O fato de que o ser humano foi criado a imagem de Deus dá suporte à seita Ciência Cristã afirmar que a humanidade é coeterna com Deus? Gênesis 1.26, 27

A MÁ INTERPRETAÇÃO: Esses versos declaram que Deus criou a humanidade conforme à sua própria ima­gem. Mary Baker Eddy, a fundadora da seita Ciência Cristã, procura insistentemente convencer que isso sig­nifica que "homem e mulher — na condição de coexistentes e eternos com Deus — para sempre refle­tem, na qualidade de glorificados, o infinito Deus Pai-Mãe" (Eddy, 516).

CORRIGINDO A MÁ INTERPRETAÇÃO: Eddy distorce completamente essa passagem das Escrituras. Comentaremos vários erros de forma breve. Insistir que a humanidade é como Deus em todos os aspectos contraria o sentido dos termos "imagem" e "seme­lhança". Mesmo o termo "imagem" nesse contexto não é o mesmo do original, como fica claro pelo uso desse mesmo termo hebraico (tzehlem) para um ídolo (por exemplo Nm 33.52; 2 Cr 23.17; Ez 7.20) como somente para a representação de um deus, e não o deus mesmo.

A palavra "criar" revela que o texto não está se refe­rindo a algo eterno, mas a algo que passou a existir. Esse termo (bara) nunca é utilizado no Antigo Testamento referindo-se a algo que seja eterno. Nesse contexto, sig­nifica algo que é trazido à existência. O mesmo é verdadeiro quanto à utilização do termo "criar" no Novo Tes­tamento (conferir C1.1.15,16;Ap 4.11).

E também um engano assumir, como faz Eddy, que por sermos semelhantes a Deus, Ele mesmo seja obriga­toriamente como nós. Por exemplo, ela fala a respeito de Deus como macho e fêmea ("Deus Pai-Mãe"). Na lógi­ca, essa atitude é conhecida como conversão ilícita. O fato de todos os cavalos terem quatro patas não significa que todos os animais que tenham quatro patas sejam cavalos. Do mesmo modo, por ter Deus criado macho e fêmea, não significa que Ele mesmo seja macho e fêmea. "Deus é espírito" (Jo 4.24), contudo, Ele criou as pessoas dotadas de corpos (Gn 2.7). Apenas o fato de termos um corpo físico não significa que Deus também o tenha. 


O Antigo Testamento foi originalmente escrito como um livro judaico, e o judaísmo é uma religião essencial­mente monoteísta. A Ciência Cristã é panteísta, e Eddy estava lendo esse documento judaico com sua visão panteísta. O ser humano não é eterno como Deus e nem idêntico a Ele. Cada pessoa é uma criatura finita, que foi trazida à existência por um Deus infinito e que se asse­melha a Ele moral e pessoalmente, mas não é igual a Ele metafisicamente.

Resposta as Seitas - 
Norman G. Geisler e Ron Rhodes - 
CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog