Por Que Deus É Chamado de Pai?



O Novo Testamento volta e meia identifica Deus como "o Pai". Por quê? Como essa designação nos diz respeito? Significa que somos todos filhos de Deus e que ele é o Pai de toda a raça humana? Vemos no Novo Testamento até que ponto ele é o nosso Pai.

A primeira Pessoa da Trindade. Como já mostramos, Deus é, por natureza, uma trindade constituída de três pessoas, dis­tintas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Deus, o Pai, é a pri­meira pessoa da Trindade, aquele que comissionou e enviou Jesus, o Filho, à terra. Ele é chamado de Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

"Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo" (Ef. 1:3).

Nos evangelhos, esse Pai reconhece Jesus como seu Filho.

"E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo" (Mat. 3:17).

O Filho, da mesma forma, reconhece o Pai.

"Todos as coisas me foram entregues por meu Pai; e ninguém conhece plena­mente o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece plenamente o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar" (Mat. 11:27).

Os termos Pai e Filho são empregados para descrever o relacionamento exclusivo entre as duas primeiras pessoas da Trindade. A Bíblia não deixa dúvidas de que tanto o Pai quanto o Filho coexistem desde a eternidade. Não houve um momento em que o Filho viesse a existir. Por isso, não devemos fazer uma analogia rigorosa entre um pai e um filho humanos quando falamos de Deus, o Pai, e Deus, o Filho. Estes termos têm a finalidade de delinear a unidade, a coesão singular que há entre essas duas pessoas divinas.

Portanto, um dos aspectos em que Deus é chamado de Pai é o seu relacionamento exclusivo com o Filho.

Pai de todos que crêem. A Bíblia também qualifica o Pai de Pai de todos aqueles que depositam sua fé nele. A Escritura deixa claro que Deus não é o Pai natural de toda a humanida­de; ele só é Pai para quem crê nele. Embora seja verdade em linhas gerais que Deus é o Pai, o Criador de todo ser vivo, o relacionamento íntimo que um pai tem com seus filhos só é ex­perimentado por aqueles que crêem.

A Bíblia explica que não se alcança essa relação íntima de pai e filho com Deus através do nascimento natural; alcança-se, sim, mediante o novo nascimento. É o que acontece quando uma pessoa crê e deposita sua fé em Jesus Cristo.

"Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus" (João 1:12). 

"Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus" (Gál. 3:26). 

"Assim, pois, não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus" (Ef. 2:19).

Pai da criação. Um terceiro aspecto de Deus ser chamado de Pai na Bíblia está associado ao universo criado. Ele c o Pai por ser o Criador, a fonte e o sustento da criação. O apóstolo Paulo disse:

"Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois dele também somos geração. Sendo nós, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra esculpida pela arte e imaginação do homem" (At. 17:28,29).

Concluindo, Deus é chamado de Pai na Bíblia nos seguintes aspectos:

1. Deus é chamado de Pai por ser a primeira pessoa da Trindade. Ele é o Pai eterno de Jesus Cristo — Deus, o Filho. O relacionamento deles é singular.

2. Deus é Pai no relacionamento íntimo com todos aqueles que investem sua fé nele.

3. Deus é Pai como Criador e Sustentador de toda a criação.

103 Perguntas Que as Pessoas Mais Fazem Sobre Deus 
DON STEWART

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog