Quais São as Características dos Pactos Incondicionais Que Deus Fez com Israel?



Um pacto é um acordo entre duas ou mais pessoas. Os pactos incondicionais que Deus fez com Israel eram caracterizados por termos específicos.

Os pactos devem ser tomados literalmente. O enunciado dos pactos deve ser tomado literalmente. Quando se faz um acordo, é fato mundialmente aceito que os termos desse acordo devem ser seguidos ao pé da letra. O mesmo se aplica aos pactos que Deus fez no passado. Ele pretendia fazer exatamente o que disse, e as pessoas tinham a responsabilidade de interpretá-los literalmente. Justamente por isso não se deveria procurar um sentido obscuro ou místico no enunciado dos pactos ou na lin­guagem empregada.

Os pactos são eternos. Os pactos que Deus fez são eternos. A única exceção é o pacto mosaico que vigorou até ser consu­mado com o Novo Pacto. Todos os outros são eternos.

Deus prometeu que sua aliança com Abraão duraria para sempre.

"Estabelecerei o meu pacto contigo e com a tua des­cendência depois de ti em suas gerações, como pacto per­pétuo, para te ser por Deus a ti e à tua descendência depois de ti" (Gên. 17:7).
O pacto da Palestina também é eterno. 

"Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores; porquanto têm transgredido as leis, mudado os estatutos, e quebrado a aliança eterna." (Is. 24:5).

O pacto entre Deus e Davi é igualmente eterno. 

"Pois não é assim a minha casa para com Deus? Porque estabeleceu comigo um pacto eterno..." (II Sam. 23:5).

O Novo Pacto também é para sempre. 

"Ora, o Deus de paz, que pelo sangue do pacto eterno tornou a trazer dentre os mortos a nosso Senhor Jesus, grande pastor das ovelhas..." (Heb. 13:20)

Os pactos dizem respeito aos judeus. Os pactos foram feitos com a nação de Israel. Os judeus são os receptores das pro­messas, como deixou claro o apóstolo Paulo: 

"... Meus irmãos, que são meus parentes... israelitas, de quem é a adoção, e a glória, e os pactos, e a promulgação da lei, e o culto, e as promessas" (Rom. 9:3,4).

Deus não estabeleceu nenhum pacto com nações ou pessoas idolatras. 

"Portanto, lembrai-vos que outrora vós, gentios na carne, chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão, feita pela mão dos homens, estáveis naquele tempo sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos aos pactos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo" (Ef. 2:11,12).

Sintetizando o que a Bíblia diz sobre os termos dos pactos incondicionais:

1. Devem ser tomados literalmente.

2. São eternos.

3. Dizem respeito à nação de Israel.


103 Perguntas Que as Pessoas Mais Fazem Sobre Deus 
DON STEWART

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog