A Teoria da Reencarnação



José Moreira da Silva - jmsilv@uol.com.br 

Eu tenho um cão e um gato. Eles aprenderam a fazer coco e pipi no local certo. Sabe porque? Porque eu os pego NO ATO e os levo para o local adequado e ao mesmo tempo fico gritando "Não pode!"
Esse método funciona porque o cão ou gato percebe o que está fazendo e associa a desaprovação com o ato que esta praticando. E com o tempo eles aprendem a não fazer suas necessidades em nenhum outro local a não ser o indicado.

Se você vir o cachorro fazendo suas necessidades em um local proibido, esperar uma hora e depois xingá-lo, NÃO FUNCIONA. Ele não vai APRENDER nada. Porque? PORQUE ELE NÃO SABE PORQUE ESTÁ SENDO PUNIDO. Sendo assim, é pura perda de tempo e ATÉ CRUELDADE, puni-lo.

O mesmo acontece com uma criança. Se uma criança não sabe porque está sendo punida, porque não lembra do que fez, a punição é cruel e injusta. Portanto até com as crianças convém punir em tempo hábil.

Vamos à reencarnação. Nela, eu estaria na mesma condição do cão. Estaria sendo punido por um crime que não sei que cometi. Se eu não lembro de nada, a punição sempre será INJUSTA para mim.

Vou dar-lhe um outro exemplo prático.  Suponhamos que você esteja aprendendo a dirigir. Eu te ensino tudo que você tem que fazer. Passamos uma tarde inteira treinando. No dia seguinte, VOCÊ ESQUECE TUDO QUE EU LHE ENSINEI. Tenho que começar tudo de novo. E assim por diante. É óbvio que você nunca vai EVOLUIR dessa forma. Você nunca vai aprender nada, porque a aprendizagem é um processo CUMULATIVO. É como a adição. Todo dia você vai acrescentando um número até chegar a um total. Esse total seria O QUE VOCÊ APRENDEU. Sem memória não há aprendizagem.

Outro detalhe, a memória é mais importante do que você imagina. A memória é aquilo que você é.
Quando você é uma criança você vai absorver aquilo que dizem a seu respeito. Dizem que você é brasileiro, que teu nome é José, que tua mãe é fulana e assim por diante. Você é o resultado de tudo que dizem que você é e mais as experiências que você teve. Ou seja, o que acham de você e o que você acha de si própria. Dependendo da sociedade que você nascer, você será totalmente diferente. Se você tivesse nascido nos EUA, hoje você seria outra pessoa. Se tivesse nascido na Etiópia, também. Tendências naturais fora e além de seu controle equivalem a pelo menos 90% do que você é. E isso é um fato cientifico.

Mas a sua personalidade não poderia se desenvolver dentro de nenhum sistema cultural sem MEMÓRIA. Imagine se você ensina a seu filho quem ele é, sobre sua família, suas raízes, sua cultura e assim por diante e ele esquece tudo no dia seguinte? Não haveria evolução alguma. Como somos aquilo que lembramos que somos, a teoria da reencarnação cai por terra ai.

O karma também é um conceito difícil de engolir. O karma é como se fosse o próprio Deus. Ele fica anotando tudo que você faz, momento a momento, e depois MANIPULA AS CIRCUNSTÂNCIAS para você sofrer pelo que fez ou conseguir benções. Esse tipo de sistema não é compatível com o livre arbítrio.


Ou seja, para o karma fazer você pagar ou ser recompensando, ele teria que manipular pessoas e circunstâncias para esse fim. Sendo assim, as pessoas não seriam livres. Ou pelo menos a grande maioria de suas ações não seriam geradas por si próprias, pois elas teriam que cumprir a vontade do Karma. E assim o Karma estaria usando uma pessoa para punir outra. Digamos que usa alguém para lhe dar uma surra porque você deu uma surra em outra pessoa em outra vida.

Essa pessoa que está te dando uma surra hoje para puni-la vai ser punida também? Se você está sendo estuprada, você está pagando pelo que fez antes, então o estuprador está apenas cumprindo a vontade de Deus fazendo você pagar. Ou estaria ele iniciando a ação e gerando karma? E se é o caso, então você não pode explicar todos os seus sofrimentos baseando-se em vidas passadas. Muito do seu sofrimento seria sem causa mesmo. Está vendo? O tipo de controle que o karma teria que ter sobre todas as pessoas seria algo incompreensível. É muito mais fácil imaginar que as pessoas fazem o que querem e sofrem ou não conseqüências de seus atos dependendo das circunstâncias e não de uma força invisível controlando às mesmas. É mais simples e prático e lógico. O livre arbítrio exige o acaso. Somente num sistema imprevisível como é o nosso a liberdade poderia existir. Liberdade de decidir o que é certo e errado. Se existir uma força controlando tudo, ninguém é livre e punições e recompensas se tornam INJUSTIÇAS.

O arrependimento só é possível com a MEMÓRIA. Se eu não lembro que fiz algo ruim, então como vou me arrepender? No campo individual a teoria da reencarnação é totalmente inútil. Se você aceitar a teoria da reencarnação, tudo de ruim que acontece com você, você pensa que é punição por faltas passadas e ai agüenta calado. Aceita numa boa. Consola-se pensando que é um criminoso. E que tudo que lhe acontece é merecido. É por isso que sociedades que aceitam essa teoria não trouxeram evolução social.

Quem nasce pobre se conforma com a pobreza pensando que na PRÓXIMA VIDA vai nascer melhor já que foi bom nessa. E o que é ser bom? Agüentar tudo calado e aceitar sua condição social é bondade? A história mostrou que não. A Europa só evoluiu e arrastou o resto do mundo quando PESSOAS EM CONDIÇOES SOCIAIS INFERIORES SE REVOLTARAM. Se acreditassem na reencarnação nunca fariam isso. IAM AGÜENTAR AS COISAS CALADOS ESPERANDO A PRÓXIMA VIDA.

Essa crença leva ao conformismo. Já que todos são criminosos, aceitam todo sofrimento numa boa sem reclamar. Se o ser humano aceitasse o sofrimento, o mundo não teria evoluído. Qualquer teoria que leve a aceitação do sofrimento é nociva à sociedade. O sofrimento tem que ser reduzido ou eliminado o máximo possível. Qualquer tipo de sofrimento é injusto. Se isolamos alguém na cadeia é para REDUZIR o sofrimento da sociedade como um todo, e não para AUMENTA-LO. É melhor um sofrendo que vários.

O ser humano primitivo, quando queria algo, simplesmente ia e tomava. Depois passou a viver em sociedade. E aí a natureza selecionou um sistema para garantir a sobrevivência. Quando digo que ela selecionou, não estou dizendo que ela fez isso de propósito. O que aconteceu foi o seguinte: milhares de animais morreram porque não tinham um sistema que funcionasse. Quando um sistema que funcionou surgiu, ELE PERMANECEU.

Esse sistema desenvolvido pelos animais sociais é o sistema hierárquico. Ou seja, todo grupo de animais tem um chefe. Isso funciona, porque sem um chefe (o chefe é o mais poderoso da turma), os animais lutam o tempo todo entre si. O chefe apareceu para manter a paz e garantir a partilha dos recursos. Antes da existência do líder, a vida social era uma luta constante.

O que tem isso a ver com a reencarnação?

O sistema hierárquico entre os animais sociais funciona. Se você examina-lo comparando com vários grupos de animais sociais verá que ele é um fator positivo e explica muitos fatos.

A reencarnação não explica as coisas a contento.

A vida social é injusta porque as pessoas nascem diferentes. Uns nascem inteligentes, fortes e bonitos. Enquanto outros nascem feios, burros e fracos. Ou então uns nascem com algumas dessas qualidades e sem as outras. O fato é que sempre existe um membro da sociedade superior ao outro de algum modo. Essa superioridade é individual e não racial. Tanto que existem burros e inteligentes em todas as raças. Assim como existem feios e bonitos em todas e assim por diante. Você acha que se a Sandy tivesse nascido na Etiópia, ela teria se tornado o sucesso que é? Tudo que você é, é resultado de muitos fatores. Agora dizer que a Sandy nasceu assim porque ela foi melhor que alguém que nasceu na Etiópia na outra reencarnação é puro elitismo. Você está dizendo que a Sandy é melhor que uma criança da Etiópia não só por causa das circunstâncias em que nasceu como também moralmente. Você está dizendo que ela é rica, bonita, canta bem porque é MORALMENTE SUPERIOR A QUEM NASCEU na Etiópia. Você está dizendo que uma pessoa saudável, rica e bela é MORALMENTE SUPERIOR A UMA PESSOA ALEIJADA, FEIA E POBRE.

Por isso a idéia da reencarnação é o pensamento mais elitista e arrogante que conheço para explicar fatos naturais. Daí que quem crê na reencarnação não é melhor que quem crê em CÉU E INFERNO. O resultado é o mesmo. Os paises evoluídos são os céus e os paises pobres são os infernos. Qual a diferença? Nenhuma, a meu ver.

A teoria da reencarnação surgiu para explicar a injustiça DO NASCIMENTO. Uma pessoa há muito tempo atrás perguntou: porque uns nascem superiores e outros inferiores? Estou falando aqui de indivíduos e não de raças. Isso é uma injustiça!!!! Daí ele desenvolveu a teoria da reencarnação para explicar a justiça e injustiça do mundo. Só que ela não funciona por causa dos fatores citados acima. Ao invés de trazer justiça ao sistema, ela trás mais injustiças ainda.

Porque um ser humano sente pena do outro? Por causa de uma coisa chamada empatia. E não por causa da reencarnação. Você sente porque você se põe no lugar do próximo e sente o que ele sente. A empatia depende muito da sensibilidade de cada um. Tem gente que nunca consegue se por no lugar do próximo. E aí eles se mostram muito insensíveis. A reencarnação procura mostrar que os insensíveis ainda terão que nascer muito para desenvolver a sensibilidade. Mas o fato é que é a sociedade de cada um que determina esse grau de sensibilidade e não o indivíduo mesmo.

Quanto mais avançada uma civilização maior à capacidade de se por no lugar do outro. Exemplos, quanto mais avançada é a cultura de um indivíduo mais sensível ele é. Europeus se preocupam com os direitos dos animais porque suas necessidades básicas foram preenchidas. Crianças da Etiópia sofrem tanto que não conseguem pensar em ninguém a não ser elas mesmas. Se a reencarnação fosse um fato, ninguém nasceria em condições que promovessem a insensibilidade e a violência e sociedades menos evoluídas desenvolvem mais esses fatores. De novo a reencarnação se mostra elitista. Ela está dizendo de fato que quem é SENSÍVEL é mais EVOLUIDO MORALMENTE que quem não é. Esquecendo de todos os fatores sociais e naturais que levam uma pessoa a ser assim.

O que você é, é determinado pelo seu corpo, sua família, sua sociedade. Tantos fatores que o próprio Buda, que apoiava a teoria da reencarnação porque nasceu na Índia, questionou a mesma e, no final, disse que não temos um ego de fato. Que o que somos é uma relação de vários fatores e que se você analisar tudo no final, chegará a conclusão que a alma não passa de fantasia.

Outro detalhe. A população aumentou bastante nos últimos 500 anos. De onde estão vindo todos esses espíritos? Muita gente faz terapia de vidas passadas, mas matematicamente a GRANDE MAIORIA ESTARIA AQUI PELA PRIMEIRA VEZ. E NUNCA falam para ninguém que essa é sua primeira vez. Para qualquer um que procurar fazer essa TERAPIA será dito que já passou por aqui antes. A LEI DA ESTATÍSTICA DIZ O CONTRÁRIO.

A reencarnação também é uma teoria oposta a Deus e a Cristo. Qual a necessidade para Deus num sistema de causa e efeito como a reencarnação? Toda a ação gera uma reação e todo o processo é automático. Para que serviria Deus? Por isso o budismo é um sistema essencialmente ateu. Alguns outros sistemas querem juntar reencarnação e a idéia de Deus, mas não conseguem.

E também se você evolui de vida em vida nascendo em condições cada vez melhores, qual a necessidade para um salvador? No sistema reencarnacionista, um salvador é inútil.
Só que no sistema reencarnacionista as idéias de inferno e céu e medo permanecem. E até bem mais reais. O inferno é um país como o Afeganistão e o paraíso é um país Europeu ou os Estados Unidos.
Você se torna bom para nascer nos EUA e evita o mal para não nascer na Etiópia. É a idéia do medo que predomina do mesmo modo.

Autor: José Moreira da Silva é formado em Filosofia pela Universidade de Nova Iorque e atualmente é professor de ingles, tradutor e interprete, e dedica-se ao estudo da natureza humana através da psicologia, filosofia e religião.

Para falar com o autor: jmsilv@uol.com.br


JesusSite 


* Obs: Não concordo com alguns pontos teológicos do autor, porém há grandes verdades sobre a inutilidade da reencarnação. H.S.Jr

2 comentários:

Felipe disse...

Não cheguei a ler a postagem toda, mas apelar para algo tão inseguro como "livre-arbítrio" humano para refutar a idéia do karma me pareceu insensato. Não precisava disso. Sabemos, se cremos nO Deus Soberano, que o único livre-arbítrio realmente existente é o dEle próprio.
A Paz.

Felipe disse...

Ressalto que até onde li, estava interessante (quem sabe eu termino de ler depois, com mais calma), e que não tenho a intenção aqui de desencadear uma discussão daquelas que parecem não ter fim, até porque livre-arbítrio na verdade não é o pricipal assunto do post.
Ao Senhor a Glória. Amém.

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog