus Pai ressuscitou a Cristo dentre os mortos (At. 3:15).

Cristo, o Filho, ressuscitou dentre os mortos (Jo. 10:18).

O Espírito Santo ressuscitou a Cristo dentre os mortos (Romanos 8:11; I Pd. 3:18).


Deus, o Filho

Como HOMEM, Ele pôde sentir fome, sede e temor, para Se compadecer de nós como Sumo Sacerdote.

Como Deus Ele podia deter o vento e as ondas. Ele podia ressuscitar os mortos. Ele podia abrir o entendimento de Seus discípulos. Ele podia (e fez isto) comunicar poder. Ele conhecia os pensamentos daqueles que O cercavam. Ele podia predizer, como o fez, a forma como iria morrer.

Ele é o ETERNO "EU SOU" (Jo. 8:58).

Negar a glória da completa Divindade do Senhor Jesus Cristo é rejeitar o ÚNICO Salvador. Aqueles que assim o fazem morrerão nos seus pecados (Jo. 8:24). As Escrituras dizem: "Nenhum deles de modo algum pode remir a seu irmão, ou dar a Deus o resgate dele" (Sl. 49:7), mas o Senhor Jesus andou sobre este mundo como Deus perfeito E Homem perfeito. É a Sua Pessoa (Deus Filho) que dá valor à obra de expiação que Ele cumpriu quando levantado na cruz (Jo. 3:14). Assim vemos que para se ter o conhecimento da salvação conforme João 3:16, é necessário crer na Pessoa e obra do Senhor Jesus Cristo.

"Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida; mas a ira de Deus sobre ele permanece." (Jo. 3:36).


H. E. Hayhoe

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog